Talibãs de Paquistão e Afeganistão reforçam o Estado Islâmico

Deu na France Presse

Dez ex-comandantes talibãs do Paquistão e do Afeganistão juraram lealdade coletiva ao grupo Estado Islâmico (EI), de acordo com um vídeo divulgado neste fim de semana em fóruns jihadistas on-line.

Alguns panfletos convocando a adesão ao EI aparecerem nestes últimos meses no nordeste do Paquistão e no sul do Afeganistão. Pelo menos cinco ex-combatentes talibãs paquistaneses e três ex-comandantes afegãos de média, ou baixa patente, já anunciaram seu apoio.

Nesse vídeo publicado no sábado e dirigido ao grupo jihadista, os quase dez ex-comandantes talibãs juram “coletivamente” lealdade ao EI – que proclamou um califado nas zonas sob seu controle na Síria e no Iraque – e ao líder do grupo, Abu Bakr al-Bagdadi.

DEZ EMIRES

A maioria desses ex-comandantes talibãs já havia mostrado seu apoio ao EI, individualmente, mas, desta vez, anunciou um comando central no coração de sua nova associação. Os jihadistas afirmam estar dirigidos localmente por Saed Khan, um combatente da zona tribal de Orakzai, no noroeste paquistanês.

“Reunimos os emires de dez grupos que desejam jurar lealdade” a Bagdadi, afirma neste vídeo Shahidulah Shahid, ex-porta-voz do Movimento dos Talibãs do Paquistão (TTP, na sigla em inglês), acrescentando que nomearam Khan como “emir” local.

Os talibãs do Paquistão e do Afeganistão consideram o chefe dos talibãs afegãos, o mulá Omar, como o “emir” de um eventual califado.

Nos últimos meses, as autoridades afegãs e paquistanesas temem a presença do EI na região em um contexto de incerteza, após o final da missão de combate da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan), no Afeganistão.

No fim do vídeo de 16 minutos, filmado em uma região montanhosa não identificada, um homem, apresentado como um soldado do Exército paquistanês, é decapitado.

10 thoughts on “Talibãs de Paquistão e Afeganistão reforçam o Estado Islâmico

  1. Como gostam de dizer os pseudo esquerdistas é tudo uma questão de Classe. Na Nigéria estão obrigando meninas com aproximadamente 10 anos virarem ‘meninas bomba’ . Durante esse fuzuê da França uma delas se explodiu em um mercado e matou mais de 20 pessoas. Mereceu apenas notas de rodapé, pois as vitimas não eram ocidentais e nem formadores de opinião. Esse é um fato recorrente, aqui mesmo no Brasil dizem que a tortura acabou depois da morte do Herzog, quando de fato foi depois da morte do operário Manuel Fiel Filho… Mas ele não deu ‘IBOPE” tanto que a família nem Bolsa Ditadura recebeu !

    • Como havia escrito aqui, aquele policial federal que ‘denunciou’ o Eduardo Cunha era mais uma sórdida armação desses sórdidos gerentes da indústria da difamação petista !
      ” O advogado Antônio Figueiredo Basto, que defende o doleiro Alberto Youssef na Operação Lava Jato, afirmou nesta segunda-feira (12) ao G1 que seu cliente não conhece nem mandou entregar dinheiro para o deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) nem para o senador eleito Antonio Anastasia (PSDB-MG).
      Segundo ele, petições com essa informação devem ser apresentadas até quarta-feira (14) à Justiça Federal no Paraná – onde o caso é investigado – e ao Supremo Tribunal Federal – única instância autorizada a investigar parlamentares. Youssef está preso, acusado de chefiar um esquema de desvio de recursos na Petrobras, revelado pela Operação Lava Jato, da Polícia Federal. ( Fonte G 1 ).

  2. Só lembrando:

    Os atuais aliados e municiadores do Estado Islâmico são os mesmos que desfilaram de braços dados em Paris. Também são os mesmos que o criaram, ao invadirem o Iraque.

    • Primeiro eles vendem o máximo de armas que conseguirem, depois é que se preocupam com quem elas ficarão de fato !

      MOHAMMED SABER/EPA
      Autor Agência Lusa
      MUNDO
      Os dirigentes dos EUA e do Afeganistão perderam o rasto a milhares de armas fornecidas ao regime de Cabul, que correm o risco de ficar nas mãos dos talibãs, segundo um relatório norte-americano esta segunda feira divulgado.
      O documento, da autoria do inspetor-geral especial para a reconstrução do Afeganistão (SIGAR, na sigla em inglês), John Sopko, revela que os EUA forneceram às forças afegãs mais armas do que as necessárias, porque os pedidos foram sendo alterados ao longo do tempo.
      Assim, desde 2004, o Pentágono entregou mais de 747 mil Kalachnikov AK-47, lança-granadas e outras armas ao Afeganistão, no valor de cerca de 626 milhões de dólares (46 milhões de euros).
      Mas os governos norte-americano e afegão não fizeram os registos de forma muito precisa e dezenas de milhares de armas de assalto poderiam estar desaparecidas, segundo o inspetor-geral.
      “Dada a capacidade limitada do Governo afegão para manter registos ou eliminar de forma correta as armas usadas, há um verdadeiro perigo de estas armas tombarem nas mãos dos insurgentes”, sublinhou-se no documento.
      O Exército norte-americano já tinha expressado preocupações com o controlo destas armas antes de as entregar e as autoridades de Cabul têm “problemas importantes” em as localizar com exatidão.
      As forças de segurança afegãs têm feito poucos esforços para manter os registos atualizados e fazer inventários de armas e as inspeções do SIGAR depósitos de armamento têm revelado diversas altas.
      Acresce que o Exército e a polícia do Afeganistão receberam 112 mil armas a mais do que tinha sido solicitado inicialmente. Esta diferença é atribuída à vontade dos soldados afegãos possuírem armas mais recentes em vez de repararem as antigas.
      O risco de as armas caírem nas mãos dos talibãs aumenta com a redução prevista do número de soldados afegãos recrutados, que deverá passar de 352 mil para 228.500 até 2017.

  3. acredito que todas as notícias/comentários sobre quaisquer eventos deveriam conter pré ou pós fixados os links, para melhor conforto na apreciação…

    • Em tese seria bom , mas é inviável. Tenho uns 10.000 artigos guardados nas nuvens, pois os meninos do Franklin andaram ” Visitando ‘ o meu computador por mais de uma vez. É a liberdade da internet.
      PS.: Em todas as vezes foi IP de estatais.

Deixe uma resposta para Francisco Vieira Brasilia - DF Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *