Serra vence debate vago, mas assistido por 6 milhes

Pedro do Coutto

Sem dvida alguma, analisando-se serena e objetivamente o debate da Band na noite de quinta-feira, chegamos concluso de que Jos Serra levou a melhor, embora o confronto tenha sido vago, sem nmero expressivo de idias fortes e projetos concretos. O debate, bem conduzido por Ricardo Boechat, foi mais adjetivo que substantivo.

A audincia revelada pelo Ibope, de acordo com a reportagem de O Globo ontem, atingiu a mdia de 3 pontos, com pico mximo de 5% da audincia. ndice baixo, mas de qualquer forma reuniu no outro lado da tela cerca de 6 milhes de eleitores. Algum pode falar com 6 milhes de pessoas numa s noite? Impossvel. Da a importncia enorme da televiso.

Leitores naturalmente vo perguntar perguntam sempre como cheguei a seis milhes. Explico: o Brasil tem 58 milhes de domiclios. Trs por cento correspondem a quase um milho e 800 mil residncias. Com a taxa de 3,5 telespectadores por unidade, oscilamos em torno dos seis milhes a que me refiro. Porm esta outra questo, embora no menos importante do que o debate em si.

Jos Serra levou a melhor. Estava mais seguro, melhor informado, mais desenvolto, preocupado em mostrar que mais preparado que Dilma, o que a meu ver conseguiu, mas excessivamente cauteloso em no colidir com o presidente da Repblica. Chegou a elogiar a retomada do ritmo de empregos, a recuperao da indstria naval, o programa Luz Para Todos. Reconheceu a validade das cestas bsicas. Esteve bem, tambm, apesar de enfocar superficialmente, no tema essencial da reforma agrria.

Dilma Rousseff, tensa o tempo todo, talvez temendo perder votos no universo agrrio,procurou contornar a questo. Mas foi lgica ao rebater a proposta de Plnio Arruda Sampaio que deseja a desapropriao de terras acima de mil hectares. Uma utopia absoluta. Impossvel. Assistindo ao debate ao lado de Elena, minha mulher, me veio memria um artigo magistral do jornalista Paulo de Castro, em 72, quando qualificou o candidato democrata Casa Branca, McGovern, o candidato da Utopia. Levou um banho de Nixon. O Senador por Massachussetes anunciou que taxaria os salrios americanos superiores a 3 mi dlares mensais. Foi um desastre. Alcanou apenas 30% da votao. Perdeu em 49 dos 50 estados da Amrica do Norte.

Voltando ao debate de quinta-feira, pouco se pode dizer de Marina Silva, a no ser sua tica e sua elegncia, pois ela nada afirmou a respeito de coisa alguma. a candidata da Ecologia. S isso. Plnio Sampaio o candidato de uma revoluo que no vai haver. Dom Quixote contra os moinhos de vento, na noite da Bandeirantes.

Lamentavelmente o tema reforma agrria, um dos pontos fundamentais da luta sucessria de 1960 entre Jnio Quadros e o general Lott, h cinqenta anos, foi tocado genericamente. Nem o Estatuto da Terra, lei excelente produzida por Roberto Campos lei nmero 4540, de novembro de 64 foi lembrado como soluo. Conclui que a reforma agrria, de verdade, no interessa a ningum. Nem mesmo atravs de uma lei puramente capitalista como aquela. Um diploma legal do sculo 20. Mas os proprietrios de terras ainda permanecem no sculo 19.

Me impressionou a desinformao de Rousseff sobre o trabalho efetivo e a importncia das APAES. Confundiu recuperao de crianas com necessidades especiais com aes gerais de sade. Mas no final do confronto alcanou o objetivo a que se propunha: ampliar junto opinio pblica a informao de que ela a candidata de Lula. Come se dizia antes: discurso pode mudar opinio, mas no o voto. Vamos ver.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.