Substituição de Lula por Haddad será efetiva segunda-feira com festa em Curitiba

Haddad convidará artistas para animar o troca-troca

Daniela Lima
Folha

Integrantes da cúpula do PT afirmam que, apesar das ressalvas públicas, a conversa de Lula com Fernando Haddad na carceragem da Polícia Federal, na segunda-feira (dia 3), foi conclusiva. O recurso ao Supremo cumpre duas funções simbólicas: mostra à militância que o partido não desistiu do ex-presidente e preenche requisito para que a ONU avalie o mérito do caso do petista. A unção de Haddad será feita em Curitiba, cidade em que Lula está preso, no dia 11. O roteiro para a bênção televisiva também foi traçado.

Petistas já começaram a convocação para o ato em Curitiba. Governadores e quadros do PT e do PCdoB, partido de Manuela d’Ávila, que vai assumir a vice de Haddad, foram avisados.

COM ARTISTAS – As legendas estudam oficializar o chamado durante programação com artistas e intelectuais no Tuca, dia 10, em SP. O comitê eleitoral do PT e do PC do B planeja fazer a primeira agenda conjunta da nova chapa no Rio Grande do Sul, estado de Manuela.

Há grande preocupação no PT em registrar a saída de cena de Lula e sua bênção a Haddad de maneira cristalina na TV. Pesquisas da sigla indicam que o eleitor lulista não aceitaria gesto dúbio, que possa ser visto como traição ao ex-presidente.

Lula deve escrever uma carta, que tem sido chamada por petistas de seu testamento político, tanto para o ato em Curitiba como para a propaganda eleitoral.

TEMPO QUE PUNE – A campanha de Ciro Gomes (PDT) admite que o impacto da indicação de um herdeiro político do ex-presidente, especialmente no Nordeste, é imensurável, mas avalia que o PT demorou a apresentar Haddad, o que poderia beneficiar o pedetista.

Ciro vai continuar dedicando seu horário eleitoral ao discurso de resgate econômico do brasileiro endividado e preocupado com as finanças. Os estrategistas do PDT acham que essa é a forma mais fácil de se comunicar com o eleitor que vota em Lula por causa da memória de seu legado nessa área.

Para registro: o PDT avalia que o voto de Jair Bolsonaro (PSL) se cristalizou e que, hoje, há só uma vaga no segundo turno em disputa na “centro-esquerda”.

MARINA DÁ GUINADA –  A campanha de MArina Silva (Rede) vai dar uma guinada na agenda dela, muito centrada no eixo Rio, São Paulo e Brasília por causa de entrevistas e sabatinas. O novo cronograma está sendo elaborado com base nas 60 cidades em que ela teve votação expressiva em 2014. A ideia é tentar segurar esse eleitor.

Os aliados de Marina estão fazendo cruzamentos para encontrar, entre esses municípios, os que concentram o maior percentual de eleitores indecisos. Por conta do pouco tempo que falta para o primeiro turno, ela e Eduardo Jorge (PV), seu vice, vão dividir as viagens.

11 thoughts on “Substituição de Lula por Haddad será efetiva segunda-feira com festa em Curitiba

  1. O Lula permaneceu na Presidência durante o governo Dilma e continuará no poder durante um possível governo Haddad.
    A diferença agora seria, apenas, na localização do seu gabinete…

  2. Uma aula de jornalismo.
    Glenn Greenwald entrevista Ciro Gomes.
    Publicado em 31/08/18
    https://goo.gl/7Uq4c8

    Ciro chama a estratégia de Lula de recorrer ao STF e denunciar o Golpe como uma Esquizofrenia.

    É quando Gleen explica que nos EUA os juizes ou a suprema corte estão sempre sendo acusados de decidir com motivos políticos, motivos corruptos, não um golpe, mas com motivos políticos, e não com pensamentos e decisões sob a lei.

    E logo Gleen emenda para Ciro: Isso é possível aqui? Lula não seria vitima de um golpe do judiciário, mas eles estao se comportando com motivos políticos.

    É quando Ciro tem que concordar: Ah. O judiciário brasileiro esta completamente fora das suas atribuições!!

    Uma entrevista que vai na essência, que explica, que revela, que aponta contradições, sem descambar para um bate-boca.

  3. Gostaria de comentar um aspecto sobre a candidatura do Fernando Haddad do PT.

    Há mais de um ano o presidente do PCO, Rui Costa Pimenta, em sua Análise Política Semanal no Canal Causa Operária TV, usando aqui as palavras dele no programa, tem insistido no fato de que a única candidatura que ameaça a “burguesia golpista” na urna é a de Lula, por isso a insistência do TSE na mudança imediata de candidato, o que tem sido anunciado para o próximo 11 de setembro.

    Não sou ativista tem tenho filiação política, mas o PCO não vai apoiar a candidatura Haddad e vai afirmar a partir da sua confirmação que “eleição sem Lula é fraude”.

    O Rui Pimenta tem afirmado sistematicamente que não acredita na transferência de votos de Lula para o Haddad na proporção em que este se torne o favorito para ganhar as eleições e até mesmo ir para o segundo turno, como muitos políticos e sites petistas acreditam. Cito aqui o Brasil 247 e o Conversa Afiada.

    Quem quiser assistir a última avaliação do Rui Pimenta deixo aqui o link >>> https://www.youtube.com/watch?v=N0akOmaGFlw

  4. Enquanto isso, os crimes eleitorais dos corruPTos vão se acumulando uns sobre os outros, sem que a justissa eleitoral faça nada, além de proferir decisões que não são cumpridas pelos bandidos dessa gangue.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *