“Tempo, vais para trás ou para diante?”, perguntava o poeta modernista Dante Milano

Dante Milano – Em meia palavra

Dante Milano, retratado pelo amigo Portinari

Paulo Peres
Poemas & Canções

O poeta Dante Milano (1899-1991), nascido em Petrópolis (Rio de Janeiro), foi um dos mais destacados elementos representativos da terceira geração do Modernismo. No poema “Ao Tempo” faz criativas indagações sobre o ir e vir da passagem do tempo. Afinal, para onde o tempo vai?

AO TEMPO
Dante Milano

Tempo, vais para trás ou para diante?

O passado carrega a minha vida
Para trás e eu de mim fiquei distante,
Ou existir é uma contínua ida
E eu me persigo nunca me alcançando?
A hora da despedida é a da partida

A um tempo aproximando e distanciando…
Sem saber de onde vens e aonde irás,
Andando andando andando andando andando

Tempo, vais para diante ou para trás?

5 thoughts on ““Tempo, vais para trás ou para diante?”, perguntava o poeta modernista Dante Milano

  1. “A’ um tempo aproximando e distanciando…”
    -Esse “A” é artigo, preposição, abreviatura, rípio…….?
    O mais coerente, não seria a terceira pessoa do verbo Haver, no indicativo presente, “Há”, no sentido de existir?

      • Nunca vi esse tipo de concordância na língua portuguesa.
        Cheguei até a pensar também que fosse uma interjeição sem o H: mas a frase não encerra com ponto de exclamação, com costuma ser, quando se emprega Ah.
        Vou consultar a academia lusitana!
        Podem decolar as naus!

  2. Nasci operário, um pobre coitado
    Até meu tempo, lento, passa de lado.
    Daí razao por que na vida não avanço
    Pelo balanço, podia ser pato ou ganso!

    Há, no entanto, caras burros e ignaros
    Que sobem na vida sem muita lida
    Dou como exemplo o Jair Bolsonaro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *