Temer tenta se reaproximar de Renan, que já passou a ser o líder da Oposição

Renan diz que já rompeu com o governo Temer

Gustavo Uribe e Daniel Carvalho
Folha

Com receio da aprovação de flexibilizações nas reformas governistas, o presidente Michel Temer iniciou uma reaproximação com o senador Renan Calheiros (PMDB-AL) para evitar que sua insatisfação com a gestão federal contamine a base aliada. Renan, por sua vez, voltou a criticar o governo em uma longa entrevista nesta terça-feira (dia 4).

O presidente escalou senadores mais próximos ao líder do PMDB, como Romero Jucá (PMDB-RR) e Aécio Neves (PSDB-MG), para retomar a interlocução com o peemedebista e evitar o aumento da tensão na relação entre ambos.

“PORTAS ABERTAS” – A intenção de Temer é passar o recado a Renan de que as “portas estão sempre abertas” caso ele queira discutir as medidas governistas, entre elas a reforma previdenciária, que tem sido criticada publicamente pelo senador.

Em um primeiro momento, a ideia é aguardar uma reação do peemedebista. Caso não ocorra, o intuito é monitorar os passos do senador até maio, quando o governo acredita que as mudanças na aposentadoria serão enviadas ao Senado. A partir de então, a intenção do Planalto é aumentar a ofensiva com a realização de um encontro entre Temer e Renan.

A reaproximação tem como objetivo evitar um racha na bancada peemedebista, que tem manifestado opiniões divergentes sobre as medidas governistas, e impedir que o Renan influencie senadores governistas que disputarão a eleição do próximo ano e, por isso, estão preocupados com o impacto das medidas em suas bases eleitorais.

MINISTÉRIOS DOS PORTOS? – Ainda com essa intenção, o presidente pretende promover reuniões neste mês com os demais senadores da bancada peemedebista para impedir um movimento de distanciamento do Palácio do Planalto.

Em conversas reservadas, Temer tem lembrado que não é a primeira vez que Renan se indispõe com ele e que o movimento tem relação com o processo eleitoral de 2018, já que que o cenário eleitoral em Alagoas não é favorável ao peemedebista.

Em nome de um acordo entre ambos, o presidente decidiu protelar a recriação do Ministério dos Portos, que deverá ser recriado para contemplar a bancada peemedebista no Senado.

###
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOG –
Essa tentativa de reaproximação ensaiada pelo Planalto já fracassou. Desde que Renan fez o primeiro ataque ao governo, no mês passado, denunciando a influência de Eduardo Cunha no Planalto, já era uma viagem sem volta. E Renan agora está cada vez mais empolgado com a condição de líder informal da oposição, que passou a exerce junto com a liderança do PMDB no Senado. Na noite desta terça-feira, Renan deu um show no jantar da bancada na casa de Kátia Abreu, outra rebelde do PMDB, enquanto Temer tinha de cancelar o café da manhã que marcara com a mesma bancada para esta quarta-feira no Alvorada, vejam bem quem realmente está contando com a simpatia dos senadores do PMDB. Politicamente, embora tenha a caneta do poder nas mãos, Temer não é páreo para Renan. (C.N.)

13 thoughts on “Temer tenta se reaproximar de Renan, que já passou a ser o líder da Oposição

  1. Temer não é páreo pra ninguém. Só não entendo como um canalha como esse Renan ainda não esta preso.Parece que Alagoas, ano que vem, vai dar um jeito nisso.

  2. A marchinha carnavalesca já ensinava, quem não chora não mama.
    O choroso Renan esta a ver minguar o seu prestígio la no planalto, até porque o Temer precisa agradar aos troianos. Assim fica fazendo”beicinho”, até que consiga novamente recolocar seus apaniguados nos cargos, então ele volta para o reduto.
    Diria o Rui Barbosa, de tanto ver triunfar as nulidades, que não mais nos enganam.
    O governo Temer é um verdadeiro balaio de gatos.
    A casa da Katia Abreu virou reduto da conspiração renânica.

  3. Hepatite,
    Dengue,
    Febre Amarela,
    Bala perdida,
    Bala certeira,
    Jato de lava-jato,
    borduna,
    impeachment,
    cancer repentino oriundo de desespero pré-denuncia-avassaladora,
    rejeição capilar,
    sangue coagulável entupidor arterial, QUALQUER COISA
    que tire esses furúnculos da nossa politica!!!

  4. Dilma era uma presidente grossa e burra; Temer é um velho fraco e vaidoso. Melhor ocupação para os dois: criar galinha e esquecer a política.

  5. Caro CN … Saudações!!!

    Houve um período na Economia Mundial, o dos chamados Planos Econômicos, em que apareciam Teorias Heterodoxas, que não respeitavam o que já era consenso na Economia … procuravam tais planos vencer a inflação por meio de fixação de valor da moeda pátria – e aí, houve quem ganhou muito dinheiro quando a moeda ficou nua, lembra???

    Aí, inventaram uma cilada mais sutil – moeda flutuando (dentro de margens), meta de inflação, juros corretivos kkk KKK kkk êta cilada, em que muitos países caíram, em especial nosso Brasil!!!

    Por que cilada??? ora pois pois – a causa da inflação foi eliminada??? ??? ???

    Quando do período da Heterodoxia – se emitia para cobrir os rombos orçamentários.

    Agora, títulos são vendidos para quê??? EXATAMENTE para a mesma coisa – cobrir rombos orçamentários.

    E o Governo Temer está lutando para o Brasil entender que TODOS os Governos passados foram MENTIROSOS; pois não há Orçamento para cobrir o que legislaram – – – ESTA É A VERDADE!!! !!! !!!

    Não há culpa nos rentistas (que ganham ajudando a cobrir os déficits) … nem nos aposentados, trabalhadores terceirizados ou não etc
    … … …
    Já se tentou vencer emitindo moeda … Agora se tenta vencer vendendo títulos … são ciladas!!! O Governo Temer procura a VERDADE!!! !!! !!! se pararmos de gastar mais do que arrecadamos; não precisaremos pagar juros aos rentistas – esses irão ao Investimento, que gerará emprego, aumento de arrecadação, felicidade etc

    O RESTO É MENTIRA!!! !!! !!!

    Terá nosso Senador Renan, PMDdoB-AL, que viabilizou o CDC, alguma proposta nova que seja alternativa para acabar com o gastar mais que arrecadar???

    Muito boa a proposta do Presidente Sarney, PMDdoB-AP, de mais conversa dentro do PMDdoB e Governo … Sarney sabe que Heterodoxia não dá … Renan, ex-Ministro de FHC, sabe que a segunda cilada também não dá!!!

    Abraços.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *