Tendência do governo é massacrar ainda mais os aposentados

Carlos Newton

Recebi por e-mail uma reportagem publicada há algum tempo no Correio Braziliense, redigida por Paulo Silva Pinto, dando conta de que em 2050 o Brasil terá a nona maior população de idosos do mundo e não está se preparando adequadamente para ampará-los. O pior é que a tendência é de que o governo reduza cada vez mais os benefícios sociais, prosseguindo a política de progressivo aviltamento das aposentadorias e pensões superiores ao salário mínimo. A informação oficial do governo é de que o reajuste tem sido equivalente à inflação, mas não há a menor dúvida de que o custo de vida tem subido muito mais do que frios índices inflacionários.

Chama atenção na matéria do Correio a declaração de Osvaldo Martins, militar reformado há 30 anos: “Já vendi mais da metade dos meus imóveis para pagar um empréstimo consignado e outras dívidas. O que sobrou me salva, porque a aposentadoria sozinha não permite sustentar a família”, desabafou Martins, que mora em Brasília.

EXCESSO DE OTIMISMO

A reportagem revela, ainda, o descaso da grande parte dos brasileiros, que não se preocupam em pagar o INSS como autônomos nem fazem um plano de previdência. Demonstram excesso de otimismo, acham que tudo vai dar certo no futuro e acreditam que o governo encontrará alguma forma de ampará-los.

Ao mesmo tempo em que os mais jovens não economizam, os idosos de hoje estão superendividados. Apenas no crédito consignado, com desconto em folha, os beneficiários do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) já devem mais de R$ 80 bilhões aos bancos.

Recente pesquisa mostra a confiança desses brasileiros otimistas, que estão confiantes de  que sempre poderão contar com o Estado para lhes dar suporte na velhice. O levantamento foi realizado em 15 países, com 16 mil pessoas. Na questão aposentadoria, o povo brasileiro é o segundo mais otimista. Entre zero e 10, os entrevistados no país dão nota 6,8, atrás apenas da Índia, com sete. É forte a crença de que dias melhores virão. A economia estará mais sólida a longo prazo, na opinião 69% dos ouvidos aqui, ante 28% da média internacional.

A TENDÊNCIA É PIORAR

O detalhamento da pesquisa, divulgada no ano passado pela seguradora Mongeral Aegon, mostra que a tranquilidade tupiniquim não se assenta sobre bases sólidas: 47% dizem ter um projeto para se aposentar, mas somente 22% contrataram algum plano financeiro. “São muitas as razões para esse comportamento, incluindo as históricas”, afirmou o então secretário de Previdência Complementar do Ministério da Previdência, Jaime Mariz. “As pessoas contam com o Estado. Isso vem desde os nossos colonizadores. Os que ajudavam a coroa ganhavam um benefício para toda a vida”, explica.

A explicação é patética. O que há realmente é falta de informação, alimentada pela omissão do governo, que não promove campanhas permanentes para esclarecer os jovens a respeito da importância de se precaverem para o futuro.

Quanto aos que já estão aposentados e recebem mais de um salário mínimo, todos já sabem que a tendência é de que suas remunerações diminuam progressivamente, até o final de seus dias, porque o governo, decididamente, não está nem aí.

###
LEIA AMANHÃ: A impressionante queda do valor das aposentadorias e pensões acima de um salário mínimo

9 thoughts on “Tendência do governo é massacrar ainda mais os aposentados

  1. Somos governados por bandidos. O aliado maior dessa gente é a ignorância de um povo que vive somente o presente. “O futuro a Deus pertence” É o ditado popular.

  2. Sr. Newton., não é mais tendência, já está massacrando, e a prova são as MP de dez/14, e o PT-Traidor do trabalhador humilde, acredita, em LULA, o manda-chuva, que enriqueceu a família, com à miseria e pobreza do trabalhador semi-analfabeto, que sobrevive com Salário ínimo Miserável, e se descontar, para uma aposentadoria digna (acima do SMM), vai ficar no “miserável”,se morrer, deixará viuva e filhos menores na merda do smm, e a viúva, indo para o nada.
    No fim do ano, o aumento que os cretinos se deram, 27%, para o SMM 7%, como se fosse “benesse do governo”.
    Pergunta onde estão os Sindicatos, a CUT, que se dizem defensoras do trabalhador???, são todos uns cretinos hipocritas.
    O novo ministro da fazenda, fala de aumento de impostos, mas, não fala de “ver” o emprego dos impostos escorchantes que pagamos, e pelo visto, entregaremos até o meio do ano 6 meses de nossos salários para serem roubados. Não fala do desperdicio de 24 ministérios como “sinecuras”, para a compra de consciências de um Congresso” podre”, que só serve para f….o trabalhador, que após 35 anos de luta pela sobrevivência, pela ótica do governo, deveria morrer.
    Querem recriar, a CPMF, do Dr. Jatene, que a criou, para atender à SAÚDE, que FHC, garfou para outros ministérios, razão da renuncia do Dr. Jatene, por ser um HOMEM DIGNO, esse desvio, foi declado por ele, em Forum dos Secretários de Saúde do RJ, no forte de Copacaba, que participei, como Conselheiro da Saúde de Guapimirim, na mesa do 1º dia, entre as autoridades esta a deputada Jandira Feghali, e no 2º dia a Chefe da Casa Civil, Dª Dilma, cujos “torpedos” pertinentes, que lhe mandei, aguardo até hoje resposta.
    Dª Dilma, que apregoa “combate a corrupção”, nomeia ministros inuteis, acusados por “improbidade”, carregando dinheiro de fieis, etc,
    mantendo a direção da Petrobras, quase destruída pelo PT, puxa a “orelha” de ministro por falar a verdade, (respingos da lama), que deveria ter renunciado, mas vai se atolar, o da Fazenda, vai continuar a se elamear!?, pois, o PT traidor do trabalhador, está mais podre que a podridão. Pobre Brasil, acorda, o vai mais fundo nesse oceano de lama.
    Acorda Cidadão brasileiro, faça reza forte à DEUS, com muita arruda, para tirar às trevas que nos está levando (creio que já estamos) para a escravidão disfarçada do SMM, e uma falsa democracia, que a bem da Verdade, é uma DEMOCRADURA, casamento da democracia com a ditadura.
    Sr. Newton, pergunta que me faço: quem é pior, o bandido de metralhadora, que arrisca sua vida com a policia, mata e aleija alguns, ou o bandido de gabinete com ar refrigerado, cuja arma chamada “caneta” mata e aleija milhões, a saúde não nos deixa mentir, é o CAOS, é o BANDIDO DE GABINETE dos 3 PODRES PODERES.
    QUE DEUS EM SUA MISERICÓRDIA NOS AJUDE.

  3. Desde o princípio do governo Dilma/PT, é reduzir todas as aposentadorias ao salário mínimo, isto é óbvio, ninguém sai em defesa dos aposentados e pensionistas, as centrais sindicais, sindicatos, federações, confederações de aposentados e pensionistas, estão aceitando passivamente esta situação, nem no governo militar houve tanta maldade, estão empurrando os aposentados e pensionistas no fosso da miséria, isto ficará marcado na história de dona Dilma Rousseff, Lula e PT, com anuência dos partidos que apoiam este governo, ainda se diz partido dos trabalhadores, é piada.

  4. E os nossos legisladores onde estão para proteger os aposentados, principalmente os da posição que tem a obrigação de se manifestar em contrário a respeito. E as Associações dos Aposentados o que estão fazendo??????????

  5. Os governos do PT conseguiram desmantelar, destruir, desarticular, corromper todos órgãos públicos do governo. Infelizmente, não tem mais volta, é daqui para pior. Não é pessimismo, essa é a dura realidade. O dia seguinte, será sempre pior.

  6. O futuro (muita coisa já faz parte do presente), vai se desenhando:
    “Independentemente de com quantos salários se aposentou ou do que contribuiu para os fundos de pensão.”
    – Quem ganha salário minimo, vai tendo seus “ganhos” aviltados pela manipulação dos índices de inflação (sempre foi assim em todos os governos), mas fica grato ao governo por ter recebido “aumento”
    – Os que ganham acima do mínimo, não obtêm reajuste algum, aproximando-se, cada vez mais, daquele.
    – Aqueles que possuem fundos de pensão, é só lembrar do AERUS, cujos pensionistas estão dependendo do judiciário, do congresso, do executivo e da “boa vontade” de todos, como se alguém fizesse algum favor para eles usufruírem de seus direitos (muitos já faleceram).
    Estão destroçando as estatais e os fundos de pensão, como pode ser visto com as repetidas reportagens dos jornais e processo da lava-jato. Em cascata, serão atingidos também os fundos de pensão privados, devido às dificuldades geradas para as patrocinadoras.
    Concluindo: todos ficarão somente com aposentadoria do INSS e com ações na justiça cujo resultado, melhor……..Talvez, seja o que está acontecendo com o AERUS
    – E assim, a miséria vai sendo socializada. Com o padrão de vida das pessoas caindo, serão obrigadas a se desfazerem de seus bens, a preços vis, porque somente uma minoria terá dinheiro (os imortais, claro).
    Não será necessária lei alguma para que sejam implantadas as “reformas sociais”

  7. Acho isso muito bem feito e quero que cada dia piore mais, talvez assim os idiotas de carteirinhas deixem de serem um monte de bundão e mostrem pra essa cambada de incompetente que manda nessa merda de país.

Deixe uma resposta para César - Fortaleza Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *