Temer convocou Maia e Eunício para cobrar lealdade e pressa nas votações

Resultado de imagem para rodrigo maia charges

Charge do Kacio (kacio.art.br)

Carlos Newton

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE), foram convocados para uma reunião no Palácio do Jaburu, em Brasília, com o presidente Michel Temer. A informação vazou, mas ninguém viu Maia entrando, porque desde a semana passada Temer mandou fechar a visão do acesso ao palácio residencial com uma cerca viva de jarros de plantas.

A Agência Estado vazou a informação de que Maia e Eunício ficaram no Jaburu por pouco mais de uma hora. Sabe-se que o presidente cobrou lealdade dos dois parlamentares, pedindo pressa na aprovação das reformas da previdência Social e das leis trabalhistas, assim como a rejeição da abertura de processo contra ele.

Eunício está mais tranqüilo, porque o foco da mídia está em Maia, que é o primeiro na linha sucessória da Presidência da República e substituirá Temer por 180 dias caso a Câmara aprove a abertura do processo criminal contra o atual chefe do governo.

Nos últimos dias, diante das especulações na mídia e nas redes sociais, por diversas vezes Maia declarou lealdade a Temer, enquanto via crescer a defesa de seu nome por aliados do PSDB e do seu partido, como alternativa viável para estancar a crise política.

A Câmara está acelerando o processo de exame da denúncia contra Temer e o relator Sérgio Zveiter (PMDB-RJ) anunciou ter passado o final de semana trabalhando no parecer, para entregá-la à Comissão de Constituição e Justiça nesta segunda-feira. Como dizia o grande publicitário e compositor Miguel Gustavo, o suspense é de matar o Hitchcock.

2 thoughts on “Temer convocou Maia e Eunício para cobrar lealdade e pressa nas votações

  1. Maia: “Eu aprendi em casa a ser leal, a ser correto e serei com o presidente Michel Temer sempre”, disse na sexta-feira, em Buenos Aires.
    Interessante, com temer ele é leal, correto e tudo mais.
    E com o país? Claro que se é leal a Temer, não pode ser leal ao povo e ao país.
    O que os cargos e o dinheiro faz com as pessoas!
    Fallavena

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *