Temer entrega na próxima semana as respostas às 50 perguntas do caso Rodrimar

Respostas a cargo do advogado Antônio Cláudio Mariz

Andréia Sadi
Deu no G1

O presidente Michel Temer entregará suas respostas à Polícia Federal no inquérito que apura suposta propina paga ao presidente no Porto de Santos até a próxima quarta-feira, dia 17.  Temer discutiu o assunto nesta sexta-feira, dia 12, em seu escritório político em São Paulo, com o advogado Antônio Cláudio Mariz. “Vamos entregar terça ou quarta-feira. Vamos protocolar. Poderíamos deixar para o fim do mês, porque o Tribunal está em recesso, mas vamos entregar na semana que vem”, disse Mariz.

VAI RESPONDER, MESMO – O advogado confirmou que Temer vai responder a todo o questionário com 50 perguntas da PF, embora o presidente não tenha obrigação de responder todas. Mariz disse que fez algumas ressalvas sobre uma ou outra questão que “não tem pertinência”, mas Temer que responder “mesmo assim”. “Não são respostas longas. São fundamentadas e respeitosas. Nega, mas não é só negar- ele explica”, disse.

Mariz é advogado de Temer no caso Rodrimar, mas afirmou que, se virar denúncia, precisará avaliar se há conflito de interesse. “Se vier a denúncia, preciso ver se há alguma incompatibilidade em relação a algum cliente, como já aconteceu, aí não posso ficar”. Mariz defendeu Temer na primeira denúncia na Câmara dos Deputados. Na segunda, declinou porque havia advogado para o doleiro Lucio Funaro, cuja delação embasou parte da peça de Rodrigo Janot, ex-procurador-geral da República, contra Temer.

###
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOG
 – 
No dever de casa de Temer, o longo questionário cita 38 vezes o nome de Rodrigo Rocha Loures, atualmente em prisão domiciliar no âmbito do inquérito que apura suposto pagamento de propina da empresa Rodrimar para o presidente. O interrogatório será anexado à investigação aberta após solicitação de Rodrigo Janot. As perguntas vão desde a relação com o próprio Loures, até o histórico profissional de Temer, o acompanhamento das questões portuárias, o suposto favorecimento de algumas empresas e a relação de Temer com operadores. Desta vez, Temer resolveu não se omitir, já que no ano passado ignorou as 82 indagações feitas pela PF no âmbito do inquérito sobre corrupção passiva, obstrução de Justiça e organização criminosa no caso JBS. As respostas estão sendo minuciosamente redigidas e revisadas ponto a ponto. Tudo na base do coletivo mesmo. União de forças. Temer tenta não pisar no calo de ninguém. Principalmente dos delatores e de seu fiel ex-assessor  Rocha Loures. (M.C.)

3 thoughts on “Temer entrega na próxima semana as respostas às 50 perguntas do caso Rodrimar

  1. Todos os procuradores do MPF sabem que existe uma abundância de provas nesse caso e a denúncia já era pra ter sido feita, mas tudo mudou com a entrada da escolhida de Temer no cargo de PGR.

    Raquel Dodge está prevaricando e essa atuação da PGR de Temer é inaceitável !

    Raquel Dodge é a Prevaricadora Geral da República !!!

    Já era pra PGR ter feito a 3ª denúncia contra Temer no caso da MP do porto de Santos faz meses !!!

    Mas Raquel Dodge, a Prevaricadora Geral da República, foi escolhida por Temer justamente pra isso: continuar engavetando essa denúncia !

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *