Sobre Serra, Dilma e Dunga

Carlos Chagas

Em poucos dias Jos Serra e Dilma Rousseff entraro na geladeira, cedendo para Dunga o lugar no caldeiro. Para os dois candidatos presidenciais ser vantajoso, abrindo-lhes tempo e espao para meditao sobre suas campanhas e at a elaborao final de seus programas de governo. Para o treinador, abre-se a oportunidade da glria sem precisar de votos ou um lugar garantido na fogueira.

O problema que s quando faltar um ms para o incio da Copa do Mundo, na prxima tera-feira, saberemos quais os 22 craques que iro frica do Sul. Pior ainda, ignora-se quais os 11 titulares. Muito menos sabemos se todos se conhecem, quanto mais se dispem de um mnimo de entrosamento em campo. Os chamados estrangeiros, maioria absoluta, viro ao Brasil para ser fotografados e visitar o presidente Lula. Quem sabe participaro de um ou outro coletivo. Depois, ser o que Deus quiser, ainda que nem Ele, hoje, arrisque um palpite sobre a melhor formao do nosso time.

Serra e Dilma pelo menos foram escalados e mostram suas qualidades pelos palanques visitados e as entrevistas concedidas, mas o selecionado brasileiro, nem isso. As pr-campanhas sucessrias comearam h pelo menos dois anos, mesmo sem a escalao formal dos candidatos. A Copa do Mundo parece muito menos previsvel do que a escolha do futuro presidente da Repblica. Aqui, o campeo ser o tucano ou a companheira. L, o risco pode ser da desclassificao prematura. Melhor alertar antes do que lamentar depois.

Terrorismo explcito

Montes de nmeros conflitantes e at esotricos tm sido divulgados pela equipe econmica, pelos lderes do governo e pela imprensa empenhada em demolir o reajuste votado pela Cmara para os aposentados. A inteno surge clara: atemorizar o pas atravs da ameaa de que a Previdncia Social ir falir e os cofres pblicos no suportaro o encargo. Ou ento haver aumento de impostos.

Por isso confundem, em vez de esclarecer. J falaram em 3 bilhes de prejuzo ao ano. Como, tambm, de 40 bilhes, sem informar tratar-se de um clculo feito para os prximos quatro anos. Uns sustentam 600 milhes de gastos suplementares em doze meses, outros elevam a quantia at 4 bilhes.

terrorismo puro por parte dos mesmos de sempre, ou seja, dos representantes das elites infensas em estender aos menos privilegiados uma nfima parte do que tem direito no bolo da riqueza nacional. Sabem que o Senado acompanhar a Cmara na concesso dos 7.7% de aumento. Confiam, mas como Floriano Peixoto, desconfiando, no caso, das promessas do presidente Lula de vetar o projeto. Importa-lhes tumultuar o processo.

Entregou o jogo

Jos Serra prometeu criar mais dois ministrios, dos Deficientes Fsicos e da Segurana. Dilma Rousseff pensa no ministrio da Criana. Para no ficar atrs, o presidente Lula mete sua colher na panela e sugere o ministrio da Pequena e da Mdia Empresa.

George Orwell, no inesquecvel 1984, falava nos ministrios da Paz, que promovia a guerra, e do Amor, que proclamava o dio. Quem sabe aparece algum propondo o ministrio da Corrupo, que por analogia combateria a impunidade?

Ficou pior

As coisas ficaram mais complicadas depois do encontro, esta semana, entre Dilma Rousseff e Michel Temer. Porque o objetivo era o presidente do PMDB receber convite formal da candidata para tornar-se seu companheiro de chapa, mas, no final, ele adiou para junho a deciso de seu partido de aliar-se ao PT, ao tempo em que ela declarou que outros nomes existiam para a composio.

Com todo o respeito, uma lambana que fez retroagir o processo, por dois motivos principais: o PMDB no quer entrar em bola dividida e posterga seu compromisso at que as pesquisas eleitorais fiquem mais claras; o presidente Lula ainda no engoliu a indicao de Michel Temer, por quem no morre de amores.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.