Senado agiu acertadamente, ao enfiar os jabutis trabalhistas na toca de Lorenzoni e Guedes

Acordo de Onyx Lorenzoni com Procuradoria deve elevar multa por caixa dois  - 15/08/2020 - Poder - Folha

Onyx Lorenzoni tentou manipular os senadores e se deu mal

Vicente Limongi Netto

Como de hábito, ardiloso, entedioso e tendencioso, o ministro Onyx Lorenzoni (Correio Braziliense- 4/9) afirmou que “o senado não compreendeu a Medida Provisória”, que trata de programas trabalhistas, e derrotou a iniciativa do governo. O arrogante titular da pasta do Trabalho e Previdência disse que viu o resultado com “tristeza e indignação”.

Porém, nessa linha, o editorial do “Estadão”(3/9) faz duras críticas à MP: “A derrubada do monstrengo em que se tornou a MP 1.045, pelo Senado, sem dúvida, representa mais uma derrota para o governo do presidente Jair Bolsonaro. Mostra que a articulação politica do presidente ainda está muito distante de algo minimamente coeso e organizado.

Acentua o editorial: “Também ilustra muito bem a crise de confiança mútua que se instalou entre as duas Casas Legislativas”. O editorial admite que a proposta tinha bons propósitos. Porém, membros do próprio governo federal, como os ministros Paulo Guedes e Onyx Lorenzoni,  começaram a inserir seus “jabutis” no texto original.

PERPLEXIDADES – Os seres humanos e suas múltiplas perplexidades. De alegrias que encantam corações, tornando a vida mais fácil, diante dos problemas e obstáculos, e barbaridades que embrutecem o espírito. Dois exemplos: palmas para os dignos e valorosos atletas paraolímpicos, que trouxeram 71 medalhas de Tóquio, orgulhando o Brasil e os brasileiros.

Repúdio aos políticos que deslustram a atividade pública. Semeiam ordinarices, insultos, desaforos, ameaças e pantomimas intoleráveis.

PROJETOS LUNÁTICOS – A tal deputada bolsonanta Bia Kicis, que pregava a volta das urnas impressas, agora pretende acabar com o Tribunal Superior Eleitoral e a Justiça Eleitoral. E o deputado Vitor Hugo, também bolsonarauta, é autor de projeto para tirar dos governadores o comando das Policias Militares que passariam a ser comandados por Bolsonaro e milicianos. 

Os vencedores atletas paraolimpicos merecem ser recebido com aplausos e flores. Já os nefastos Bia Kicis e Vitor Hugo, fantoches de Bolsonaro, precisam, urgente, passar bom tempo em manicômio, até obterem recuperação total.

O DONO DA BOLA – Depois de driblada no aeroporto pelos argentinos, a atrapalhada e desnorteada Anvisa resolveu entrar em campo uniformizada de dona da verdade. O presidente da entidade, vice-almirante Antônio Barra Torres, literalmente barrou o jogo. Assumiu o timão e o papelão. Deleitou-se com seus 15 minutos de fama. Mais do que merecia.

 Os  autofalantes do estádio do Corinthians anunciaram as substituições, diante da perplexidade geral: saem Messi e Neymar, entra o perna-de-pau, Antônio Barra Torres, um brasileiro raro, que odeia futebol.

3 thoughts on “Senado agiu acertadamente, ao enfiar os jabutis trabalhistas na toca de Lorenzoni e Guedes

  1. Vicente, nem Freud conseguiria descrever o comportamento agressivo, pedante e impatriotico da Bia e do Hugo, que se elegeram na onda insana do falso Mito.
    É seguramente, o pior Congresso da história do Brasil, me desculpe, o Senhor Diretas, Ulisses Guimarães, que dizia, que o próximo sempre era pior. Esse de agora será insuperável, pela bizarrice e por colocar o país a beira do abismo. A pátria não merecia isso que está aí.
    Guedes e Lorenzoni podem se dar as mãos e os pés, unidos na missão de escravizar por completo, a classe trabalhadora ao suprimirem seus mais elementares direitos. Com eles, titulares da Economia e do Trabalho e Previdência Social, os trabalhadores, mal terão o direito de fazer as três refeições diárias. Em três anos de massacre do povo, aumentou absurdamente a população de rua, dormindo nas marquises e embaixo dos viadutos. Pelo menos, é o que observo, aqui no Rio de Janeiro.

  2. Decisão mais justa que deveria ser tomada pela FIFA, no triste episódio do jogo cancelado pela carteirada da ANVISA.: Considerar as 2 seleções perdedoras. NEM UM MISERO PONTO TANTO AO BRASIL COMO A ARGENTINA.
    Ao primeiro como castigo por ter um governp ridiculo que tem um presidente que é o primeiro a descumprir as normas sanitarias e que num acesso de autoritarismo resolve enfim “mostrar sua autoridade” da forma mais ridicula possivel.
    E aos argentinos por praticar falsidade ideologica fazendo afirmações mentirosas aos orgãos de vigilancia sanitaria.
    AS 2 SELEÇÕES MERECEM SER PUNIDAS1

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *