Sergio Reis quer parar os caminhoneiros, mas a categoria nega e ironiza a atuação dele

Reis afirma que o movimento deve ocorrer nos três dias que antecedem o feriado de 7 de setembro

Categoria rejeita Sérgio Reis, que devia enfiar a viola no saco

Correio Braziliense
(Agência Estado)

Sob a liderança do cantor sertanejo e ex-deputado Sergio Reis, uma promessa de paralisação das atividades dos caminhoneiros ganhou força nas redes sociais neste domingo, 15. Pelas mensagens postadas, os profissionais deverão cruzar os braços em 7 de Setembro, Dia da Independência do Brasil, em um movimento que engrossaria outras manifestações públicas já programadas a favor do governo de Jair Bolsonaro.

 Lideranças dos caminhoneiros, no entanto, afirmam que o artista não os representa, e o Ministério da Infraestrutura, nos bastidores, não leva a mobilização a sério.

CONTRA O SUPREMO – Em um áudio e um vídeo atribuídos ao cantor e que circulam em grupos de WhatsApp e no Twitter, Sergio Reis convoca uma greve nacional de caminhoneiros para protestar contra os 11 ministros do Supremo Tribunal Federal (STF), um dos alvos de ataques do presidente, de quem o músico é aliado. Como se sabe, neste sábado, 14, por meio das redes sociais, Bolsonaro disse que apresentará ao Senado um pedido de impeachment dos ministros Alexandre de Moraes e Luis Roberto Barroso.

“Nós vamos parar 72 horas. Se não fizer nada, nas próximas 72 horas, ninguém anda no País, não vai ter nem caminhão para trazer feijão para vocês aqui dentro”, disse Reis em uma reunião, em Brasília, com representantes do agronegócio, sentado ao lado do presidente da Aprosoja, Antonio Galvan.

“Nada vai ser igual, nunca foi igual ao que vai acontecer em 7, 8, 9 e 10 de setembro, e se eles não obedecerem nosso pedido, eles vão ver como a cobra vai fumar, e ai do caminhoneiro que furar esse bloqueio”, ameaçou Reis no vídeo.

NINGUÉM CONFIRMA – O ex-deputado foi procurado pela reportagem, mas não quis se manifestar, tampouco confirmou se o áudio e o vídeo são mesmo de sua autoria. A assessoria do Republicanos também foi questionada, mas não respondeu às mensagens da reportagem.

Sergio Reis foi deputado federal pelo Republicanos, antigo PRB, entre 2015 e 2019. Fontes, no entanto, garantem que ele não representa o partido.

Em um dos áudios, o cantor sugere que o movimento conta com apoio financeiro para manter os manifestantes hospedados e alimentados em Brasília por mais de um mês. Seria uma forma de forçar os senadores a aprovarem o afastamento dos ministros do STF e o voto impresso.

MOBILIZAÇÃO AMPLA – O artista dá a entender que o presidente Jair Bolsonaro apoia o movimento. Nos vídeos, ele afirma ter chegado de Brasília, onde teria almoçado com Bolsonaro e participado de uma reunião com produtores de soja, além de integrantes do Ministério da Defesa e do Exército, Marinha e Aeronáutica. “Todos os fortes. São pessoas importantes que não tinha ideia do que estava sendo preparado pelos caminhoneiros”, disse.

Sergio Reis diz ainda que pretende se encontrar com o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), para apresentar uma “intimação”. Segundo ele, “não será um pedido, mas uma ordem”.

“Já entramos com pedido de o presidente do Senado nos receber no dia 8 de setembro, vou eu e dois líderes dos caminhoneiros, e dois líderes do sindicato da soja, para entregar a ele uma intimação, não é um pedido, é uma intimação, como se fosse um oficial de Justiça que fala ‘cumpra-se'”, disse o cantor.

AMEAÇA CLARA – “Enquanto o Senado não tomar essa posição que nós mandamos fazer, nós vamos ficar em Brasília e não saímos de lá até isso acontecer. Uma semana, dez dias, um mês e os caras bancando tudo, hotel e tudo, não gasta um tostão. E se em 30 dias eles não tirarem aqueles caras, nós vamos invadir, quebrar tudo e tirar os caras na marra.”

O ministério foi contatado para comentar a ameaça de paralisação, mas a assessoria informou que não se manifestaria sobre o tema. O Broadcast apurou que a preparação da paralisação, pelo menos por enquanto, não está sendo levada a sério pelo governo. Representantes da administração de Bolsonaro mantém diálogo direto e monitoram o ânimo da categoria constantemente.

Representantes dos caminhoneiros consultados pela reportagem negam a adesão ao movimento e rechaçam a participação em qualquer manifestação política.

LÍDERES IRONIZAM – “A grande maioria não vai participar, pelo menos dos nossos associados”, afirmou o presidente da Associação Nacional de Transporte do Brasil (ANTB), José Roberto Stringasci, ao Broadcast. Segundo ele, a entidade representa atualmente cerca de 45 mil motoristas autônomos.

Wallace Landim, o Chorão, presidente da Associação Brasileira dos Condutores de Veículos Automotores (Abrava), também negou o envolvimento. “Não nos envolvemos com política, nem a favor de governo ou contra governo, nem a favor ou contra o STF”, disse ele, em vídeo enviado ao Broadcast.

Chorão ainda mandou um recado direto para o cantor e ex-deputado. “Nosso saudoso, grandioso cantor Sergio Reis. O senhor, quando deputado federal, o senhor nunca subiu na tribuna para falar em nome dos caminhoneiros”, lembrou. Entre os projetos de sua autoria no site da Câmara, não há nenhum relacionado à atuação dos motoristas de caminhão.

22 thoughts on “Sergio Reis quer parar os caminhoneiros, mas a categoria nega e ironiza a atuação dele

  1. Ladeira abaixo!!
    O demônio tem prazer de desdenhar de todos. O link é uma nota de repúdio do Governo de Portugal pelo desrespeitoso tratamento dispensado pelo Satã ao Presidente português.

    É um belíssimo desgraçado!!!

    Se conseguir permanecer no Planalto, vamos sofrer muito, vai tripudiar da gente com sacanagens e maldades de todo tipo.

    Imaginem os filhos, também delinquentes, o que não vão aprontar.

    Ou metemos a famílicia na JAULA, ou estaremos perdidos como povo e como país.
    JL

    https://twitter.com/BlogdoNoblat/status/1427324090315120641?s=19

    • Bolsolixo não tem a noção do cargo de Presidente da República.
      O Presidente de Portugal é um gentleman.
      Ele e a famíglia adora passar por vexames.

  2. SÉRGIO MERREIS é um covarde como todo bolsonarista.

    Agora tá deprimido e passando mal.
    Sabe que se o bicho pegar pro lado dele, e for parar na JAULA,o Satã vai largar o imbecil sem pai nem mãe no meio da estrada.

    Toma distraído!!
    Agora aguenta!!!

    JL

    https://www.google.com/url?sa=t&source=web&rct=j&url=https://www.oantagonista.com/brasil/sergio-reis-esta-deprimido-apos-repercussao-negativa-de-video-diz-jornal/amp/&ved=2ahUKEwixzeD7k7byAhXbqZUCHQ2NAYcQlO8DKAB6BAgrEAE&usg=AOvVaw2xdntZyvErvO0v3ohFtspD&ampcf=1

  3. Tenho vergonha pelo mal estar do presidente de Portugal.
    Mas o coitado deveria ter se informado.
    Que eu saiba nenhum outro presidente europeu veio ao Brasil desde o golpe de 2016.
    Nem o Papa nos visitou mais.

  4. Com Adriano da Nóbrega assassinado como queima de arquivo BROXAnaro age na presidência da república como se fôra o chefe do Escritório do Crime narcomiliciano.

    A nata da nata do que há de mais reacionário no país tenta criar o caldo de cultura necessário para uma conflagração interna.

    Vivendo como sempre viveu solapando as estruturas de Estado a familícia Boçal teme o giro da roda.

    Obs. Como as eleições municipais passadas foram um verdadeiro fiasco, aliado à formação do partido “pra chamar de seu” que não saiu – e isso é só meio giro da roda! -, BROXAnaro continuará insistindo com seu discurso golpista – juntamente com seus comparsas -, única forma de não haver o suicídio político de de TODA a familícia.

  5. A Categoria dos caminhoneiros está firme nesse propósito, dia 7/Set. com Sérgio Reis. Qualquer informação fora disso é desespero da esquerda, da mídia bandida e dos idiotas úteis a serviço do comunismo em tentar minar essa grande manifestação democrática.
    Essa artimanha não cola.

    • Agora entendi.

      O dito apoio maciço dos camioneiros a uma greve a favor do Bolsonaro, e para aumentar com mais velocidade e intensidade os combustíveis.

      O burrice minha.

      Todos juntos, por maus aumentos.

      Tá pouco.

      Pode por que cabe mais, afinal todo mundo sabe como ópera o jumento.

      Quem tá acostumado fica feliz

  6. È nisso que dá considerar importante um careta que só fez na vida cantar modinha de boiadeiro. Mas o mal, dizem, foi uma queda de cavalo que lhe deixou em mau estado inté pra raciociná. Õ nheco, nheco, nheco.

  7. Não acredito que os caminhoneiros vão fazer coisa alguma para apoiar o Boçalnato, o presidente mais idiota que o Brasil já teve em toda a sua história. Se o fizerem, vão comer o pão que o diabo amassou !

  8. A vantagem de ter um amigo extrema direita radical, há 65anos, pelo tanto não descartável e um grupo Whats de ex-colegas contaminados pelo bolsovirus, é ficar ciente dos disparates que circulam nessa bolha insana.
    Recebi um áudio onde Sérgio Reis relata sua ida a Brasília, na quinta passada, narrando os detalhes de seu almoço com Bolsonaro, a reunião com os 40 maiores produtores de soja e seu plano de invadir Brasília com 500mil patriotas e como no dia 8 de setembro, irá ao congresso e “intimara” Rodrigo Pacheco a DWESTITUIR OS 11 NINISTROS DO STF, dando-lhe prazo de três dias para tal, sob pena de ter o congresso invadido e os parlamentares postos para fora, tudo isso, comandado por ele.
    O áudio é autentico e a conversa está firmemente contextualizada, da que se trata de um relato da viagem a uma colaboradora.
    Fazer o que? Prisão imediata e aguardar a defesa alegar insanidade mental e submete-lo a exame de Alzheimer.
    Já um outro áudio com texto informando que se trata da Ministra da Agricultura, este em tom panfletário, anuncia seu apoio à iniciativa de Sérgio Reis e os produtores rurais na tomada e fechamento do Congresso e do STF.
    Este caso é mais grave. Se comprovada a autenticidade do áudio, ela teria que ser denunciada pelo MP ao Supremo imediatamente, e ao Conselho de Ética da Câmara. Isso é ataque direto à democracia e tentativa de subversão da ordem pública por parte de uma deputada e ministra de Estado e não acontecendo nada, fica demostrado o estado de anarquia reinante no país.

    • Já passamos da anarquia faz tempo.

      O país está:

      ESCULHAMBADO!!

      Um forte abraço, torcendo por um país melhor e que a terceira via chegue logo com um dupla de gente decente.
      Que estejam longe da corrupção e sem o rabo preso com toda essa corja imprestável que está aí nos sacaneando até mais não poder, há trinta anos!

      José Luis

  9. Sou totalmente contra violência, mas tá chegando o momento de espancar esses Bolsominions mais extremistas. O que um cantor desse pensa que pode falar uma coisa dessas? Ele não aguenta um tapa e vem tirar onda…

Deixe um comentário para Cidadão Brasileiro Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *