Ser ou não ser? – o enigma mostra que Barbosa é, antes de tudo, um chato

Imagem relacionada

Barbosa é imaturo e esnoba a política

Carlos Newton

Não há dúvida de que Joaquim Barbosa tem grandes possibilidades de chegar à Presidência da República. Ao contrário do que se costuma dizer, sua maior chance não surgiu em 2014, quando recusou a candidatura. Naquela época, ele teria de se defrontar com a enorme popularidade do ex-presidente da República Lula da Silva, que escolhia quem bem entendesse, conforme ficou provado em São Paulo na eleição do prefeito Fernando Haddad, em 2012, e depois na reeleição de Dilma Rousseff em 2014, contra um Aécio Neves ainda imaculado e turbinado pelo apoio de Marina Silva.

Se tivesse sido candidato na eleição passada, possivelmente Joaquim Barbosa seria derrotado ainda no primeiro turno. Mas quatro anos se passaram, Dilma e Aécio estão fora do baralho e Lula não é mais o mesmo e em 2016 não conseguiu reeleger Fernando Haddad, que nem chegou ao segundo turno em São Paulo.

CHEGOU A HORA – Quatro anos depois, os astros estão favoráveis à eleição de Barbosa. Tem um currículo admirável e baixa rejeição. Sua candidatura pelo PSB pode ganhar apoio de outros partidos, como o PPS, e ampliar seu espaço no horário gratuito. Além disso, tem condições de se tornar o primeiro presidente negro em um país em que a maioria da população é afrodescendente  – e não adianta citar Nilo Peçanha, pois ele jamais foi nem poderia ser considerado negro.

Pessoalmente, confesso que me sinto atraído para votar em Barbosa, porque está na hora de termos um presidente negro, especialmente quando se trata de um vencedor, que ultrapassou sozinho a barreira da pobreza e se transformou num cidadão verdadeiramente emérito, um orgulho da cidadania.

Mas é preciso reconhecer que o maior problema é o próprio Joaquim Barbosa. Eu votaria, sem titubear, no geógrafo Milton Santos, orgulho da brasilidade, mas tenho dúvidas em relação a Barbosa.

HAMLETIANO – Ao invés de já estar detonando sua campanha e percorrendo o Brasil, para dizer as verdades que todos precisam ouvir, Joaquim Barbosa refuga no “ser ou não ser”, fica hamletianamente indeciso, não assume a liderança que está vaga, o cavalo presidencial passa encilhado e ele não monta…

Na quinta-feira, dia 19, ao chegar para mais uma reunião com a cúpula do PSB, Barbosa foi abordado pela secretária nacional do movimento Negritude Socialista Brasileira, Valneide Nascimento, que queria lhe apresentar um “material feito em sua homenagem”. Mas ele, infantilmente, a ignorou. “Tenho um horário”, alegou em um tom formal e entrou no prédio.

Qualquer político teria beijado a militante, recebido o material e agradecido, mas Barbosa parece superior, não gosta de se misturar com a plebe.

SEM VALIDADE – Com essa falta de jogo de cintura, Barbosa pode até atingir a Presidência, mas será um desastre pior do que Dilma Rousseff. Seu prazo de validade acabará rapidamente, o Congresso lhe voltará as costas, ele ficará falando sozinho, esta é a realidade que ameaça qualquer ídolo messiânico e também serve para definir os riscos da eleição de Jair Bolsonaro.

Seja quem for, o futuro presidente precisa ter diálogo com o Legislativo e o Judiciário. É obrigatório respeitar as regras democráticas, apresentar uma plataforma de governo que funcione na prática. Por enquanto, isso não existe. Só saberemos o que pretende cada candidato quando começar a campanha. Aí poderemos escolher o menos enganador.

###
P.S.Ontem, escrevi aqui sobre meu amigo Nelson Pereira dos Santos e esqueci de dizer que ele era marxista, como eu. Foi na sede da empresa dele, a Regina Filmes, que fiquei sabendo do lançamento  da revista “Novos Rumos”, editada pelo PCB na década de 80, quando a ditadura se esvaia. Agora, Nelson vai se encontrar com nossos amigos João Saldanha, Ferreira Gullar, Ivan Alves, Oscar Niemeyer e tantos outros que sonhavam com um mundo melhor. E eu estou ficando cada vez mais sozinho. (C.N.) 

56 thoughts on “Ser ou não ser? – o enigma mostra que Barbosa é, antes de tudo, um chato

  1. Prezado Carlos Newton, espero que esse tal “mundo melhor” realmente exista e seja lá no andar de cima para onde Nelson foi levado porque aqui , INFELIZMENTE, está cada dia pior. O ser humano de hoje em dia parece que só regride em termos morais (principalmente), culturais e socio-ambientais. A sexta extinção em massa da terra já começou e nós somos os culpados. Abraços, Perez

  2. O Barbosa vai ter que explicar, principalmente, a proteção dada ao Lula enquanto ministro do Supremo. Como se diz, esta vai ser uma eleição dos demônios e quem tiver telhado frágil que trate de se proteger.

  3. Barbosa poderia levar esta eleição facilmente porque não é político!

    Em compensação, além de ser um chato como diz o artigo de Newton, o ex-presidente do STF jamais se interessou em se aproximar do povo.

    Como ministro era natural o seu distanciamento, pois era um magistrado, mas a partir do momento que se filiou a um partido, a sua iniciativa seria buscar esta aproximação, e sentir o que o povo quer e precisa.

    Mantendo esse abismo com a população, Barbosa não chegará ao segundo turno, sendo mais um candidato que perdeu o trem da história em 2014, que tenta correr atrás e jamais conseguirá lograr êxito na sua intenção de buscar o tempo perdido.

  4. Votar em alguém porque ele é negro é um erro colossal. Cor de pele não credencia nem descredencia um candidato.
    Barbosa se eleito renunciará antes da metade do mandato.
    Mudando de assunto mas ainda no artigo, Oscar Niemayer não sonhava com um mundo melhor mas com a sua conta bancária mais gorda. Dos pseudo comunistas foi um dos mais capitalistas.
    Lembro-me de um projeto seu, entre tantos polêmicos, em que varios moradores teriam de ser remanejados e ele como bom comunista e preocupado com o social ignorou a todos e disse que iria continuar com seu projeto. Como tantos comunistas foi apenas um grande farsante.
    Entendo que comunistas e capitalistas têm um único objetivo que é o dinheiro alheio. A diferença entre ambos é tão somente que o capitalista ainda empreende alguma coisa, um pouco que seja e assim até gera algum emprego e renda, já os comunistas, estes só querem mais e mais dinheiro e não empreendem nem geram nada.

    • Marcos, tendo a concordar quase 100% com o que você disse.

      Até poderia achar que os comunistas podem ter boal alma. Mas, de boas intenções o inferno está cheio.

      Esses “comunistas” citados são a chamada esquerda festiva.

      No entanto, em minha visão, apesar dos pesares, creio que alguns conceitos do comunismo são úteis, embora o comunismo no geral, na minha humilde visão, contrarie a natureza humana. A natureza humana é vencer, é conquistar, é crescer. O comunismo pretende um teto às ambições, engessa os propósitos individuais em nome de uma coletividade ideal ou idealizada.

      Na verdade, por outro lado, não sabemos ao certo como funciona o comunismo. Nenhum país do mundo o pôs em prática. Apenas justificam suas atitudes com base num pseudo comunismo.

      Mas, só para ficar num exemplo, no sistema econômico que vige no Brasil, está na cara que é inadmissível existirem apenas três bancos, fora os estatais: Itaú, Bradesco e Santander. O mais razoável seria haver uma limitação dessa acumulação de riqueza, tendo em mente que a estruturação do sistema bancário de um país é fundamental para o desenvolvimento da nação.

      Com esses únicos três bancos e mais ministros da Fazenda, presidentes de Banco Central etc., todos vinculados à manutenção do status quo, não há possibilidade de um verdadeiro progresso econômico.

      Deve-se lembrar, é um dos fundamentos da Economia, que o poder multiplicador dos bancos é uma realidade. Mil reais depositados em um banco têm o poder de se transformarem em 10 mil, porque o banco não precisa entregar, materialmente, esse dinheiro àquele que solicita um empréstimo, por exemplo. Tudo é na base do papel. Esses papéis multiplicam os depósitos bancários. E é bom que seja assim. Ou melhor: pode ser bom. Será benéfico se essa multiplicação ocorrer em prol da coletividade.

      Mas não é o que acontece no Brasil. Tal poder multiplicador é revertido para os próprios bancos, em detrimento da população. Basta se ver as taxas de juros que cobram, impunemente.

      Então, uma certa dose de “comunismo” – talvez mal empregada a palavra aqui -, seria útil para aplicação ao sistema financeiro nacional.

  5. “… Barbosa foi abordado pela secretária nacional do movimento Negritude Socialista Brasileira, Valneide Nascimento, que queria lhe apresentar um “material feito em sua homenagem”> sim, pode ter sido um ato falho; ocorre que nesse brasil ABUNDAM ong’s, representantes de negros, índios, mendigos…que sequer sabemos quem quer fazer o quê por quem…

  6. 1) Licença…

    2) TI = Texto Importante

    Chico Xavier

    Em tudo o que ames
    Deus te conduza

    Com quem vivas
    Deus te aperfeiçoes

    No que saibas
    Deus te aproveite

    Onde fales
    Deus te inspire

    No que faças
    Deus te esclareça

    Em tudo o que peças
    Deus te dê o melhor.

    • Perfil de um petista de primeira categoria. Agora, sabemos quem o demo nomeou para ser o candidato no lugar do Lula: Joaquim Barbosa aquele que nunca foi e acabou “fondo”.

    • Caramba!!!!! BOMBA BOMBA BOMBA!!!!!!! Joaquim Barbosa Batia na mulher????? Candidato de esquerda??????? xiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii…….

      Podemos começar agora um listinha rascunho que vai certamente fazer Joaquim Barbosa (vou chamá-lo de Anakin Barbosa pois o homem é mau às pampas) perder muito ponto.

      1) Batia na mulher

      2) Não comparece para trabalhar

      3) Anda com a tchuma arruaceira de Boulos, mas inexplicavelmente…

      4) …É fã ardoroso de BOLSONARO, tanto é que em seu voto na Ação Penal 470, fez questão de elogiar rasgadamente o capitão, deixando isso consignado expressamente em seu voto!!! (Nunca antes na história houve uma menção honrosa a um parlamentar vindo de um Ministro do STF.)

      Ao longo do ano essa listinha vai aumentar, certamente.

  7. Joaquim Barbosa esta mais para o enigma da esfinge, na base do “decifra-me, ou te devoro”.
    Alem de ser o “condutor da ação penal 470” popularmente conhecida por “mensalão” nada mais se sabe das aptidões deste cidadão.
    Dizem ser um homem culto, poliglota e cosmopolita.
    Nunca foi candidato a nada, chegou ao STF, dizem, pela condição racial, quando o lula em seus delírios, queria nomear para os cargos mais vistosos da república, representantes das camadas mais desfavorecidas da sociedade.
    O ex-ministro não tem qualquer experiência política, se eleito, vai entrar num pântano, com o qual não tem qualquer afinidade.
    Acreditamos que seja um homem honesto e bem intencionado, porém só isto não basta, até porque teria que governar com muitos dos que já estão por ai e que são figurinhas carimbadas.
    Ele não poderá trazer para o governo um time de inexperientes, seria um desastre total.
    Já conhecemos como funciona um governo baseado no improviso causado pelo desconhecimento de como são ou devem ser os relacionamentos políticos, assim como foi a administração da ex-presidente Dilma Roussef.
    O aprendizado político, demanda tempo e enquanto o presidente aprende a governar, o pais praticamente para.
    Joaquim Barbosa, se for de sua vontade entrar na política, tem que começar pelo legislativo, onde poderá ter talvez bem mais utilidade que na presidência da república.
    Se for considerado apenas uma vacina contra o Bolsonaro, acho que não chegará a conferir “imunidade” aos que defendem a sua candidatura, porque não tem cacife eleitoral e apenas a sua condição racial, não assegura a aceitação popular.

  8. Seria oportuno ouvir do nosso Carlos Newton o comportamento de sua excelência Joaquim Barbosa, quando presidente do STF, em relação a ação de indenização devida ao jornal Tribuna da Imprensa.

    • Bem lembrado, amigo Sérgio A. Rocha.

      Neste episódio Joaquim Barbosa foi um fraco, sentou em cima do processo, embora desde o início Helio Fernandes tivesse apoiado Lula em 2002.

      Helio foi o jornalista mais perseguido do Brasil contemporâneo, até hoje não recebeu um tostão do processo que iniciou há cerca de 40 anos. Se a Tribuna da Imprensa tivesse recebido a justa indenização por ter sofrido censura prévia durante 10 anos, o jornal estaria circulando até hoje.

      Forte abraço,
      CN

  9. A nosso ver, o Ministro JOAQUIM BARBOSA.(63) PSB está na fase de medir a sua força Política, e regateia com o Partido , outros Partidos e o Sistema.
    Para não ser um Candidato “ simples Pau Mandado” do Partido ele tem que agir assim e até lá pelas tantas ameacar Renunciar, etc.
    Me lembra um pouco as difíceis negociações da UDN com JÂNIO QUADROS na década de 60’.

    Dr. BARBOSA sabe que ainda não é Candidato do Sistema. (Também chamado Mercado), assim como ainda não são, Dep. Fed. BOLSONARO, Gov. ALKIMIN, por isso esse bombardeio sobre Sen. AÉCIO NEVES e agora ao próprio Gov. ALKIMIN, nem Sen. MARINA SILVA, etc. Lógico, os Candidatos de Esquerda, Gov CIRO GOMES, a meu ver o mais preparado Técnicamente, e o Presidente LULA que negociou com sucesso o apoio do Sistema com a Carta aos Brasieiros, mas que agora está Vetado pelo Sistema e na Cadeia. Então os Candidatos de Esquerda , inclusive o Presidente LULA, nenhum terá o apoio do Sistema.
    Lógico, o Ministro MEIRELLES, a meu ver o melhor Administrador do Brasil, embora seja da Filosofia Liberal Laissez-Faire, tem todo o apoio do Sistema, mas o Sistema sabe que ele por ser Liberal Laissez-Faire não tem a mínima chance de ganhar.

    Por isso me alinho com a dica de nosso Colega Sr. ANTÔNIO SANTOS AQUINO que dias atrás acha que o verdadeiro Candidato do Sistema, aquele que engloba 90% do Capital Internacional, Nacional, Rede Globo, etc, ainda não apareceu em cena.
    Pessoalmente acho que seria o Dr. SÉRGIO MORO, lançado em Agosto/2017.
    Vamos aguardar.

    • O Moro, com certeza não sai candidato. Poderia até tentar o senado mas é muito inteligente para não cair numa arapuca tão medíocre de ser candidato a presidente. Estaria dando um caminhão de argumentos aos mortadelas e jogaria fora tudo o que construiu. O candidato que ainda está por vir se chama Luciano Hulk e por isto ele continuou como apresentador da Globo. Vai ficar lá por todo o tempo possível pois não existe melhor horário eleitoral ou vitrine para um candidato do que estar na telinha da Globo.

      • Paulo2,

        Concordo plenamente contigo quanto ao Juiz Moro!

        Se ele se candidatasse agora à presidência, meio Brasil lhe cairia nas costas com todas as forças possíveis e imagináveis!

        Certamente Moro não cometerá esta tolice.

        Um abraço.
        Saúde e paz.

  10. Idem para Marina da Silva e o Bolsonaro; a diferença é a disposição de “encarar” e aí é que vemos a diferença no Bolsonaro; se o congresso não quiser deixar ele governar, irá por Bem ou por Mal, mas que irá a isto irá.
    Esta é minha visão.
    E mais, todos iniciando pelo povão, vendo o que estará acontecendo, apoiara a operação “A Cobra Vai Fumar”.

  11. Perdão da modestia. O único q. defendeu Joaquim Barbosa,a época do mensalao,foi este escriba.
    Os demais,eram contra o ministro negro,grosso e de pouca cultura jurídica. Não esqueço do comentarista Carlos Jesus,(Jeová) ,outro Baiano MP.etc..
    Metia Pau,todos os no Min.Joaquim.

    Agora imputar ao Min. Proteção a Lula, é ignorante,oooou age de má fé.
    Na inicial,não constava o nome do Lula,os indicios apontava para Marcos Valério e Zé Dirceu o butoox cubano.
    Esses “2” individuos jamais dedaram o Lula.
    Chegaram ao Lula qd. chegou a vez dos “empresários”.

  12. No meu ponto de vista.,4 fatos pensam contra Min.
    Joaquim Barbosa.
    Sua aposentadoria precoce.(não explicada plausivelmente).
    Ser contra voto impresso.
    Ser contra a prisão na segunda instância.

    Ah..ficar com o processo do mestre Hélio Fernandes,dormindo nas prateleiras dos descasos.

  13. Um candidato sem experiência parlamentar seria um desastre como Dilma. Min Barbosa por ser negro? Já tivemos a cota mulher. Então pela lógica o próximo teria que ser gay assumido. Homossexual no armário temos aos montes em Brasília. De todos os presidenciáveis o melhor é Álvaro Dias. Foi um excelente governador. É conhece o funcionamento do congresso como poucos. Não falo do Senador Buarque pois este não tem carisma fora que defende arduamente a educação. Que não interessa as elites brasileiras

  14. Tenho admiração pelo Joaquim Barbosa, homem sério, honesto e conhecedor da Constituição e das leis, mas isso não lhe dá condições políticas para administrar o Brasil, ele não tem veia politica e política é para político que conhece os meandros do Congresso e do cargo de executivo, são dois fatores que dão base a um candidato para governar bem, e se tem credibilidade no que diz, e ainda, tem uma história política para ser analisado,
    Só a credibilidade dá garantia a uma promessa.

  15. Prefiro o Joaquim Barbosa. Vai ter dificuldade, vai sim. Mas vai fazer muita raiva nesse congresso e senado de ladrões. Bolsonaro é um risco, logo após ser eleito vai dar um golpe militar para se perpetuar na presidência, a exemplo do Hugo Chaves, e agora, Maduro.

  16. Quem bate em mulher merece é porrada, mesmo. Já pensou: um presidente com histórico de bater em mulher?
    Ah, mas o Bolsonaro é matador. O imbecil que disse isto ” não sabe” que o militar, entre outras coisas , é treinado , também, para matar SE NECESSÁRIO.
    TEM JEITO NÃO: Bolsonaro será nosso próximo presidente.

  17. Temos mais 4 anos perdidos pela frente gestao 2019-2022)…
    A nao ser que aconteça um milagre.
    Voce ainda acredita em milagre?

    Na Holanda, a partir de 2025, será proibido circulação de veículos movidos a petróleo…

    Há uma ‘bomba’ de ‘combustivel’ elétrico SIEMENS a cada 50 metros por tudo que e canto.

    A SIEME|NS desativou a distribuição de placas energia solar no Brasil no inicio do século 21?
    Vivemos de ‘ponta cabeça’ no hemisfério sul??

    Olha o atraso, Brasil…..

    • E como será a produção desta energia elétrica ?
      Existem estudos que apontam que a necessidade de produção de energia elétrica para substituir a energia fóssil será tão poluente quanto é a energia fóssil. Apenas mudará de endereço geográfico. A energia elétrica substituta à energia fóssil é uma opção, mas não necessariamente será a solução contra a poluição.

  18. Interessante Newton, eu pensei que Hélio tivesse feito acôrdo e recebido uma parte da indenização. Li em algum lugar que ele estava fazendo um acôrdo. Joaquim Barbosa possivelmente não teve tempo de ler todo o processo que já deveria ter uns 30 anos e milhares de páginas. Barbosa é bom lembrar quando ia completar 24 anos do processo de Collor ele pôs em pauta. Tenho uma outra teoria sobre a pseuda indecisão de Barbosa. Ele deve estar esperando o deslinde do problema Lula.

  19. Alguns comentários esparsos:

    Quanto ao Niemeyer, citado pelo Marco S., ele fez coisa pior: foi corresponsável por um dos maiores genocídios cometidos na história brasileira, junto com Juscelino Kubitschek, que agiu como um verdadeiro faraó construindo as pirâmides: os candangos anônimos que morreram como moscas em acidentes de trabalho na construção de Brasília e, sem parentes identificados, foram enterrados como indigentes.

    Sobre Hélio Fernandes a imagem que fiz dele era a de um lacerdista ferrenho, principalmente pelas leituras do Pasquim nas décadas de 70/80. Como Joaquim Barbosa é meu contemporâneo, talvez seja o mesmo caso.

    Na nota final o editor se declara marxista, o que demonstra honestidade intelectual e é extremamente revelador que num blog orientado por alguém de esquerda os adeptos do Bolsonaro tenham a mais ampla liberdade de se expressar e inclusive detonar com qualquer um que aparente a mínima simpatia por ideia supostamente aproximada que seja desse campo ideológico. Fazendo uma generalização mecanica, absurda, botando todo mundo no mesmo saco, como se o pensamento humano não tivesse nuances de ponto de vista e fosse possível enquadra-lo em compartimentos estanques.

    Quanto ao conteúdo do post propriamente, considero a análise do perfil do Barbosa perfeita. A postura errática no pós mensalão, a cintura dura em relação a política depõe contra. No caso desse desprezo pela militante do movimento negro, por exemplo, talvez seja porque ele saiba que tem muito oportunista nesse meio, mas não justifica: o mínimo que se espera de um candidato a presidente da república é educação e elegância no trato, demonstrando que será capaz de respeitar a liturgia do cargo, no futuro. Pode parecer mera formalidade, mas não é mesmo.

    • P. S.:

      – Quero dizer que essa deve ser a postura, intrínseca ao espírito democrático que deve nortear o presidente de um país republicano, que tem na democracia um valor universal.

  20. Joaquim Barbosa é um vagabundo. Quase nada fez no STF. Porém conseguiu os holofotes no processo do mensalão.

    E ele percebeu como a sua imagem se valorizava na época, e tudo fez para potencializar esse efeito.

    Comprovou a sua vagabundagem quando pediu para se aposentar muito jovem, no STF, já que a lei assim o permitia.

    Se fosse um magistrado realmente interessado em servir ao país, não teria se aposentado naquela época.

    Mas o Brasil é engraçado, e agora surgem defensores da sua candidatura à presidência. Talvez porque sejamos um povo sem memória.

    • Acho que isso se deve a carência que temos de candidatos com um perfil adequado a necessidade, com conteúdo programático, seriedade, responsabilidade, espírito público e capacidade de articulação. Consequência das práticas políticas dos partidos nos últimos anos, que excluíram da participação os verdadeiros cidadãos, com esse perfil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *