Supremo lançou a nave política para o espaço, mas sem rumo e sem previsão

Resultado de imagem para lula solto"

No primeiro discurso, críticas ao governo de Bolsonaro

Pedro do Coutto

A política, mais uma vez, revelou sua face de imprevisibilidade a partir da decisão do Supremo Tribunal Federal, que, na prática, suspendeu as prisões em segunda instância, e, com isso, colocou o ex-presidente Lula da Silva em liberdade. Como comprovou seu primeiro pronunciamento ao sair da Polícia Federal em Curitiba, Lula partiu, como seria lógico, para procurar o espaço na área da oposição ao governo Jair Bolsonaro. O episódio marcante, sem dúvida, abriu uma nova ´perspectiva de análise do quadro político brasileiro.

Agora surge uma nova realidade no panorama, mas não se sabe qual será o rumo da nave que o STF fez decolar, não se podendo estimar sua flutuação no espaço sideral partidário e o novo rumo que passará a ser cenário de  uma polarização colocando em cotejo o atual presidente e o ex-presidente da República.

QUEM GANHA? – A decisão do Supremo foi ótima para os advogados de presos pela Operação Lava Jato, mas esta é uma outra questão. O fato é que Lula reacende a esperança do PT e dos movimentos sociais simbolizados pelas bandeiras balançando Na porta da PF em Curitiba. Coisas da política.

Provavelmente a maioria do Supremo Tribunal Federal não levou em conta o quadro que passou a criar no país. Vejam os leitores como são as coisas: quando o panorama parecia destacar em absoluto a liderança do presidente Jair Bolsonaro, eis que surge no placar de 6 votos a 5 um panorama totalmente novo. O discurso da oposição tornou-se mais fácil do que era antes da decisão da Corte Suprema.

Quem perde – A derrota, a meu ver injusta, o governo deve dividir com o ministro Sérgio Moro,que lutou pela manutenção das sentenças em segunda instância. Afinal, ele é o ministro da Justiça e assim ampliou a dimensão do desfecho que se deslocou num espaço em torno do Palácio do Planalto e da Esplanada de Brasília.

A partir de hoje uma nova realidade e um novo panorama projetam-se tão logo se abram as cortinas do palco político.

Lances marcados pela emoção vão surgir numa dimensão na qual flutua sem rumo certo a nave do destino. Lula, na tarde de sexta-feira, concentrou o foco principal de um quadro enigmático. Resta saber qual será a reação ou as reações do Palácio do Planalto.

12 thoughts on “Supremo lançou a nave política para o espaço, mas sem rumo e sem previsão

  1. Leia o que escreveu Gilmar Ferreira Mendes em parceria com Paulo Gustavo Gonet Branco em seu livro Curso de Direito Constitucional sobre a PRISÃO em SEGUNDA INSTÂNCIA.
    “Esgotadas as instâncias ordinárias com a condenação à pena privativa de liberdade não substituída, tem-se uma declaração, com considerável força de que o réu é culpado e a sua prisão necessária.”
    Nesse estágio, é compatível com a presunção de não culpabilidade determinar o cumprimento das penas, ainda que pendentes recursos.”
    Supreendentemente, em seu voto na última quinta-feira no Plenário do STF no julgamento das ADC´s propostas por OAB, PSOL e outro, Gilmar Ferreira Mendes se esqueceu do que escreveu em seu aludido livro.

  2. Corrigindo, o STF julgou o mérito de três ações declaratórias de constitucionalidade sobre o artigo 283 do CPP, propostas pelo Conselho Federal da OAB, PCdo B e Patriota, nada tem o PSOL, que tratam sobre a execução antecipada de pena.

  3. Texto sobre um adepto do Lula para o seu amigo que é contra.
    Mas a resposta vale a leitura.
    Parece-me que já circulou pela rede mundial de computadores.
    “Vocês nos acusam de idolatrar o Lula mas os obcecados por ele são vocês. Dizem que querem todo corrupto na cadeia mas é só dele que falam. Ouçam o foguetório e o buzinaço pela sua prisão. Isso jamais aconteceria em uma condenação do Aécio, do Temer ou do FHC. Lula protagonizou o grande espetáculo desta noite de sábado em todas as mídias. Vocês jamais agiriam assim se o político fosse outro. Tudo isso é prova do quanto Lula está sendo perseguido e injustiçado”.
    A resposta do amigo:
    “Aproveito, portanto, essa boa oportunidade para responder ao meu amigo e tentar discorrer sobre essas questões de uma forma mais abrangente.
    Sim, meu caro amigo, somos obcecados pelo Lula. Não soltaríamos mesmo tantos foguetes e nem sairíamos tanto às ruas se o personagem fosse diferente, mesmo que igualmente corrupto. Não faríamos tantos textos no Facebook, nem tão contundentes. Também não ficaríamos tantas horas frente à TV esperando o simples cumprimento de um mandado judicial. Nossas atitudes definitivamente seriam diferentes se os envolvidos fossem outros.
    Entretanto, você ainda não entendeu que a razão do nosso comportamento confessadamente parcial não é o Lula.
    A razão, caro amigo, é você!
    Sim, você e todos os seus companheiros de seita que veneram uma pessoa como se um deus fosse. Que não admitem, nem por um milésimo de segundo, a mera possibilidade de que o tal deus tenha praticado qualquer ato ilícito ao longo de sua vida. Mesmo com seu governo envolvido em esquemas de corrupção bilionários, vocês afirmam categoricamente que ele não tinha conhecimento de nada. Não adiantam as delações, fotografias, documentos, provas, nada. Nada é capaz de mudar sua visão. Como podem seguir alguém tão cegamente, sem pensar, sem raciocinar, quase como zumbis? E quem dera vocês fossem poucos. Não haveriam motivos para preocupações. Mas vocês compõem uma parcela considerável da sociedade. Estão muito longe da maioria que propagam ser mas, ainda assim, são barulhentos e numerosos.
    E sabe o que é pior? Vocês votam!
    Não, não se trata de preconceito. É um fato.
    Vocês certamente votariam no Lula novamente se pudessem.
    Esse é o grande risco, entende?
    Apenas para tentar ser o mais claro possível, tomemos como exemplo o Aécio, que considero um corrupto, delinquente, marginal, um bandido profissional. Sei que você concorda comigo. E aqui poderia ser o Temer, o Cunha, o Jucá, qualquer um. Você sabe qual é a chance do Aécio ser eleito presidente? Zero. Você sabe quantas pessoas se colocariam na frente da polícia para tentar impedir uma eventual prisão dele? Zero. Você sabe quantos eleitores o chamariam de injustiçado, de perseguido, de guerreiro do povo brasileiro? Zero. Por isso, meu amigo, torço demais para que o Aécio e todos os demais façam companhia ao Lula o mais rapidamente possível, mas a verdade é que Aécio, por mais mau caráter que seja, não representa um perigo iminente para o país!
    Você sabe que, quando um grande perigo é afastado, é normal que as pessoas comemorem mais efusivamente do que quando um risco insignificante deixa de existir. É isso que está acontecendo agora!
    Lula é um grande perigo. E Lula é um grande perigo, caro amigo, simplesmente porque você existe para defendê-lo!”

    • O que tem a direita, os bozominimos e os embolorados da TFP?
      NADA a nao ser contorcer a realidade!
      Até endeusar o Lula contrapondo ao unico excelso magnificância magnificência malignificante malcomunificada do Magnus Dei Operator Christi Apareciti Quasifuro Apendicci Laurus Messiae Bozónicus Dominon Jairdes Bolzonarum…

      O Grande, o mais novo, aquele que até pra cagar é mais sustentável…
      Eco !

  4. Alex Manente diz que entendimento de Toffoli encerra dúvida sobre PEC da prisão em 2ª instância ferir cláusula pétrea
    Publicado em 8 de novembro de 2019.

    A Proposta de Emenda à Constituição (PEC 410/2018), de autoria do parlamentar do Cidadania, volta a ser apreciada na Câmara na próxima semana.

    O deputado federal Alex Manente (Cidadania-SP), autor da PEC (Proposta de Emenda à Constituição) que permite a prisão de condenados após decisão em segunda instância da Justiça, afirmou nesta sexta-feira (8) que a declaração do presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), ministro Dias Toffoli, de que o Congresso Nacional tem autonomia para alterar o marco para o início da execução da pena significa que, nem de longe, sua proposta esbarrará em cláusulas pétreas.

    “Nós já tínhamos, ao elaborar a PEC 410/2018, a certeza que a mudança constitucional não feriria as chamadas cláusulas pétreas. Agora, com o entendimento do presidente da Suprema Corte de que os parlamentares podem alterar o marco para o início da execução da pena encerram-se quais dúvidas sobre a legitimidade do Legislativo Federal para mudar a decisão do STF e, o que é mais importante: não vamos ferir direitos e garantias individuais”, explicou o parlamentar.

    Alex Manente lamentou a derrubada, pelo Supremo, da possibilidade de prisão após sentenças condenatórias em segunda instância que, na sua visão, além de resultar na soltura de mais de 5 mil presos, passa para o mundo uma instabilidade jurídica de grandes proporções.

    “A população brasileira está perplexa com a mudança de entendimento do STF. Agora, imaginem a comunidade internacional, principalmente aqueles países que têm a prisão condenatória em primeira instância como regra como Argentina, Alemanha, Estados Unidos e outros”, acrescentou.

  5. No texto o articulista erra feio!

    Espaço, panorama, sideral, cortinas, nova realidade, palco, flutuar da nave…
    Não é NADA disso!!!!

    Limpe a lente e verá que trata-se de outro ambiente:
    Uma rede de Esgoto, de lodo, lama, vermes rastejantes, lacraias, novovírus, loval escuro e espúrio, impregnante, grudento, parasitário, onde flutuam esses turds nojentos….

    Há somente uma maneira de resolver esse MAU CHEIRO insuportável que se tornou o cenário político, via “compostagem”…

    Leva um tempo, a ‘coisa’ esquenta, depois esfria, transformando-se em algo novo, limpo e inodoro, com a qual é possivel plantar e colher frutos novamente…

    Do jeito que está só serve á proliferação de doença….

    • O supremo vai pagar por ter se rendido ao bandidos de sempre.
      O povo sabe cobrar e apodrecer aqueles que o prejudicam.
      Vejam que todos não podem andar pelas vias públicas, até mesmo o bandido luiz Inácio, no auge da “sua fama”, orquestrada pela Globo, e paga com nosso dinheiro, não podia também estar no meio do povo, a não ser que estivesse disposto a levar uns tapas.
      Portanto, a vitória do povo é certa demais porque ninguém encara um povo traído por um matuto metido a malandro que depois de roubar se caga todo e diz que é o homem mais honesto do Brasil.
      Infeliz luiz Inácio, vergonha do Brasil!

  6. Pedro do Couto, você que é amigo de Helio Fernandes há muitos e muitos anos deve ter lido no seu Blog Tribuna da Impresa Sindical o artigo em que ele escrevia com detalhes os “Três Encontros que Moro teve com Bolsonaro três mêses antes das eleições. Escreveu Nelson: Nos dois primeiros encontros Bolsonaro pediu a Moro que mantivesse Lula preso para que ele pudesse ganhar as eleições: Resposta de Moro: não tenho provas só ilações e convicções. No terceiro encontro Bolsonaro foi mais explícito: Ganhando a eleição sou eu quem indica e nomeia. Falaram em STF. Tenho certeza que você e outros amigos de Helio Fernandes leram esse artigo assim como eu li.

  7. Há algum tempo Carlos Heitor Cony escreveu que Hélio Fernandes apoiou a derrubada de Jango e ainda entregou muitos comunistas pros militares.
    Enfim, todos escrevem alguma coisa, mas para quem ainda não está caduco deve procurar provas e testemunhas para confirmá-la.
    Ficar nessa de fulano falou não é coisa de gente séria.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *