Sepultado sem honras o partido politico que jamais deveria ter nascido

Um apelo cidadão contra a aliança dos matadores - 29/11/2019 ...

Tiro no pé! Logotipo foi feito com cartuchos já usados

Vicente Limongi Netto

Era uma vez um menino raquítico, que sonhava ser político famoso. Tinha planos de correr o Brasil e o mundo, levando esperanças aos brasileiros. O menino sonhador cresceu marrento. Gênio difícil. Via inimigos em todo canto. Antigos aliados em debandada. Levado pelo surrealismo, nosso intrépido patriota decidiu tornar-se partido político. Achava que, assim, seria mais respeitado.

O tempo passou e o futuro partido não saiu do lugar. Uma brigalhada infernal. Até que a Justiça Eleitoral cansou de esperar por resultados. Teve o desprazer de comunicar ao chefe da nação que o partido não saiu do papel.

O tal partido Aliança morreu de inanição. Foi enterrado discretamente, sem honras nacionais, trombetas ou velas. No túmulo dos políticos açodados que acabam ficando sem o mel e a cabaça. Qualquer semelhança com o presidente do Brasil é forte coincidência.

GRATO, JESUS – Foi ótimo, Jorge Jesus. Teu belo e vitorioso trabalho engrandeceu o Flamengo e o futebol brasileiro.  O legado profissional do treinador português ficará para sempre na memória e na saudade dos torcedores. Trabalhou um ano no Mengo e conquistou cinco títulos. A proposta do Benfica é irrecusável. Muitos zeros parceiros de euros. Seja feliz. Você merece os louvores dos deuses do futebol.

Creio que Wanderley Luxemburgo é o mais qualificado treinador para o lugar de Jesus. Embora começando excelente trabalho no Palmeiras, onde também dispõe de bom elenco, duvido que Luxa não estudará uma proposta com carinho caso venha a ser sondado pelos dirigentes do Flamengo. O cofre do novo campeão carioca está cheio.  

HÁ UM ANO… – Agora, vamos relembrar um texto que escrevi há um ano, prevendo uma situação que se concretizou:

O general Luiz Eduardo Ramos encontrará dificuldades para desempenhar, com sucesso, a função de interlocutor do governo junto ao Congresso Nacional. O cargo é espinhoso. Sem tréguas.  Para profissionais de alto coturno. Equivale a moer o corpo e a mente. Diariamente. Dormir com o celular ligado. Sonhando com deputados e senadores. E cara alegre.

O fato do general Ramos ter sido assessor parlamentar do Exército pouco significa. Ou quase nada. O general tem que se prevenir. Cuidar da mente e do corpo. Respirar fundo. Ajustar as solas dos sapatos. Tomar café reforçado. Guaraná em pó com mel e limão. Garapa de rapadura com açaí e banana. Beijar os netos antes de sair e orar para merecer a força de Deus.

14 thoughts on “Sepultado sem honras o partido politico que jamais deveria ter nascido

  1. Um, dois, três, quatro, cinco, mil, queremos que a ditadura… TREMEI, militarismo e partidarismo, politiqueiro$, e seus tentáculos, velhaco$. Como carro-chefe da política, vossos dias estão contados, vocês não estão mais sozinhos no jogo político, ainda estão com a bola nos pés, mas já não são mais os donos dela. A Democracia Direta, com Meritocracia, a Terceira Via de Verdade, agora já entrou em estado de alerta máximo, está de olhos vivos e abertos em vocês, em todos os vossos passos, e, a qualquer momento, irá acuá-los, à moda xeque-mate, para fazermos, juntos, a maior transformação política da história do nosso Brasilzão, de modo a torná-lo a Pátria Grande, a Nova Europa, melhor para todos e todas, porque somos todos irmãos, perdemos a crença em vocês, nas suas fake news, mentiras e enganações, e ademais não queremos ser transformados numa Brazuela ou Haitibras que é ´para onde vocês estão levando o nosso Brasil, com a vossa nefasta guerra do “quanto pior, melhor” por dinheiro, poder, vantagens e privilégios, sem limite$, com todos os bônus para vocês e o povo que se danando com os ônus. https://www.uol.com.br/esporte/videos/2020/07/18/documentario-mostra-como-torcidas-organizadas-lideraram-protestos-contra-bolsonaro.htm?fbclid=IwAR1gswButMpvF8xmsACivPnB_1RPYPGnRT0fLBZybsuvC4UlWihVlGlsWgA

  2. A vantagem de ficar sem Partido, qual vive Bolsonaro agora, é que o cara não recebe o rótulo de Partido Politico, ou tampouco, de Político Partido.
    Quanto ao sepultamento sem honras, deve ter sido porque todos sabiam que Bolsonaro ia ao enterro; e como ele está acometido por Covid-19, e não usa máscara, os demais “alianças partidas” não quiseram arriscar.
    A verdadeira Aliança pelo Brasil, não é a que permanece no dedo; mas aquela que sai do dedo, no dia da votação!

    • Caro Vicente Limongi Netto,segundo notícias aqui dos pampas, Renato Gaúcho é novo treinador do Flamengo..
      fonte: Band-RS,Serginho Boas,Marco A.Pereira,e outros da equipe.

      O Grêmio, já está a procura de um treinador, são citados Roger ex. Grêmio; Mano Menezes; Celso Roth.

      No mais,as observações politicas estão corretíssima.
      sds…

  3. Caro e atento Luiz, Renato é ótima escolha. Evoluiu bastante como técnico. Faz bom trabalho no Grêmio. Futebol vistoso e ousado. Depois que sugerir Luxemburgo, soube que ele danou-se em críticas ao Jorge Jesus. Bronca antiga e tola, porque Jesus veio de fora. Mas aos poucos mostrou-se competente. Saúde, abs.

  4. Falta qualidade e conhecimento a maioria dos brasileiros, até mesmo, dos que palpitam.
    No Brasil temos muitos partidos. Em quase todos países, tem muitos partidos.
    O problema é que aqui eles, mesmo não sendo nada, recebem dinheiro público! E calamos.
    Poderíamos ter meia dúzia, mas a legislação e os ditos “grupos sociais” conseguem deformar tudo.
    O( aviso principal deve ter sido lido somente pelos, diretamente, interessados: o grupo que manda!
    Qual aviso? Alguém que se elegeu cm 57 milhões de votos, com estruturas nas mãos e cercado de milhões de fanáticos, fracassar na coleta de assinaturas?
    Não conseguir, com as facilidades de hoje, pegar somente 500 mil assinaturas é um fracasso!
    Aqui está a prova provada da perda de milhões de seguidores. Acendeu o sinal amarelo! Cuidado com o vermelho!
    Fallavena

  5. Sobre o Flamengo, Deus me livre Luxemburgo!
    Não casa nenhum pouco com o estilo até então adotado…
    O Flamengo tem dinheiro para buscar treinador mais atual.
    E nada de nomes como Rogério Ceni, Renato Gaúcho etc!
    Tem Miguel Ramirez, Marcelo Gallardo… ou até mesmo prefiro o auxiliar técnico do JJ., o João de Deus.

  6. O Brasil é tão errado que tem dezenas de partidos políticos, enquanto que na exploração de setores como telefonia, bancário etc o que vemos é uma concentração nas mãos de poucos (justamente onde deveria haver competição)

  7. Era para ser estado mínimo (né?) e isso não representa a face do liberalismo…
    O estado se metendo e alterando o mercado e contratos em andamento.

    • Que transmissões pobres as feitas pelos clubes!
      E mesmo a feita pelo SBT, broxante… uma apresentadora de programa policial e como comentarista um jogador que não brilhou – apenas soltou faísca e se envolveu numa transação que lhe custou e ficou pichado

Deixe uma resposta para Antonio Fallavena Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *