Temer reafirma sua candidatura e Meirelles deve aceitar ser o vice

Resultado de imagem para meirelles candidato charges

Charge do Nani (nanihumor.com.br)

Rodolfo Costa
Correio Braziliense

O governo quer celeridade na agenda eleitoral. E, ao passo que busca apoio de partidos aliados, também busca ajeitar internamente a casa. Para isso, o presidente Michel Temer recebeu em um jantar na noite desta terça-feira (24) no Palácio do Alvorada presidentes do MDB de oito estados, além do presidente nacional do partido, o senador Romero Jucá (MDB-RR). O ex-ministro da Fazenda Henrique Meirelles, recém-filiado ao partido, também participou do encontro.

A reunião foi a primeira de um total de três a serem realizadas com presidentes do MDB de todos os estados e do Distrito Federal.

BASES DA CAMPANHA – O objetivo foi reforçar o apoio em torno da candidatura governista e discutir suportes às candidaturas nas unidades da Federação. Temer pediu que os caciques levem aos estados o discurso do que considera como uma gestão bem sucedida, como destaques para a retomada da atividade econômica, do emprego, da inflação e dos juros mais baixos.

O acordo é essencial para o MDB alçar voos mais altos na corrida presidencial. Afinal, Temer precisará costurar palanques nos estados para buscar um diálogo com o eleitor. No jantar, o presidente reafirmou o desejo de defender o legado do governo e se posicionou como pré-candidato à Presidência da República. Meirelles também discursou e sinalizou igual pretensão.

###
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOG
Fica claro não somente que Temer será mesmo candidato à Presidência, como também que o ex-ministro Henrique Meirelles será o candidato a vice na chapa, pois já está até participando da organização da campanha. A candidatura de Temer está baseada na tese de que 6% dos eleitores consideram sua gestão “boa” ou “ótima”, e outros 19% a consideram “regular”. O elevado grau de “rejeição” pode ser revertido, na visão do Planalto. (C.N.)

15 thoughts on “Temer reafirma sua candidatura e Meirelles deve aceitar ser o vice

  1. Vão quebrar a cara caso insistam nessa utopia. O MDB no nordeste já se animou com a possível soltura e eventual candidatura Lula e externaram isso publicamente. Se colocar o Meireles como cabeça de chapa o vexame sera menor acredito. A conferir!

  2. Tem mais jeito não, a república 171 do partidarismo eleitoral, do golpismo ditatorial e dos seus tentáculos, velhaco$, está literalmente fodida, e na seara da dita-cuja quanto mais se reza e se ora mais assombrações aparecem. Já passou da hora de puxar a descarga e mandar a dita-cuja de porteira fechada para o esgoto da história. Com a caneta e a chave do erário mão, pressionado pela PF, pelo MPF e pela JF, e a perspectiva de cadeia após o mandato, tendo apenas a morte como saída, ou a compra da eleição com dinheiro público, Temer vai fazer troca-troca até com o próprio Diabo, vai abrir de vez as portas do inferno, fazer uma festa de arromba, e beijar na boca o próprio dito-cujo, seu mentor, ao que parece, e quem viver verá, e corruptos para votarem Nelle não faltam neste país extremamente corrupto, como já disse o PGR.

      • Estão esquecendo as maquininhas efeagacSmartics.
        A engenharia foi feita toda no desgoverno do Corruptão, hoje curtindo a vida adoidado em Paris com aquela boca de suvaco com cheiro do esgotão do covas.
        E alguns bilhões roubados dos cofres públicos para fazer a festa da Famiglia Vagabunda.
        Pedem para eles voltarem a fazer eleição com voto de papel e caneta.

    • De fato, Meirelles é tão preocupado com o futuro dos brasileiros que deve deixar o dólar subir a R$18,00 ate Dezembro, só para poder favorecer seus amigos exportadores, antes que acabe a mamata.
      E toca pra Irlanda, logo após as eleições,
      pra nao ser linchado.

  3. Como é que pode um país tão grande, com forças armadas tão numerosas e caras, ser tão vulnerável ao ataque, domínio e manipulação de corruptos nacionais e internacionais mancomunados ?

  4. O vampirão conseguiu zerar o jogo da eleição. Sabe que não tem como ser eleito, nem seu partido finge mais ter algum programa, e candidata-se para perder, tornando-se de novo (para lembrar a eleiçao de 2006) o “eleitor” mais valioso do país. Entra de bye no segundo turno só pra capitalizar em cima do apoio aos candidatos do lucrativo segundo turno. Eduardo Cunha na época da reeleição de Lula, discursava contra embarcar para a canoa contrária, deixando o PMDB de apoiar o candidato do PSDB (Serra), que apoiara em 2002, quando foi base durante o governo FHC. Temer não deixou o barco afundar.

    Lula vai ser libertado e depois vai ser condenado. Quando o cliente é preso que realmente começam os trabalhos e acordos dos sócios-fundadores dos escritórios de advocacia. Até agora o Dr. só se esmerou no processualismo, sendo escada para o gol das águias, de Haia e de Brasília.

    Há casualidades no jogo do poder, alguns são pegos, outros não. Muitos praticam a arte de tornar possível o impossível, sem ser pegos. Assim como os mágicos, fazem das cifras engessadas como volumosos mananciais para suas bases. O vulgo tem a impressão de que algo não fecha na conta mas tem que aceitar e recolher sob pena de multa, com farisaica exatidão. Outros ainda fazem questão de receber o pirão primeiro, já que tudo anda como dantes e farinha pouca…

    Perde a nação. Ganha-se um Estado.

    • Devido a edições o parenteses deveria conter o nome Alckmin, Serra foi o candidato da continuidade, na segunda derrota eleitoral do PMDB após Ulysses perder para Collor e Lula sua eleição.

  5. Um pilantra sem moral , gatuno da pior espécie “comparando-se a Tiradentes” quer ser presidente eleito do Brasil. Só se acontecer um “tusinami” que varra o Brasil do Oiapoque ao Chui e deixar todo o povo brasileiro maluco. Ou se na pior das desgraças Trump quiser que Temer seja presidente. Agente da CIA ele é há muito tempo. Como nós brasileiros somos burros, pode acontecer qualquer coisa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *