STF condena Protógenes à prisão e demissão da Polícia Federal

Protógenes, como delegado, não respeito sigilo e chamou a imprensa

Carolina Brígido
O Globo

A Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) condenou nesta terça-feira o deputado Protógenes Queiroz (PCdoB-SP) pelo crime de violação de sigilo funcional. Ele vazou dados da Operação Satiagraha para a imprensa em 2008, quando atuava como delegado da Polícia Federal. A pena foi calculada em dois anos e seis meses, convertidos em prestação de serviços comunitários e também na proibição de sair de casa durante os fins de semana.

O parlamentar também perdeu o cargo na PF e pagará multa. Caberá à Câmara dos Deputados abrir um processo interno para decidir se ele perderá o mandato parlamentar, que termina no fim do ano.

Protógenes coordenava a Operação Satiagraha e, conforme o processo, avisou dois jornalistas da TV Globo a hora e o local em que haveria prisões. A emissora transmitiu a prisão do empresário Naji Nahas e do ex-prefeito de São Paulo Celso Pitta, já morto.

Antes disso, Protógenes também informou à TV Globo a hora e o local em que ocorreria uma reunião entre dois empresários investigados da Operação Satiagraha e outro delegado da Polícia Federal. No encontro, teria havido negociação de pagamento de propina em troca do beneficiamento dos acusados nas investigações.

10 thoughts on “STF condena Protógenes à prisão e demissão da Polícia Federal

  1. Quem teve a coragem de ‘liberar’ tudo para a internet foi o Miro Texeira, mas ele tem imunidade parlamentar. O trabalho inicial da delegada estava meia boca, já o do Protógenes foi feito com muita competência. Para abaixar o PDF demorei uns 10 minutos. A bem da verdade, devo dizer que tem uns boatos sobre imóveis na parada.

  2. ”É o tal negócio ”
    E os outros, outros e ” OUTROS”, continuam soltos ? Quem ???
    Ora, ora, o ” o cumpanhero” e seus companheiros. E asseclas.
    Não tem vaga na PAPUDA ?
    Brasil ”Terra adorada”
    E, mais não disse, e nem me foi perguntado.

  3. Enquanto isso, o valente delegado é condenado e o banqueiro Daniel Dantas, homem da mala da privataria tucana é blindado. E os vazamentos seletivos da PF tucana nunca são identificados e julgados?

  4. Daniel Dantas, ao que parece, tem grande poder junto ao STF (tribunal da vergonha). Primeiro conseguiu dois habeas corpus em tempo relâmpago. Depois conseguiu uma súmula, inédita no mundo, para não ser algemado – súmula essa que foi estendida à todos os bandidos de colarinho branco. Agora, por fim, consegue a condenação e a demissão daquele que teve a audácia de algemá-lo. Não tem jeito: “tá tudo dominado”.

  5. A que ponto chegou a Suprema, condena quem defende a “Justiça Moral” e libera “ladrões” de alto coturno. Li hoje aqui no BLOG, que no RS, corre solta, a safadeza de usar o cadastro do bolsa miséria, para aterrorizar, os usuários, com a perda, se Dilma não for reeleita, o TRE e TSE, farão ser DEVER DE CASA abrindo processo e punindo, duvido, pois justiça no País é UTOPIA, só abate os 3Ps – pobre, preto e puta.
    DIA 26T, NÃO REELEGER, É PRECISO.
    CARO BENDL, ESPERO QUE TUA SAÚDE, ESTEJA ÓTIMA, E SE PUDERES E ACHARES POR BEM, UM ARTIGO CURTO E GROSSO, ESCLARECENDO ESTA PATIFARIA DA TURMA DO PT-GOVERNO.
    RUI BARBOSA CONTINUA MORRENDO TODOS OS DIAS DE VERGONHA, EM VER A SR{ JUSTIÇA ESTUPRADA E VILIPENDIADA, POR QUEM TEM O DEVER DE OFICIO HONRÁ-LA.
    POBRE PAÍS.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *