STF ganha aumento de 16,38% e o auxílio-moradia será incorporado a salários

Resultado de imagem para aumento do stf charges

Charge do Ivan Cabral (ivancabral.com)

Martha Beck, Leticia Fernandes, Carol Brígido e Renata Mariz
O Globo

O presidente Michel Temer fechou um acordo com o Judiciário para incluir o reajuste salarial dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) no Orçamento de 2019, que será enviado ao Congresso na sexta-feira. Para evitar que o aumento, de 16,38%, impacte ainda mais as contas públicas, os ministros da Corte se comprometeram a mandar ao Parlamento uma proposta acabando com o auxílio-moradia.

Para reduzir o desgaste com o funcionalismo de aumentar apenas os salários dos ministros do STF, Temer também desistiu de encaminhar ao Congresso uma proposta para adiar o reajuste salarial dos servidores públicos de 2019 para 2020.

GASTANÇA – Segundo técnicos do governo, a medida representaria uma economia de R$ 6,9 bilhões para os cofres públicos e era importante para o fechamento das contas do ano que vem. Hoje, cada juiz ganha, em média, de R$ 4 mil a R$ 6 mil de auxílio-moradia. O custo ao Judiciário é de cerca de R$ 289 milhões por ano.

Segundo interlocutores do Palácio do Planalto, o Supremo vai entregar ao governo ainda nesta quinta-feira uma proposta orçamentária na qual o reajuste será compensado integralmente pela extinção do auxílio.

— Já está resolvido, esse aumento incorpora o auxílio-moradia. O auxílio deixa de existir e incorpora o aumento no salário. A proposta vale para todo o Judiciário federal — afirmou o ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha.

MAIS 350 MILHÕES – No entanto, apesar do discurso otimista do governo, o consultor de orçamento da Câmara dos Deputados, Ricardo Volpe, estima que ainda fique pendente uma diferença de cerca de R$ 350 milhões entre o valor do reajuste e o valor da extinção do auxílio-moradia. Segundo Volpe, o reajuste salarial no Judiciário e Ministério Público deve gerar impacto de R$ 930 milhões, enquanto o fim do auxílio-moradia para o mesmo setor deve gerar uma economia entre R$ 530 milhões e R$ 600 milhões.

Isso sem contar o efeito cascata que o aumento de salário no Judiciário vai gerar entre servidores do Executivo e Legislativo, já que o teto salarial do funcionalismo é determinado pelos rendimentos ganhos pelos ministros do Supremo.

Há dois tipos de impacto decorrente do aumento do salário: o primeiro é o reajuste automático nos vencimentos de magistrados de tribunais superiores (como o Superior Tribunal de Justiça, o Tribunal Superior Eleitoral e Superior Tribunal do Trabalho). Eles devem ganhar 95% do que recebe um ministro do Supremo.

IMPACTO NOS ESTADOS – O segundo impacto é no teto do funcionalismo federal, que tem o subsídio de ministro do Supremo como o valor máximo a ser pago a servidores públicos. Quando o vencimento sobe, o teto acompanha esse aumento. Nos estados, que têm o salário do desembargador do Tribunal de Justiça como teto do Judiciário estadual, o impacto também se reflete.

Temer deve encontrar hoje o ministro Dias Toffoli para fechar os detalhes do projeto. O presidente começou a negociar o acordo em conversas com Toffoli e o ministro Luiz Fux na semana passada.

Depois do acerto com o governo, o Supremo deve derrubar, em plenário, a regra atual do auxílio-moradia. Hoje, ele é concedido a todos os magistrados, mesmo que já tenham imóveis e não precisem pagar o aluguel. A tendência é a Corte reduzir o pagamento apenas a casos específicos, onde não haja imóveis funcionais disponíveis, e mediante a apresentação de recibo do pagamento do aluguel.

PENDURICALHOS – Nos bastidores, integrantes do STF tratam com prioridade definir logo o assunto, agora que a disputa pelo reajuste parece equacionada. Ministros também querem aproveitar para julgar processos sobre outros penduricalhos nos contracheques do Judiciário e do Ministério Público. Toffoli, que vai assumir a presidência da Corte no dia 13 de setembro, já sinalizou a colegas que tem interesse em resolver o assunto de uma vez por todas.

Diante do quadro de fragilidade fiscal da União, Temer estava disposto a seguir sugestão do Planejamento e propor o adiamento do reajuste. No entanto, o cenário mudou depois da conversa com os ministros do STF na semana passada. O aumento dos ministros tem efeito cascata e abre caminho para que outras categorias também pressionem por reajustes. Assim, uma proposta de adiamento teria, na avaliação do governo, poucas chances de aprovação.

###
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOG
Servidores marajás são o legado de Lula, Dilma e Temer. Até o governo FHC os salários eram baixos no serviço públicos dos três Poderes. Lula começou o festival, que não mais parou, fazendo o funcionalismo brasileiro ganhar salários maiores do que em países desenvolvidos. No Brasil que dá exemplo de desigualdade salarial é o poder público. O aumento do STF vai implodir teto de gastos e destruir as finanças de muitos Estados, com base no “direito adquirido” que o Supremo adora e preserva. (C.N.)

43 thoughts on “STF ganha aumento de 16,38% e o auxílio-moradia será incorporado a salários

  1. Começar o dia lendo essas excrescências, essas injustiças contra o trabalhador, contra o povo brasileiro, sinceramente, mas a vontade é mesmo de que haja uma revolução!!!

    O “reajuste” do Judiciário, em torno de 5 mil reais, mais o auxílio-moradia de 4,5 mil, 10 mil, portanto, corresponde a dez vezes o valor do salário mínimo!

    Se não entenderam, explico:
    SÓ O AUMENTO DO SALÁRIO DOS MAGISTRADOS CORRESPONDE A DEZ VEZES O QUE VALE O MÍNIMO ATUAL!!!

    Se eu considerar que os vencimentos dos ministros subirão para 43 mil reais, em tese, pois todos recebem muito mais, mas apenas a título de cálculo, o Toffoli, que jamais passou em um concurso para Juiz, ganha 44 vezes o salário mínimo, afora os 100 mil da esposa!!!

    O país não tem jeito dessa maneira.

    O povo não pode mais sobreviver de restos e pagar essa orgia com o dinheiro QUE É DELE!

    Dito isso, se quisermos mudanças, e a possibilidade de tais distorções gravíssimas serem diminuídas, Bolsonaro tem o meu voto!

    Ciro, de acordo com o seu pensamento, continuará a cada mandato, caso seja eleito e reeleito, a tirar do SPC e Serasa milhões de brasileiros, enquanto os membros dos Três Poderes estarão ganhando cada vez mais e, nós, cada vez menos!!!!

    Esse aumento é um escárnio para a população e momento do Brasil;
    Um tapa na cara do cidadão;
    Absoluto desprezo pelo país.

    Volto a dizer:
    Os inimigos do povo são os poderes constituídos, e são eles que devemos combater!

    • Não adianta, seu Francisco, faltam culhões nos nossos homens de farda. Já nem os chamo de soldados, porque o fato de usar farda não os caracteriza como tal – além das bolas é imprescendivel o patriotismo, que já não existe há muito tempo. Desse sentimento só restou o fervor por torcidas de futebol e escolas de samba.

      • Toga,

        Tenho que concordar contigo.

        Quem poderia impedir que chegássemos a este estágio de sermos roubados e explorados diuturnamente, omitiu-se.

        As FFAA perderam a moral, e não sabem mais o que significa O MORAL!

        Certamente as tropas estão de cabeça baixa, pois sequer imaginariam que um dia seus comandantes fossem tão condescendentes com as arbitrariedades, com os assaltos ao erário público, com a corrupção sendo implementada de uma vez por todas!

        Ora, ora, quem cala consente, logo, os militares estão perdendo o conceito junto ao povo justamente porque se negaram a lutar pelo bom combate, pela proteção ao país, pela preservação da vida da população.

        Abraços.

  2. CN,

    Anota ai. Grande concorrente à PIADA DO ANO.

    (…) o Judiciário continua sendo o fiador permanente dos direitos e garantias fundamentais dos cidadãos. Sem ele, a democracia seria uma falácia.

    (…) há um processo de fragilização dos poderes e o desgaste de confiança na Justiça, “em decorrência da disseminação de opiniões obsessivas e generalizadoras daqueles que apostam em sua falência”.

    (…) ressaltou o trabalho independente da magistratura nacional, responsável por “colocar a Justiça em dia com a sociedade”.

    Afirmações feitas pelo ministro João Otávio de Noronha ao tomar posse como novo presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ) e do Conselho da Justiça Federal (CJF), em cerimônia realizada nesta quarta-feira (29).

    FONTE : DIARIODOPODER.COM.BR

  3. “Não somos uma sociedade de castas”
    (Sergio Moro)

    “É preciso estarmos atentos ao que o Brasil espera de nós”
    (Carmen Lúcia)

    “É hora de finalmente ousarmos construir uma sociedade civil livre e criadora e colocar freios em nosso crescente corporativismo.”
    (Gilmar Mendes)

  4. É a velha história, manda quem pode, obedece quem tem juízo.
    Quem tem rabo, não senta a beira da estrada, ou alguém passará sobre ele.
    Como o Temer não precisará puxar algum “caraminguá” do bolso para agradar suas excelsas excelências, abriu as porteiras do erário público,
    para que os agraciados fiquem confortáveis.
    O atual governo, fruto da escolha “monocrática” do encarcerado na terra das araucárias, é apenas uma “miragem”, é rezar para que o sr. Temer volte para sua casa e que o tempo passe logo.

  5. Vejam este vídeo: Carmen Lúcia, Raquel Dodge, Grace Mendonça e Laurita Vaz numa rodinha de samba com Alcione.

    https://www.youtube.com/watch?v=y_EdM6BJcoQ

    Suas excelências aparentam estar muito felizes. Devem estar celebrando o efeito cascata devastador que o aumento de 16,38% acarretará às demais categorias do funcionalismo.

    Às custas do otário de sempre, é claro: o povo trouxa….

    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk xD

  6. Nosso poder judiciário é composto por um bando de marginais nomeados por presidentes também marginais e corruptos, todos pagos por um povo que passa fome para poder pagá-los. Estão cuspindo na nossa cara !!! Isso vai continuar até que surja um HOMEM corajoso o suficiente para colocá-los TODOS na cadeia !

  7. Foi o jeito rasteiro que os malandros arquitetaram para legalizar o ilícito . Incorpora – se o ilícito auxílio moradia aos salários e com isso , a ilicitude passa ser legalizada.
    Podemos chamar de mensalinho este conluio , uma recompensa que o golpista dará aos seus cúmplices , para que , no futuro próximo , possa contar com suas tutelas

  8. Quanto aos marajás do serviço público, Collor ganhou muita ascensão e foi eleito com o rótulo de “caçador de marajás”, depois de eleito, fez o que fez. Saiu por apenas um Fiat Elba, mas poderiam enfeitar muito mais este pavão. A poucos dias de depor em uma CPI, PC Farias e sua namorada foram suicidados, o que depois de anos depois mereceu apenas uma nota do STF, corrigindo que foram realmente assassinados. O fato é que não temos uma massa de políticos com honestidade suficiente para moralizar o Judiciário. Não é atoa que os maiores salários e mordomias se encontram justamente no Legislativo e Judiciário.

  9. Abominável este sistema judiciário brasileiro, ganham além do teto e ainda assim, pedem reajuste de salário, não veem a desigualdade gritante deste país, uma justiça cara e morosa, não é por falta de servidores, é pela lerdeza de magistrados em resolver litígios, não trabalham 8 horas por dia como qualquer trabalhador, tira duas férias por ano, acumulam penduricalhos que os salários ultrapassam as vezes R$ 100 mil reais,é uma verdadeira excrecência, mas tudo com a conivência de poderes lenientes e apodrecidos, pobre Brasil, nunca consegue se livrar destes mercenários.

  10. Depois da repercussão da entrevista do Bolsonaro e a ” divulgação ” dos salários do jornalistas, começo a entender o porque de algumas coisas,
    os magistrados querem igualdade salarial com o 4º poder.

  11. Hoje, exatamente às 08:31h postei em um Grupo de WhatsApp este comentário abaixo.
    Nele faço uma referencia ao PT.
    Agora venho ao Blog, encontro este Artigo postado e com a Nota de Redação do Blog onde o CN faz uma pequena referência ao malígno PT.
    (Só para constar que, não tinha lido este Artigo antes do meu comentário postado no ZAP)

    Ah, no Panfleto postado no WhatsApp está dizendo:
    PROS JUÍZES TUDO. PRO POVO NADA!
    Por juízes, Temer avalia cortar RS 1 bi de investimento.
    TEMER QUER CORTAR R$ 1 BILHÃO DA SAÚDE E DA EDUCAÇÃO PRA PODER DAR AUMENTO PROS JUÍZES
    No tal panfleto tem a Foto do Temer, Carmen Lúcia e do Gilmar Mendes. E ao lado da Foto do Temer escreveram esta frase insinuando sua fala: O POVO QUE SE LASQUE

    E aqui o Texto que postei no WhatsApp:

    Esse tipo de panfleto a mim não diz nada, pois é fabricado pela militância paga de um partido que governou o país por mais de 13 anos e não criou nenhum tipo de mecanismo para frear esse tipo de imoralidade.
    Não estou a defender Temer, que por sinal está presidente por culpa do PT.
    Estou tentando dizer que esse tipo de indecência, de injustiça, de disparidade salarial entre o setor público e privado sempre existiu.
    E no início do anos 80 nasceu um partido se dizendo ético e com a solução para corrigir todos os males da república bananeira. Afinal é um partido inspirado na Utopia Igualitária. Então deu-se a impressão que íamos ter uma distribuição de renda mais justa.
    MAS, o suposto governo igualitário chegou ao poder já na base do “farinha pouca meu pirão primeiro”.
    Já chegou empregando sua turma e a turma que o apoiou (gente que faz parte das alianças) em todos os escalões da máquina pública e nos cargos comissionados.
    Foram bem mais de 20 mil petistas em cargos comissionados. Aparelhou o Estado à seu bel prazer.
    Colocou logo Jair Meneguelli como presidente do SESI ganhando R$ 60 mil mensais e 2 Carros Corolla à sua disposição. Um carro em São Bernardo do Campo e outro em Brasília. No mesmo SESI foi colocada a nora do Lula com salário de R$ 13.500. Lembrando que ela não comparecia ao trabalho. Disseram à revista Época que ela é Promotora de Eventos. Recentemente li que (acho que o TCU) um órgão fiscalizador do governo está cobrando dela a devolução de mais que R$ 100 mil.
    Então gente, sempre existiu isso aí. O suposto governo “igualitário” não poderia mexer neste vespeiro desde quando eles também queriam se dar bem às custas do dinheiro público.

  12. Acontece que este aumento que se concederam, atingirá outras categorias, tais como os Judiciários Estaduais, Ministério Público, Defensoria Pública …

    Para esses tem dinheiro, à vontade!

    Para o salário mínimo, sequer um mínimo viável para subsistir!

    Assim não dá.
    Se quisermos mesmo ser um povo e não massa de manobra, cuja única função é obedecer e outorgar poderes, temos que tirar a bunda da cadeira e ir à luta!!!

    Se o salário mínimo para o ano que vem não subir de acordo, O PAU VAI COMER!!!!

    A menos que os brasileirinhos queiram morrer de fome e pela violência, mas, eu, pelo menos, apesar de doente, vou para o enfrentamento.

    Morto por morto … que outros me acompanhem para o além!!!

  13. Ah, e tem o antro de venais, o Legislativo, que se concederá aumentos até maiores que o Judiciário!

    Vamos admitir calados e quietos esse assalto aos cofres públicos embalados de forma legal ou partiremos para a desforra, ou seja, OU O SALÁRIO MÍNIMO AUMENTA NA MESMA PROPORÇÃO OU O PAU VAI COMER!!!

  14. Agora os juizes vao a luta para incorporar o auxilio-alimentação…

    associações que representam os juízes querem impedir o fim do auxílio-alimentação da magistratura.

    • Não esquecer que o ladrão que saiu do sertão nordestino com o gosto da miséria na boca foi o que mais prejudicou o país e especialmente os trabalhadores que hoje sofrem sem emprego e vivem em miséria.
      Esse ladrão se chama Luis Inácio.

  15. Quanta besteira e mentira ditas juntas, os “marajás” do serviço público são uma minoria, não chegam nem a 20% do total, ou seja, é um pingo de gente ganhando um montão, 10, 20, 30 vezes mais do que a maioria de nós. Sou servidor público federal e aposentando, ou seja, ganho menos ainda. Sim a culpa por tal estado de coisas é culpa sim do 51, ele privilegiou algumas carreiras e ministérios e o resto ficou chupando o dedo, como no meu caso. Quem lê a matéria pensa que todo servidor público federal ganha aquele mundão de salário, o que não é verdade.

  16. Conheci uma senhora que se aposentou por invalidez a 8 anos . Sua invalidez provem de problemas na coluna , artrite , artrose entre outros . Tais deficiências persistem até hoje , só que esta senhora teve sua aposentadoria cortada . Outro absurdo se constata , quando os peritos pedem uma série de exames , que para grande parte de aposentados e impossível de serem realizados na rede particular , devido suas condições financeiras e com isso dependem do serviços público , só que os mesmos podem demorar meses para serem realizados e neste período os benefícios ficam suspensos .

  17. O Poder Judiciário, notadamente o Supremo Tribunal Federal, sempre viveu assim:
    -Os BANDIDOS lhes concedem aumento, status e gratificações e, em troca, os MAGISTRADOS mantêm os processos dos primeiros aquecidos sob as próprias NÁDEGAS, quando não os invalidam.

    Sempre foi assim.
    Nesta terra, magistrado não precisa roubar. A vida e o poder de FARAÓ caem-lhe nas mãos, concedidos pelos comparsas que dirigem os Poderes Executivo e Judiciário e que são os donos do Orçamento:
    -Os bandidos dos Legislativo nos roubam;
    -Os bandidos do Executivo nos roubam;
    -Os bandidos do Judiciário não nos roubam, mas protegem os que nos roubam para quem continuem dos roubando…

    Agora, depois desse aumento, já estão todos suficientemente dispostos para considerar as greves dos professores, dos policiais, dos médicos e de outros lascados do Poder Executivo ILEGAIS.

    -CRISE? Que crise?

  18. Primeiro Temer concede aumento aos juizes, em retribuição, o STF vai atropelar a constituição para impedir que Lula possa aparecer no horário eleitoral, apesar de existir recursos de Lula não julgados. Só assim, Temer/Alckmin podem ter alguma chance contra Bolsonaro.

    A resposta do povo de apoio a Lula votando 13, será avassaladora nas eleições.

  19. Francisco Bendl, obrigado pela informação.
    Mas, o problema é que, geralmente minhas queixas a respeito de governos passados (muitas delas) se referem pós-governo militar. De Sarney a Temer.
    Não que antecedendo 1985 até o ano do Marechal Deodoro as coisas andaram tudo nos conformes.
    Não creio que as pessoas de um passado não tão distante (políticos, governantes e toda elite rica e influente) respeitavam a “mãe ética” mais que os atuais.
    No passado, final dos anos 50 (ainda sem Brasília) e anos 60 o Brasil era bem mais pobre, não se tinha a tecnologia tão avançada, as construções (prédios, palácio do governo, casas legislativas) deviam ser precárias se comparável às atuais e com menor espaço físico.
    Existia outra Constituição que provavelmente tinha mecanismos mais moralizadores para conter a ganância do Estado, dos governantes e dos políticos.
    Provavelmente o PIB não seria compatível e não suportaria com tamanha despesa para sustentar a máquina pública, principalmente pagar o salário igual aos que os marajás de hoje recebem lá em Brasília e em todo o Brasil.
    Depois vieram os Militares que botaram mais ordem na casa. O Brasil daquela época não era o país da “Casa da mãe Joana” e tão quanto esculhambado como nos dias de hoje.
    A reportagem fala em um passado não muito distante.
    De lá para cá o Brasil ficou mais rico, o avanço da tecnologia melhorou bastante e assim facilitou a vida de todos.
    A arrecadação de imposto provavelmente aumentou etc.

  20. Cheguei a Salvador em 1969 e num todo, a grosso modo vamos dizer assim, presenciei a imoralidade governamental ser em menor tamanho até março de 1985. Então creio que desde Cabral apenas passamos por curtos períodos de melhora na Economia, na Educação (li em algum lugar que o melhor período da Educação brasileira foi de 1946 até 1964), períodos de governantes mais competentes e menos corruptos e creio que também, naquela época talvez se ganhasse menos e tinham menores regalias por motivos já citados acima.
    Não vejo mecanismo algum (teria na Constituição e eu preciso lê-la?) para frear a ganância, o fórum privilegiado, aumentos de salários decretados pelos próprios e as mordomias dessa gente. Ou seja, dos três poderes.
    Olha Blend, os homens daquela época eram mais éticos, menos gananciosos, mais sensíveis às causas dos mais pobres e pensavam mais no Brasil?
    Ou
    simplesmente eles eram contidos por regras em forma da lei e não tinham como mamar mais nas tetas da vaca?

    Veja bem, às vezes eu penso: Pô, se Messi, Cristiano Ronaldo e Neymar não jogam a bola que o Pelé, Maradona e Garrincha jogaram, imaginem quanto R$ R$ R$ não ganhariam nos dias de hoje os três craques do passado.
    Mas penso eu que, a questão é que o Mundo nestes últimos 30/40 anos ficou mais rico. O PIB dos países deve ter crescido sei lá, 5, 8, ou até dez vezes mais. Os clubes estão mais ricos e podem pagar mais em dias atuais.
    Lembro que a “Revista do Esporte” (antecessora do Placar) fez uma matéria (após a Copa de 1966) dizendo que o Milan da Itália tinha oferecido acho que 3 bilhões (ou seria 3 milhões) de cruzeiros para ter Pelé e Eusébio, que eram os 2 melhores jogadores do mundo.
    No início dos anos 60 a Elizabeth Taylor ganhou 1 milhão de dólares para participar do Filme “Cleópatra”. Creia Blend, foi manchete no mundo inteiro. Ninguém tinha ganhado tanto por participar em apenas um Filme. Hoje Tom Cruise, Brad Pitt, Angelina Jolie e outros grandes atores hollywoodianos devem ganhar 20 a 30 vezes a mais.

    Então hoje o Brasil deve ser a 10ª Economia, tem um senhor Pibão, temos dinheiro bastante, um cofre público abarrotado de grana. Daí sobra muito para essa gente gananciosa.
    Se pudesse transportar num passe de magica os senhores poderosos dos três poderes para os dias de hoje, eles se conformariam em ganhar o “pouquinho” que ganhavam nos anos 60?

    Mas, valeu Blend, pois às vezes se aprende com o erro, assim dizem.

  21. Ah, Francisco Bendl, deixa eu te contar uma de um teu conterrâneo, ou seja, um personagem das antigas e filho do RGS.

    FIGUEIREDO DO FALOU DO BRIZOLA:
    “É o maior líder do país. O povão gosta de ouvir a palavra do Brizola. Mas ele não faz aquilo que diz. No dia em que chegar à Presidência será o maior ditador que o país já viu, porque ele é um caudilho mesmo. Esteve na minha casa duas vezes. Perguntei-lhe:
    – O senhor é socialista?
    – Sou.
    – O senhor vem a minha casa e acaba de me confessar que acaba de vender sua estância em São Borja e comprar outra no Uruguai. O senhor não pode ser socialista no Uruguai. Tem de ser no Brasil. Por isso o senhor vendeu a sua estância no Brasil, para poder defender a bandeira da reforma agrária. Eu quero ver, se houver um socialismo no Uruguai, o que o senhor vai fazer.”

    Sei não viu Blend!
    O povo de antes ser menos ganancioso que os atuais…
    Mas de uma coisa eu tenho certeza. O Socialista tem mais amor ao Dinheiro público que o próprio Capitalista.
    Ao menos o capitalista trabalha para gerar riqueza, trabalha para ganhar seu próprio dinheiro, já o socialista, dizia Thatcher, seu governo só dura até acabar o dinheiro dos outros.

    Prezado Francisco Bendl,
    Encerro dizendo por escrito que este meu texto está meio confuso ou todo confuso, mas sei que você sabe o que EU quis dizer, não é?

    Quase me esqueço de dizer, você pode até falar que um milhão de dólares no início dos anos 60 valeria muito mais nos dias de hoje. Sei, mas estou com preguiça de escrever mais e tornar o texto grande demais.

    • Prezado João da Bahia,

      Entendo os teus comentários, sim.

      Indiscutivelmente são desabafos de um cidadão cansado de ser golpeado pelas autoridades constituídas, de ser roubado e explorado cruelmente.

      No entanto, águas passadas não movem moinhos – não gosto de frases feitas, mas … -, logo, temos de nos alertar e prestar muita atenção a respeito do que os poderes farão conosco, e o próximo presidente também.

      Quanto a Brizola, apesar de eu não ser um especialista sobre o PDT ou, anteriormente, o PTB, acho que a história está mal contada.

      “Em 1961, Brizola impulsionou o MASTER, o Movimento dos Agricultores Sem Terra, antecessor do MST.

      Naqueles tempos de vergonhosa concentração de terras, deu uma estocada magistral no latifúndio soberano e intocável. Brizola criou o Instituto Gaúcho de Reforma Agrária.

      Na Fazenda Sarandi, berço da reforma agrária, enfrentou o absurdo: 20 mil hectares improdutivos.

      Em 1962, bancou a reforma agrária do Banhado do Colégio, em Camaquã, 25 mil hectares para famílias desesperadas por trabalho.

      Para coroar seu reformismo, usou 45% das terras herdadas por sua mulher, Neusa, para uma experiência, na fazenda Pangaré, em Palmares: 30 agricultores receberam 1.038 hectares para a instalação da cooperativa Bacopari.

      A imprensa e os setores conservadores caíam de pau em cima dele. Nunca seria perdoado.

      Tocou no ponto mais sensível do conservadorismo.”
      (Juremir Machado da Silva)

      Abraços, João.

  22. O ( supremo tribunal de falcatruas ) protege os assaltantes da nação com canetas , e o exército
    com armas . São todos farinha do mesmo saco , vermes nas entranhas da sociedade .

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *