Secretários do governo de Brasília também envolvidos com Cachoeira

O Correio Braziliense revela que investigações da Polícia Federal apontam um possível envolvimento de dois secretários do Governo do Distrito Federal com o bicheiro Carlinhos Cachoeira, preso desde o fim de fevereiro em Mossoró (RN) por comandar um esquema de exploração de jogos ilegais e de corrupção.

Gravações telefônicas feitas durante a Operação Monte Carlo revelam que os secretários de Governo, Paulo Tadeu, e de Saúde, Rafael Barbosa, se reuniram em abril do ano passado com o braço direito de Cachoeira, Cláudio Abreu.

Denúncia publicada pelo site da revista Veja sugere que os secretários desejavam se aproximar do contraventor. A gravação, feita pela PF, mostra que Cláudio conversou com Cachoeira por telefone durante o jantar ocorrido em Brasília, ocasião em que relatou que Tadeu e Barbosa queriam se “enturmar” com o bicheiro.

Cláudio Abreu se apresentava como diretor da Delta Construções, empresa que mantém um contrato de coleta de lixo com o governo do Distrito Federal e é a empreiteira favorita do governo federal e do governo do Estado do Rio de Janeiro.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *