Sergio Cabral, o inconsequente, imprudente, incompetente, critica Dona Dilma no Diário Oficial

Helio Fernandes

Anteontem, dois episódios envolvendo Sergio Cabral, a presidente eleita e o PMDB, que ele pensa (?) que é o seu partido. Nem sabem o que dizem dele. Quando está presente, mais discretos. Ausente, todos às gargalhadas.

Terça-feira esteve com Dona Dilma, pediu que “gostaria que seu Secretário da Saúde, fosse nomeado Ministro da Saúde”. Como tem feito, até com pessoas amicíssimas e que terão lugar garantido no governo, Dilma não disse nada.

Cabralzinho saiu de Brasília, retumbando, “Sergio Cortes, meu Secretário de Saúde, foi convidado para Ministro da Saúde”. Todos publicaram, lógico, Dona Dilma ficou uma fera, nada do que o governador falou, acontecera.

Resultado: Sergio Cortes está sendo chamado de um novo personagem da novela Roque Santeiro, “que foi (ou era) sem nunca ter saído”.

Como age habitualmente, o governador pediu publicamente desculpas a Dona Dilma. Mas no Diário Oficial (primeira página) mandou publicar um texto criticando indiretamente a presidente eleita. Determinou que saísse enquanto estava na Argentina, podia dizer que não sabia de nada.

De qualquer maneira, mesmo sem esse comportamento ridículo e inacreditável de cabralzinho, Sergio Cortes não seria ministro. Motivo: está respondendo a tantos processos,  até criminais, que pode ser preso a qualquer momento.

Quanto ao PMDB, não precisava se desdizer. Ninguém liga para ele, repeliram sua atuação, da forma mais desprezível. Ah! Cabralzinho.

***

PS – logo depois do descuido do cidadão do Estado do Rio, votando nele, perdão, a força da máquina, cabralzinho, sem ninguém perguntar, declarou: “É o meu último cargo, não disputo mais eleição”.

PS2 – Puxa, porque não muda de intenção, preventivamente deixa o cargo? Cabralzinho daria alegria à coletividade do Rio, passaria o cargo ao Pezão, sem confusão com o outro.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *