Surpresa na reforma ministerial

Helio Fernandes 

Que haverá mudanças e que muitos que se julgavam poderosos “não comerão as castanhas de Natal”, é mais do que certo. Não será agora, nada estava preparado. Se fosse imediatamente, quem sabe Palocci entraria na lista?

O que se constitui num fato que não era esperado: a ministra Ana de Holanda, tida como o motor da troca, se fortaleceu e pode se consolidar. Ou já se consolidou.

***
MINISTRO NO “MATO SEM CACHORRO”

Rogério Magri ocupava a pasta do Trabalho. Não roubou, não desviou recursos, não recebia diárias para passar o fim de semana em outra cidade. Um dia, descobriram: “Pela manhã, o motorista levava o cachorro para dar uma volta”. Isso é imperdoável, foi demitido.

E o ministro Palocci, que nem cachorro tem? Não devia ser “esquecido”? Afinal foram apenas alguns milhões, vá lá, no mínimo uma centena.

***
CID GOMES E O MINISTRO “INEPTO”

Do governador Cid Gomes sobre o ministro dos Transportes: “Ele é incompetente, inepto e desonesto”. Nenhuma dessas palavras precisa de tradução, em se tratando de Alfredo Nascimento. Acaba de perder a eleição para o governo do Amazonas. Continuou ministro mais 4 anos por causa do suplente, amigo de Lula e que pretende cumprir o mandado inteiro de senador.

Cid foi eleito governador duas vezes. O povo do Amazonas repudiou, vetou e recusou o ministro. Que Republica.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *