Sozinho e abandonado

Resultado de imagem para lula abandonado charges

Charge do Duke (dukechargista.com.br)

Carlos Chagas

Chega a dar pena o abandono em que se encontra o ex-presidente Lula. No caso, abandonado por antigos amigos e líderes políticos de diversos matizes. Quanto a seus eleitores e admiradores, será melhor aguardar as manifestações programadas para a greve geral, dia 28, e demais protestos contra as iniciativas do governo Michel Temer e o próprio presidente.

O que salta aos olhos é o comportamento da mídia, das elites e dos partidos até pouco formando ao lado do primeiro companheiro. Teriam um apartamento de luxo no Guarujá e um sítio em Atibaia bastado para transformar um ex-operário em réu sem sentença e sem perdão?

É certo que os salários de torneiro-mecânico e depois, de presidente da República por oito anos, além de uma aposentadoria, não bastariam para justificar um patrimônio do valor apresentado pelo Lula. Só que não constituem motivo para a transformação do Lula em réprobo ou inimigo público número um. Por trás dessa carga de cavalaria desenvolvida contra ele não estão erros e exageros praticados no passado. Abre-se o medo do futuro. Há meses que ele lidera as pesquisas presidenciais para 2018. Diante da possibilidade de voltar ao palácio do Planalto, levantam-se as elites temerosas de que, eleito, ele desmanchará diretrizes e realizações de Michel Temer favoráveis à manutenção das massas assalariadas no patamar da pobreza e da indigência. É o medo dos poderosos de perder os privilégios que agora vem sendo restabelecidos pelas reformas neoliberais daqueles que tomaram o poder.

CAMPANHA – Por isso desencadeia-se a campanha que é menos contra o ex-presidente e mais em favor do que representaria sua volta ao poder, ou seja, o fim das mudanças previdenciárias, trabalhistas e fiscais favoráveis às elites.

Ignora-se em que vão dar os choques e as tertúlias entre as duas forças secularmente empenhadas na luta pelo poder. O Lula é apenas um símbolo. Se quiserem, um detalhe: a retomada de medidas que poderiam melhorar a vida dos menos favorecidos.  A interrupção da escalada que manterá os benefícios das elites. Assim, tornou-se um perigo para os mesmos de sempre. Mesmo que para afastá-lo o argumento se concentre num apartamento de luxo e num sítio paradisíaco em meio à Serra do Mar…

8 thoughts on “Sozinho e abandonado

  1. É certo que os salários de torneiro-mecânico e depois, de presidente da República por oito anos, além de uma aposentadoria, não bastariam para justificar um patrimônio do valor apresentado pelo Lula
    Só essa frase mostra que o colunista não entende nada de contabilidade e finanças! É óbvio que o que lullarápio ganhou como presidente da república com todas as mordomias, mais os rendimentos das supostas palestras seriam mais do que suficientes para comprar o sitio mais o triplex. Mas por razões demagógicas e diria mais ainda psicopáticas e pessimamente assessorado em termos contábeis financeiros o lullarápio optou por esconder esses ativos! Estupidez pura! Tem mais é que pagar o preço por isso! E pior de tudo é esse discursinho de povo x elites e o lullarápio como defensor do povo!

  2. O triplex e o sítio de Atibaia não representam simples argumentos para afastá-lo da vida pública. São meras evidências de quem foi o “amigo” das elites de sempre.

  3. Hoje em dia aquele que ainda defende a seita lulopetista é:

    – Muito ingênuo; portador de transtornos psicológicos e/ou psiquiátricos diversos; beneficiário (direto ou indireto) dos mais diversos “esquemas” ilegais (ou imorais) distribuídos pela tal seita.

    Em qual vocês se enquadram???

  4. Defender o Lula após tantas revelações das falcatruas que esse político inescrupuloso e seu grupo praticaram revela que o articulista não tem o mínimo respeito com aqueles que leem seus textos e que o consideram um profissional de respeito. Francamente, depois dessa minha admiração ao jornalista sofreu não um abalo, mas um grande terremoto.

  5. Eu não entendo de política e muito menos de economia , mas uma coisa é flagrante ,os militares saíram do poder com menos patrimônio do que os políticos de hoje . Nunca li em lugar algum que após saírem do poder foram com a família morar no exterior e matricular filhos em colégios caros como os de hoje , no governo dito ditadura os trabalhadores tinham data base de revisão de salários , professores ganhavam o suficiente para ter automóvel e eram respeitados ,a população tinha segurança , hospital publico etc , se estou errado me corrijam !

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *