Temos problemas no Blog e o UOL não sabe o que é…

Carlos Newton

Até agora, às 10 da manhã, já tivemos mais de 15 mil acessos, mas não consigo editar novas matérias. Já liguei para o Suporte do UolHost e não consegui melhorar o desempenho. Se não conseguir editar novas matéria, acho melhor dizer que na internet também já está tudo dominado.

É pena. Vou continuar tentando colocar as novas matérias. Podem nos tirar do ar, mais uma vez, mas não vamos desistir.

24 thoughts on “Temos problemas no Blog e o UOL não sabe o que é…

  1. É luta espiritual, caro CN!!!

    Vade retro, Satanás!!! beba tu o teu próprio veneno!!!

    Tomem cuidado os satanistas … apóstolos da MENTIRA … vai sobrar para vocês também!!!

    Se arrependam, enquanto é tempo!!! !!! !!!

    Viva o SANGUE redentor de JOSHUA!!! !!! !!!

  2. Desde ontem. O cinismo petista chegou ao limite, o reinício do julgamento da extradição do Pizzolato será HOJE, pois na 1.ª vez o Ministério da Justiça se ‘esqueceu’ de enviar os papeis solicitados pela justiça italiana. Pior, nesse ‘intervalo’ não se apurou nenhum dos novos crimes que ele cometeu em sua fuga do Brasil, onde até defunto votou. VERGONHA!

  3. Ontem inclui a caixa do Facebook para que os leitores possam dar “like” na página de lá e incluí o contador de acesso. Como está com essa instabilidade resolvi remover a caixa do Facebook para testar se pode ter sido isso que tenha gerado essa instabilidade. Caso continue, removerei o contador do Histats com o mesmo propósito.

    Ficando claro que essas alterações não estão influenciando na estabilidade aqui do blog, colocarei novamente nos devidos lugares.

    Vale ressaltar que, em questão de suporte ao cliente, esses atendentes do UOL são muito despreparados chegando até a se tornarem incompetentes em alguns casos.

  4. Se sabe que aqui tem infiltração nociva de elementos pagos pelo partido do crime e/ou elementos que têm empregos na máquina pública aparelhada pelo partido.
    A maioria deles escreve comentários xingando aqueles que são contra o partido do crime. Eles são incapazes de apresentar fatos concretos para rebater argumentos de quem lhes desagradam.

  5. Se cerca de 2% dos padres anglicanos não acreditam em Deus, revela pesquisa … e outros 16% são agnósticos de acordo com o levantamento … … … temos sentinelas na Igreja Católica preparados para o combate:

    2 – (http://pt.radiovaticana.va/news/2014/10/27/papa_envia_mensagem_%C3%A0_associa%C3%A7%C3%A3o_internacional_exorcistas/bra-833331) com:
    “Home > Igreja > 2014-10-27 20:52:21
    Papa envia mensagem à Associação Internacional Exorcistas
    Cidade do Vaticano (RV) – Os exorcistas “no particular ministério exercido, em comunhão com seus bispos”, manifestem “o amor e o acolhimento da Igreja àqueles que sofrem por causa da obra do maligno”: é o que escreve o Papa Francisco numa mensagem enviada ao presidente da Associação Internacional Exorcistas (AIE), Pe. Francesco Bamonte, que nestes dias realizou seu primeiro Congresso após o reconhecimento jurídico por parte da Congregação para o Clero, em junho passado. O evento, que teve a participação de 300 exorcistas provenientes do mundo inteiro, tratou em particular da difusão e consequências do ocultismo, satanismo e esoterismo. A esse propósito, a Rádio Vaticano ouviu o porta-voz da Associação, o psiquiatra Valter Cascioli. Eis o que disse:
    Valter Cascioli:- “Estas práticas, de certo modo, abrem o caminho para a singular atividade demoníaca. Certamente, o número de pessoas que se dirigem a essas práticas com graves danos sociais, psicológicos, espirituais e morais está em constante aumento e isso nos preocupa porque, consequentemente, temos também um singular aumento da atividade demoníaca, de modo particular, perseguições, obsessões e, sobretudo, possessões diabólicas.” (RL)
    Texto proveniente da página http://pt.radiovaticana.va/news/2014/10/27/papa_envia_mensagem_%C3%A0_associa%C3%A7%C3%A3o_internacional_exorcistas/bra-833331
    do site da Rádio Vaticano “

  6. 3 – Está lá (http://www.tribunadainternet.com.br/a-forca-dentro-de-nos/#comment-193563): Lionço Ramos Ferreira outubro 25, 2014 3:02 pm ” … 6. Sobre tuas muralhas, Jerusalém, coloquei vigias; nem de dia nem de noite devem calar-se. Vós, que deveis manter desperta a memória do Senhor, não vos concedais descanso algum 7. e não o deixeis em paz, até que tenha restabelecido Jerusalém para dela fazer a glória da terra.” (Is 62) … … … está bem claro que a minha Missão é “NÃO DEIXAR EM PAZ”!!! !!! !!! … ”

    4 – Fui à Missa das 18 horas na Igreja Santos Anjos, Cruzada São Sebastião, Leblon, RJ … e nosso Pároco Presbítero Célio insistiu no Sermão que devemos ser da PAZ e da CARIDADE … que nem Santo Antônio de Santana Galvão, Santo daquele sábado … … … e aí, conflito??? ??? ???

  7. 5 – LIONCO RAMOS FERREIRA 26 de out (Há 2 dias) … para …
    Reverendo Presbítero …, Paz!

    Abrindo hoje a Bíblia … e sem procurar resposta … me saiu:
    “1. E agora, eis o que diz o Senhor, aquele que te criou, Jacó, e te formou, Israel: Nada temas, pois eu te resgato, eu te chamo pelo nome, és meu.

    9. Que todas as nações se congreguem e que os povos se reúnam! Quem dentre eles soube predizer o que se passa, e foi o primeiro que no-lo fez saber? Que apresentem suas testemunhas para justificar suas pretensões, que sejam ouvidas para que se possa dizer: É exato. 10. Vós sois minhas testemunhas, diz o Senhor, e meus servos que eu escolhi, a fim de que se reconheça e que me acreditem e que se compreenda que sou eu. Nenhum deus foi formado antes de mim, e não haverá outros depois de mim. 11. Fui eu, sou eu o Senhor, não há outro salvador a não ser eu. 12. Sou eu quem predisse e salvei, e não um deus estranho entre vós. Vós sois minhas testemunhas, diz o Senhor, eu sou Deus 13. desde toda a eternidade. Ninguém poderia escapar de minha mão; quando executo, quem poderia destruir minha obra?

    18. Não vos lembreis mais dos acontecimentos de outrora, não recordeis mais as coisas antigas, 19. porque eis que vou fazer obra nova, a qual já surge: não a vedes? Vou abrir uma via pelo deserto, e fazer correr arroios pela estepe.

    26. Refresca tua memória e discutamos: apresenta tuas contas, para te justificar!
    (Is 43)
    … … …
    Foi uma resposta rápida de Papá:
    1 – afirma que está com Sua Memória desperta!!!
    2 – e retribui pedindo que refresquemos a nossa!!!
    3 – avisa que vem juízo!!!
    4 – obra nova é restauração e não reforma!!!”

  8. Caro Lionço,

    É preciso dizer EM QUAL DEUS ELES NÃO ACREDITAM! São tantos por aí. Provavelmente o senhor também não deve acreditar em uns 99,99% deles! Então o senhor deve ser “ateu” em relação aos 99,99% dos deuses adorados pelos seres humanos e que surgiram ao longo da nossa existência.

    Abraços.

    • Caro Francisco Vieira Brasilia – DF … saudações!

      Creio no Deus CONSTITUCIONAL:
      “CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL DE 1988
      PREÂMBULO
      Nós, representantes do povo brasileiro, reunidos em Assembléia Nacional Constituinte para instituir um Estado Democrático, destinado a assegurar o exercício dos direitos sociais e individuais, a liberdade, a segurança, o bem-estar, o desenvolvimento, a igualdade e a justiça como valores supremos de uma sociedade fraterna, pluralista e sem preconceitos, fundada na harmonia social e comprometida, na ordem interna e internacional, com a solução pacífica das controvérsias, promulgamos, sob a proteção de Deus, a seguinte CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL.”
      … … …
      Como não diz o nome de Deus … aí temos que ir procurar em Constituições anteriores do Brasil (não é assim que ensinam no Direito???) … e encontramos:

      “CONSTITUIÇÃO POLITICA DO IMPERIO DO BRAZIL (DE 25 DE MARÇO DE 1824)
      Constituição Política do Império do Brasil, elaborada por um Conselho de Estado e outorgada pelo Imperador D. Pedro I, em 25.03.1824.
      Carta de Lei de 25 de Março de 1824
      (Vide Lei nº 234 de 1832)
      Manda observar a Constituição Politica do Imperio, offerecida e jurada por Sua Magestade o Imperador.
      DOM PEDRO PRIMEIRO, POR GRAÇA DE DEOS, e Unanime Acclamação dos Povos, Imperador Constitucional, e Defensor Perpetuo do Brazil : Fazemos saber a todos os Nossos Subditos, que tendo-Nos requeridos o Povos deste Imperio, juntos em Camaras, que Nós quanto antes jurassemos e fizessemos jurar o Projecto de Constituição, que haviamos offerecido ás suas observações para serem depois presentes á nova Assembléa Constituinte mostrando o grande desejo, que tinham, de que elle se observasse já como Constituição do Imperio, por lhes merecer a mais plena approvação, e delle esperarem a sua individual, e geral felicidade Politica : Nós Jurámos o sobredito Projecto para o observarmos e fazermos observar, como Constituição, que dora em diante fica sendo deste Imperio a qual é do theor seguinte:
      CONSTITUICÃO POLITICA DO IMPERIO DO BRAZIL.
      EM NOME DA SANTISSIMA TRINDADE.”

      Tivemos algumas Constituições laicas … a de 1988 não o é; pois respeita a CIDADANIA que majoritariamente é crente em Deus (SANTÍSSIMA TRINDADE).

      Porém, é DEMOCRÁTICA … e respeita quem adore outro deus, seja agnóstico ou seja ateu.

  9. CRONISTA JANER CRISTALDO – Velório do jornalista Janer Cristaldo começou as 10h- Noticia o Polibio Braga hoje, 28/10/2014.
    Abaixo, um dos seus primorosos artigos.
    Aqui:
    http://cristaldo.blogspot.com.br/

    quarta-feira, março 28, 2012

    FINALMENTE MORRE UM
    HUMORISTA NO BRASIL

    A imprensa nacional saudou, na semana passada, a morte de um humorista. Em verdade, quem morreu foi um piadista vulgar. O humorista morreu hoje. Millôr Fernandes, enfim um escritor sem estilo, como se definia.

    Acompanho Millôr desde meus dias de guri, quando assinava coluna em O Cruzeiro. Guardo até hoje comigo sua “Verdadeira História do Paraíso”, em dez páginas, publicada em outubro de 63, que lhe valeu a expulsão da revista.

    “Eva, de repente, descobrindo uma bela cascata, resolveu tomar um banho de rio. A criação inteira veio então espiar aquela coisa linda que ninguém conhecia. E quando Eva saiu do banho, toda molhada, naquele mundo inaugural, naquela manhã primeval, estava realmente tão maravilhosa que os anjos, arcanjos e querubins, ao verem a primeira mulher nua sobre a Terra, não se contiveram, começaram a bater palmas e a gritar, entusiasmados: “O AUTOR! O AUTOR! O AUTOR!”.

    P.S. – Este discurso do Todo-Poderoso está sendo divulgado pela primeira vez em todos os tempos, aqui neste livro. Nunca foi publicado antes, nem mesmo pelo seu órgão oficial, a BÍBLIA”.

    Fechava a historieta com chave de ouro:

    “Toda essa pressa,
    demonstra-o incompetente.
    Porque fazer a humanidade em sete dias,
    Se tinha a eternidade pela frente?”

    Nos anos 80, encontrei Millôr em um restaurante da Avenida da Rendeiras, em Florianópolis, acompanhado pela Cora Rónai. Me apresentei como seu freguês de livreta e conversamos boa parte da tarde. Comentei ter recortado a “Verdadeira História” da Cruzeiro.

    – Não acredito. Não tens idade para isso.

    Tinha. E recitei alguns trechos da história. Mas passo a palavra a Millôr, para que conte o episódio.

    – Posteriormente, a história foi apresentada, também, na TV Tupi do Rio, e num espetáculo teatral, Piftac-Zigpong, antes de ser vendida como matéria especial com contrarecibo e pagamento adiantado, pois eu conhecia bem a administração da empresa, para a revista O Cruzeiro, em maio de 1963. A revista, creio que por motivos de programação, só publicou a história seis meses depois, em outubro, ocasião em que eu viajava pela Europa. Uma noite, estando numa festa em Lisboa, me lembro de que havia, na festa, uma ilustre companhia, desde a senhora Princesa da Fátima à não menos senhora condessa de Paris, pois eu, Proust e Ibrahim Sued estamos sempre nessas, o cantor Juca Chaves se aproximou de mim com aquele ar satânico de quem vai anunciar a repetição do terremoto de 1755 e perguntou: “Você viu o que O Cruzeiro escreveu contra você?” Vi no dia seguinte, na embaixada.

    – Na primeira página da revista, na qual eu tinha trabalhado 25 anos (seis meninos, tínhamos elevado a vendagem da revista de 11.000 a 750.000 exemplares semanais, a maior da imprensa brasileira em todos os tempos) havia um incrível editorial contra mim, naturalmente não assinado, no qual se dizia que eu tinha publicado a história, dez páginas em quatro cores (!), sem conhecimento da redação, da secretaria e, conseqüentemente, da direção do semanário. Acho que o fato é inédito na história da imprensa e da pusilanimidade internacional e só foi mesmo possível devido ao caos moral em que se transformaram os Diários Associados, desagregação essa que, pelo gigantismo da organização, influenciou, e influencia ainda hoje, no pior sentido, a imprensa brasileira.

    Em minha biblioteca, tive por vários anos os quatro exemplares de O Pif-Paf. Infelizmente, sumiram. Ainda nos anos 80, tive oportunidade de fazer uma rápida correção a Millôr. Em sua coluna na Veja, ele escrevera que Shakespeare e Cervantes haviam morrido na mesma data, 23 de abril de 1616. No mesmo dia, sim, comentei. Mas não na mesma data. Castela utilizava o calendário gregoriano desde o século XVI, enquanto a Inglaterra só o adotou em 1751. Ou seja, Shakespeare morreu dez dias depois de Cervantes. Millôr recebeu a observação com simpatia.

    Colunista no Pasquim, Millôr acabou se incompatibilizando com os vivaldinos que faziam da contestação seu pé de meia. Foi um dos raros intelectuais do país a definir a verdadeira natureza dos revolucionários pós-64. “A luta armada não deu certo e eles agora pedem indenização? Então, eles não estavam fazendo uma rebelião, mas um investimento”. Ziraldo e Jaguar receberam, cada um uma bolsa-ditadura, de R$ 1,2 milhão e R$ 1 milhão respectivamente.

    Autodidata – não teve universidade, exceto a do Meyer, como gostava de chamar a Escola Ennes de Souza, onde estudou de 1931 a 1935 – Millôr tinha amplo domínio de línguas e da cultura ocidental. Publicou mais de cinqüenta livros, quinze peças e uma centena de traduções de dramas, tragédias e comédias. Considerado o melhor tradutor de Shakespeare no Brasil, tinha da tradução uma concepção nada teórica, mas rigorosa:

    – Fica dito: não se pode traduzir sem ter uma filosofia a respeito do assunto. Não se pode traduzir sem ter o mais absoluto respeito pelo original e, paradoxalmente, sem o atrevimento ocasional de desrespeitar a letra do original exatamente para lhe captar o melhor espírito. Não se pode traduzir sem o mais amplo conhecimento da língua traduzida mas, acima de tudo, sem o fácil domínio da língua para a qual se traduz. Não se pode traduzir sem cultura e, também, contraditoriamente, não se pode traduzir quando se é um erudito, profissional utilíssimo pelas informações que nos presta – que seria de nós sem os eruditos em Shakespeare? – mas cuja tendência fatal é empalhar borboleta. Não se pode traduzir sem intuição. Não se pode traduzir sem ser escritor, com estilo próprio, originalidade sua, sendo profissional. Não se pode traduzir sem dignidade.

    Nada a ver com o vulgar piadista da Globo. Compartilhava comigo – e suponho que era o único a compartilhar – minha visão de Machado de Assis como um escritor banal. Sempre considerei absurdo o fato de a crítica tupiniquim considerar como o grande drama nacional o fato de Capitu ter ou não ter traído Bentinho. Dizia Millôr:

    – Machado de Assis é um bobo, mas todo o mundo o coloca no céu. É difícil a pessoa recuar naquilo que absorve na juventude. Minha cabeça funciona o tempo todo. A questão da Capitu em Dom Casmurro, por exemplo. Fica todo o mundo preocupado se a Capitu deu ou não para o Escobar. Ora, é evidente que sim. O livro diz que o filho da Capitu tem a cara do Escobar. Demonstro com evidências que Capitu traiu. Bentinho descreve de tal maneira Escobar que ele parece mesmo apaixonado pelo amigo. Peguei trechos sintomáticos do Bentinho no livro. Escobar se afasta no ônibus e Bentinho fica triste porque ele não lhe dá adeus. Eles ficavam de mãos dadas no colégio de padres e os padres achavam aquilo estranho. Não era normal. Dom Casmurro é um livro fraco.

    Assino embaixo. Requiescat in pace, caríssimo. Que o inferno te seja ameno. Lá, encontrarás boa companhia, Swift, Voltaire, Nietzsche. No paraíso estão os puxa-sacos de Jeová, que não deve ter gostado de tua versão da Criação.

    – Enviado por Janer @ 3:44 PM

  10. A dificuldade de acessar o blog deve merecer explicações da parte da UOL
    O fato é que a lentidão para se chegar a Tribuna da Internet é tanta, que muitos leitores deixam para depois, para mais tarde, e é isso mesmo que essa CENSURA deslavadamente criminosa do PT deseja… e nela insiste.
    O fato é evidente…
    A VERDADE INCOMODA… é só isso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *