Sete notas sobre um caso

http://4.bp.blogspot.com/-3vRJkuzPAfc/UouYgMnafiI/AAAAAAAAqZQ/ssTLSQG4now/s320/Charge+mensaleiro+4.jpgJoo Gualberto Jr.

No d para escrever sobre outra coisa. o assunto da vez pelo menos desde 2005. Ento, seguem sete notas sobre a consumao de um escndalo se transitou em julgado est consumado, certo?

Primeira. J podem criar a Papuda Mvel. Os quatro deputados sentenciados vo responder no regime semiaberto. Genoino est licenciado e pode no voltar parlamentao. Mas os outros trs tm o direito de cumprir pena em uma instituio mais prxima do Eixo Monumental e do local de trabalho. Assim, podero, normalmente, participar das reunies de comisso e registrar presena em plenrio. O problema sero as sesses de quarta-feira, que costumam se estender noite adentro: preciso retornar carceragem at as 19h. Da que a van do sistema penitencirio do DF pode deixar o acesso da Chapelaria da Cmara l pelas 18h30. A situao tragicmica, mas iminente, j que as excelncias no votam a PEC sobre perda automtica de mandatos.

Segunda. Ou o julgamento estressou e extenuou tanto Joaquim Barbosa, ou ele tomou um dio supremo do caso. Ou as duas coisas. Mandar uma dzia para o xilindr no feriado deliberao de juiz enfezado. No houve concesso sequer para um derradeiro almoo de domingo com a famlia. E, pelo menos por um fim de semana, foi regime fechado para todo mundo at que se decida o destino de cada um. s favas com sentenas e as dosimetrias. Esse o presidente do nosso STF.

Terceira. Ah, se as paredes tivessem ouvidos… e tm. Quando Dirceu e Genoino embarcaram no Aeropapuda da PF, em So Paulo, e tiveram que dar carona a Valrio e sua ex-turma nas poltronas, como deve ter sido o dilogo? Ser que houve estmago e nimo para amabilidades do tipo: H quanto tempo! Como vo as coisas? E as crianas, esto bem?

Quarta. Mais cedo ou mais tarde, o Ministrio da Justia e o Itamaraty teriam que se deparar com a fatura do caso Battisti em suas portas. Como pedir Itlia, de um modo eficiente e quase implorando perdo, que extradite Pizzolato. Da forma como o governo italiano se empenhou para levar o ex-terrorista de esquerda, talvez possa se ressentir, agora, de praticar uma diplomacia isenta e tcnica.

Quinta. Presos de cabea e braos erguidos e pela porta da frente? Como algum pode ser preso poltico se a priso foi executada por uma corporao que tem como chefe suprema uma correligionria? Como, se a condenao foi deliberada por magistrados que o prprio partido indicou? aquele negcio: enquanto existir claque, a lona do circo estar de p. E o detalhe de Lula ligar e afirmar para a companheirada estamos juntos? Que gesto bonito de solidariedade!

Sexta. Nem o caso, nem o PT, nem o Brasil carecem de um mrtir. Genoino cardiopata e deve ser mandado para casa.

Stima. Os envolvidos no valerioduto tucano (ou mensalo mineiro) que coloquem as barbas de molho, pois a ressaca vai ser brava. O silncio no PSDB acusa. (transcrito de O Tempo)

2 thoughts on “Sete notas sobre um caso

  1. Mais uma nota de um dos defensores dos bandidos. Sim, Dirceu e companhia so bandidos. Pois, com tudo o que fizeram, e como todos os polticos e homens pblicos que roubam a nao, apenas contribuem para aumentar a misria e a violncia. Enquanto a sade pblica no Brasil, desce a ladeira e mata muito mais que os acidentes climticos asiticos os bandidos brasileiros continuam a ser protejidos por uma imprensa chapa branca que vive do dinheiro pblico o qual foi desviado da sade, educao e das obras to necessrias ao real crescimento deste pas.
    Lugar de bandido na cadeia, eles j foram julgados e condenados pelo STF e devem cumprir as suas penas. Eles no so apenas ladres de bananas eles so o pior do que existe em uma sociedade.

  2. Quem defende bandidos e quadrilheiros da pior espcie – que o ladro de recursos pblicos – iguala-se a eles em uma ou mais coisas. O Ministro Joaquim Barbosa agiu corretamente. Ns, trabalhadores brasileiros, j no aguentvamos essa enrolao no julgamento. Oito anos, meu! O Lewandosvisck e o Toffoli, amigos e defensores dos mensaleiros, fizeram de tudo para retardar o andamento do processo. Esses articulistas, que agora esto criticando o Joaquim Barbosa, no criticaram aquelas atitudes chicaneiras do Lewandosvisck . Podem se contorcer de raiva, porque o Barbosa, honestamente, recuperou 36 horas, para atenuar, um pouquinho, os oito anos que os bandidos ficaram livres. A vem as mariposas estilar seus gritinhos em prol do politicamente correto, dizendo que o Barbosa agiu como juiz enfezado. Ora, enfezados estamos ns, trabalhadores brasileiros, com essa torcida dos petralhas pelos seus dolos bandidos, ladres, covardes.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.