“Se vier, que seja feliz. Vai estar em boas mãos o Brasil”, diz Bolsonaro sobre eventual candidatura de Moro

Bolsonaro disse que não pode ser “escravo de todo mundo”

Thays Martins
Correio Braziliense

Em última live semanal do ano, nesta quinta-feira, dia 26, o presidente Jair Bolsonaro não descartou a possibilidade do ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, ser o candidato nas eleições de 2022. De acordo com o chefe do Executivo “o Moro tem um potencial enorme, é adorado no Brasil” e por isso, ”se Moro vier, que seja feliz, não tem problema, vai estar em boas mãos o Brasil”.

Bolsonaro ainda emendou dizendo que não sabe se será candidato nas próximas eleições. “Não sei se vou vir candidato em 2022. Se eu estiver bem vou vir, senão estiver, to fora”, afirmou. Esta semana, o presidente sofreu uma queda no banheiro e teve  que passar a noite no hospital. No início deste mês, o presidente chegou a cancelar uma viagem a Salvador por estafa.  Para ele, o importante é  “não entregar para esquerdalha em 2023”.

LEI ANTICRIME –  Durante a transmissão da live, Bolsonaro voltou a comentar a questão  do juiz de garantias, ponto polêmico do pacote anticrime. O presidente afirmou que não há nenhum acordo para o ponto seja vetado e que têm recebido diferentes pressões por parte  dos eleitores sobre a questão,  mas que não tem intenção de agradar a todos.

“Lógico que estou preocupado com voto de eleitor, mas não posso ser escravo de todo mundo.  O que me surpreende é um batalhão de internautas constitucionalistas, juristas, para  debater o assunto. Sai fora da minha página, se não sair vou para o bloqueio”, afirmou.

CINEMA BRASILEIRO – Jair Bolsonaro fez também novos ataques ao cinema nacional. Após comentar que assinou o decreto que estabelece a cota de tela para filmes brasileiros, o presidente disse que as produções nacionais precisam melhorar e que não há bons filmes.

“Nós fixamos a menor cota da história. Estamos tirando o Estado. Mas vamos fazer filmes diferentes do que vem sendo feito. Oras bolas. Filme que interessa a população como um todo e não as minorias. Fazendo bons filmes não precisará de cotas mais”, disse.

“IDEOLOGIAS E MENTIRAS” – Para ilustrar, o presidente explicou quais seriam os filmes que não agradam. “Não vai ter mais aquelas histórias de ideologia, mentiras sobre o nosso passado, de 64 a 85. Sempre fazem com que a esquerda fosse mais pura e ética do mundo, e o resto fosse o resto. Não quero citar nomes de filmes, porque me dão vergonha. Mexe com religião, com crianças, afrodescendentes, com pessoas com deficiência, tudo com questão de sexo no meio. Não estamos censurando nada”, afirmou.

18 thoughts on ““Se vier, que seja feliz. Vai estar em boas mãos o Brasil”, diz Bolsonaro sobre eventual candidatura de Moro

  1. -Anote aí:

    -Se não ser certo a estratégia de jogar o Moro (safo!) contra o Bolsonaro, o próximo candidato a entrar no rol dos presidenciáveis será o GUEDES.

  2. Valha-nos, Senhor. Com o povo morrendo à mingua, calado e chorando igual carneiro, por não ter a quem reclamar senão a Deus, e essa porcaria de sistema podre, com prazo de validade vencido há muito tempo, não sabe fazer outra coisa senão impor mais e mais eleições, golpes e despesas nas costas do povo contribuinte, que, há muito tempo, já não aguenta mais pagar o custo de tantos tributos, safadezas, manobras diversionistas, encargos, obrigações e exploração sem recorrer a esquemas. No Brasil, doravante, há mais de 20 anos, todos sabemos que a única coisa que pode dar certo na política, sob a égide do sistema podre, é a libertação da população do jugo do sistema podre e seus operadores, marajás, oportunistas, aproveitadores e afin$, é a rendição do sistema podre por inteiro em prol do Projeto Novo e Alternativo de Política e de Nação, o novo caminho para o novo Brasil de verdade, porque evoluir é preciso.

  3. “Ainnnnn, meu Mito Borxonaro me traiu!!! Agora eu sô devota de São Moro!!!!! Em 2022 São Moro vem aí pra nos sarvá!!!!!!!!! Agora vai!!!!!!!!!!!!! Avoa Brasilzão!!!!!!!!!”

    (Escrito em MODO EX-DEVOTA DE BORXONARO E ATUAL DEVOTA DE SÃO MORO)

  4. Onde e em que filmes , que segundo Bolsonaro, “Não vai ter mais aquelas histórias de ideologia, mentiras sobre o nosso passado, de 64 a 85″ ? Será mentira os filmes, em seu roteiro retratarem que houve uma ditadura brutal e assassina entre 64 e 85 ? Os filmes nacionais estão errados em abordar questões ligadas a “religião, crianças, afrodescendentes, pessoas com deficiência” ? Não se deve filmar assuntos como estes ? Será que está tudo certo no tratamento que é dado pelo governo à religião, às crianças sem escola e vivendo de forma sub-humana ? O Brasil é modelo em lidar bem com afrodescendentes e pessoas com deficiência ? E tudo o que vemos com os nossos próprios olhos, na rua, com relação a crianças, escolas, afrodescendentes e pessoas com deficiências é uma miragem, e não realidade ? A situação de miséria, maus tratos, discriminação, racismo tanto quanto presenciamos quanto é denunciada na imprensa é intriga da esquerda ?

    Bolsonaro vai cortar a verba de apoio ao cinema nacional pelar razões que enumera. Vamos ficar somente com a opção de ver filmes norte-americanos, que falam de violência, terrorismo, monstros, super-homens salvadores da pátria na base de tiros , explosões e assassinatos ? Os cineastas e atores brasileiros de filmes perderão o auxílio da Lei Rouanet, terão de se virar para fazer comédias de mau gosto, ao nível das que são produzidas pela Rede Globo, tipo “Mamãe é um barato”, ou coisas assim ?

    E Jair Bolsonaro ainda tem a cara de pau de dizer a respeito que : “Não estamos censurando nada” ?

    CRUZES !

    DELENDA BOLSONARO !

      • Agradeço o comentário, Sr. Nélio Jacob. Por enquanto, só mesmo com o poder das palavras, e que estas venham a ser esclarecedoras, poderemos atingir alguns corações e mentes que estão ainda desinformados. Se tivermos êxito, conseguiremos melhorar o Brasil através do voto nas urnas, tanto em 2010 quanto em 2022.

        Com a imensa maioria de congressistas ladrões, e um presidente já descoberto em negociatas e rachadinhas que enriqueceram sua família às custas do dinheiro público, o Brasil não poderá progredir e a imensa maioria dos brasileiros permanecerão na miséria.

        Eu digo que, por enquanto, só temos a arma da palavra, é porque não há uma consciência da maioria dos brasileiros de que é preciso destituir na marra (o que implicará derramamento de sangue) os ladrões que estão no Executivo, também no Legislativo (ambos federais, estaduais e municipais) e no poder Judiciário, incluindo membros que estão a merecer processos por ilicitudes, e os que são contrários à prisão de criminosos após julgamento que os penaliza em segunda instância.

        Um forte abraço,

        Ednei José Dutra de Freitas

  5. Bolsonaro tem a mente condicionada à ditadura.
    Quem era contra a ditadura era comunista, esquerdista. Era o chavão, não só da ditadura do Brasil como nas ditaduras dos países da América Latina para calar a população.
    Bolsonaro segue o mesmo caminho, quem é contra sua ideologia retrograda, é comunista. esquerdista, socialista etc, e os adeptos repetem a mesma coisa como papagaios de pirata. Esse é o modo de defesa da sua linha política atrasada.
    Seria interessante se apontassem, quem entre os partidos brasileiros é comunista. O PC do B é comunista só na sigla. são todos aproveitadores.
    A luta contra o inexistente comunismo no Brasil ainda dá votos principalmente da classe religiosa.

  6. A não percepção da nossa natureza leva-nos a equívocos como achar que existe o “bem e o “mal, o “bom” e o “mau” , a perfeição, como é muito bem explorado e prometido pelas religiões ou ideologias, por seus líderes e sacerdotes, para transformar-nos em suas presas, seus escravos.

    Poucos são os realistas, os céticos, que conseguem enxergar a realidade verdadeira e não a produzida pela mente humana, com suas narrativas fantasiosas, que servem para nos enganar, com as das ideologias ou religiões políticas.

    Vão por aí, meus caros. É o começo para se livrarem de transtornos e outras inconveniências ou ilusões , que nos desconectam da realidade, tornando-nos objetos desgovernados por forças que desconhecemos.

    Enfim, coloquem na cabeça que a perfeição não existe. Existe sim o pior e o menos pior e isto se percebe pelos resultados econômicos de um país, cujas causas estão na ideologia que seus lideres que a escolheram para nos governar.

    Os fatos mostram, que o esquerdismo é nefasto com sua religião política conhecida por socialista. Não que, os que são contra ela são perfeitos, mas pelos resultados, é um caminho MENOS PIOR.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *