“Tenho minha candidatura e não represento o PT”, diz Ciro Gomes em Minas

Resultado de imagem para ciro gomes em nova lima

“Estava nos EUA n prisão de Lula”, disse Ciro

Lucas Ragazzi
O Tempo

Em Nova Lima, na região metropolitana de Belo Horizonte, para participar de um almoço com empresários mineiros no evento Conexão Empresarial, o ex-ministro e pré-candidato à Presidência da República pelo PDT, Ciro Gomes, rebateu as críticas de parte da esquerda por não ter participado do comício do ex-presidente Lula (PT) em São Bernardo do Campo (SP), quando o petista foi preso.

Ao contrário de outros candidatos ditos de esquerda, como Manuela D’Ávila (PCdoB) e Guilherme Boulos (PSOL), que estiveram no carro de som com o petista, Ciro Gomes se defendeu afirmando que não faz parte do PT e que tinha outras agendas para o dia.

NOS EUA – “Eu tinha palestras agendadas em Harvard. Quando ficamos sabendo da ordem de prisão, eu já estava em Boston (EUA). Mas, sinceramente, eu não tenho compromisso firmando algum de estar ou ter que estar lá. Com quem? Eu tenho a minha candidatura, é algo diferente, eu não represento o PT nessa disputa. Por que é que eu deveria estar lá? A quem eu devo esse gesto?”, questionou, concluindo que não assinou manifesto afirmando que uma eleição sem Lula seria “fraude” por não concordar com a expressão.

Apesar disso, Ciro confirmou o plano de visitar Lula na carceragem da Polícia Federal em Curitiba. O ex-ministro afirmou que a visita seria pessoal e não trataria de política. “O Lula não é para mim uma figura que conheço pela TV e pelos jornais. É um velho camarada há mais de 30 anos, com quem eu convivo, muitas vezes discordando e na maioria das vezes concordando e a quem eu apoio. Não trocarei uma frase sobre política”.

BARBOSA NA DISPUTA – Tecnicamente empatados na pesquisa Datafolha divulgada no último domingo, Ciro também comentou sobre a pré-candidatura a presidente do ex-ministro do STF Joaquim Barbosa, que se filiou ao PSB no início de abril. Ciro Gomes se mostrou cético quanto aos números apresentados por Barbosa.

“É natural que ele chegue com notoriedade muito grande, porque pilotou durante quase um ano em tempo nobre da TV a novela do mensalão. Vamos ver que consistência ele vai ter na medida em que for exposto à fricção”, disse. Ciro afirma, porém, que o lugar ocupado por Barbosa já existia em cenários anteriores da corrida ao Planalto, referindo-se ao apresentador Luciano Huck.

O ex-ministro também disparou farpas contra o deputado federal Jair Bolsonaro (PSL-RJ). “Eu não consigo visualizar Bolsonaro liderando pesquisa no Brasil, pode ser que eu esteja enganado. Não consigo visualizar pelo extenso despreparo, quando não a extensa boçalidade do candidato”, concluiu o pedetista.

 

 

 

 

26 thoughts on ““Tenho minha candidatura e não represento o PT”, diz Ciro Gomes em Minas

  1. É engraçado quando um público e notório boçal ofende seus adversários com o mesmo predicado que lhe é peculiar! Rsrsrsrsrsrs.

  2. “Esses institutos de pesquisa se converteram em verdadeiras máquinas de manipulação política”, dizia Leonel Brizola. Os institutos de pesquisa escondam os dados mais importantes: Quase 70% da população ainda não escolheu em quem votar, apesar disso o trabalho desses institutos privados de indução pública confirma a teoria de que “estatística é a arte de torturar os números até que eles confessem o resultado que pretendemos”. O pré-candidato Ciro Gomes (PDT) pode surpreender nas eleições, quebrando a polarização entre Bolsonaro e Lula que aparecem embolados ligeiramente acima dos 10% no voto espontâneo.
    http://www.tribunadainternet.com.br/institutos-escondem-a-verdadeira-pesquisa-a-do-voto-espontaneo/

    • Na condição de “líder” da RPL-PNBC-DD-ME, que bate de frente contra o $istema podre, não deveria dizer isso, porque, de repente, os caras podem ser até os meus adversários mais ferrenhos, mas como eu quero bem esses caras, e acredito que eles ainda podem produzir coisas boas para a população, vou dizer. Até que admiro o Ciro pela sua sinceridade relativa, mas, à vezes, ele me parece meio que burrinho. Caro Ciro, vc tb comeu do mesmo caviar, do mesmo sal e bebeu do mesmo fel com o governo Lula-Dilma, PT-PDT, aliás, deixou até a barbinha crescer à época para ser um deles, e, portanto, não tem como divorciar-se disso, trata-se de história registrada em cartório, impossível de negá-la, e isso, no seu caso, se o teu amigo do peito fosse o Temer seria desastroso, mas no caso do Lula me parece a senha que vc precisa para chegar lá e realizar o seu sonho de presidente, acalentado desde o seu nascimento em Pinda. E Lula, ao que consta, até já te ofertou a vaga de vc. Que chance melhor do que essa vc está esperando para chegar lá mané ? E daí, meus caros, a dupla LULA-CIRO só terá pela frente a RPL-PNBC-DD-ME, porque o resto, me desculpem a franqueza, representam um grande nada em termos de mudanças de verdade: sérias, estruturais e profundas.

      • O pluralismo é a essência do Trabalhismo, na abertura crescemos assim como nos regimes totalitários pagamos o maior preço. As alianças e coalizões de governos são ocasionais, Ciro Gomes foi legitimamente lançado pelo PDT à Presidência da República em março de 2017 e se apresenta como uma das alternativas para o país. Queira ou não, a escolha por outro(s) é livre. Maiores detalhes acesse no site http://www.pdt.org.br

        • Quem avisa amigo é. O que eu penso sobre o partidarismo eleitoral, o golpismo ditatorial e seus tentáculos, velhaco$, como são feitas as escolhas pelos me$mo$ nessas searas, etc. e tal, já se tornou uma opinião pública com milhares de seguidores. A junção Lula-Ciro, parece natural, uma chapa que une e fortalece dois presidenciáveis, ao invés de dividi-los e enfraquecê-los, um com encontro marcado com a cassação do registro para dias antes da eleição, e o outro livre, leve e solto para seguir em frente, aliás, uma bela resposta dos golpeados para os golpistas que fazem por merecê-la. Todavia, se todos quiserem pensar e agir com grandeza de espírito e de propósito, sobretudo em favor do povo brasileiro, com desprendimento, pois então que venham todos para a RPL-PNBC-DD-ME, direita, esquerda e centro, na qual há espaço para todos e onde todos são bem-vindos, porque evoluir é preciso.

  3. A campanha ainda não começou e este boçal já expõe toda sua boçalidade – aliás, não poderia ser diferente -.
    Quando teremos uma disputa DECENTE ? Quando nós eleitores, veremos um debate educado, limpo com trocas de idéias. Bem, ainda estamos em 2018 quem sabe por volta de 3018 ?

  4. Ciro foi mais uma vez incoerente e contraditório.

    Suas súplicas para os petistas votarem nele depois que o ladrão e genocida Lula foi preso, chega a ser constrangedor.

    Portanto, que tem a sua candidatura é indiscutível, mas que não representa o PT é uma afirmação falsa, pois é o único eleitor que se interessa em conquistar, o petista.

    E sonha com a união das esquerdas, como se fosse possível com o PT, PCdoB, PCB, PSTU, Psol, onde o desejo pelo poder ultrapassa qualquer senso possível e imaginável.

  5. ♫♪♫ Cironda cirondinha vamos todos cirondar…. ♫♪♫

    Vamos dar a meia volta Sr. Ciro Gomes?
    Preparou-se tanto, estudou tanto, ficou ‘careca’ de saber…
    E agora, no embate com os outros trolhas, ou melhor, candidatos, há alguma verdade no seu preparo, a sabedoria para melhorar o Brasil?
    Terá a sanidade de provar isso, seja lá o tempo de TV que tiver??

    ♫♪♫ Ciroliro Ciro lá ? ♫♪♫

  6. Ciro tem preparo intelectual e político, e conhece economia melhor do que todos outros juntos que vão disputar à presidência.E neste particular do Bolsonaro,estou com ele.

    PS:Os votantes deste país querem um presidente de Direita que, não tem preparo.Bolsonaro vai ser, se eleito, vai ser uma Dilma de calça.

  7. O meu irmão nordestino, César – Fortaleza, disse uma verdade:

    Se Bolsonaro será uma Dilma de calças acho impossível, porém inegavelmente falta ao candidato um certo lustro intelectual, um preparo bem maior do que ostenta até o presente momento.

    Agora, bate na tecla que os eleitores querem ouvir:
    que combaterá a corrupção e a violência.

    Dois itens gravíssimos e que devem ser equacionados, e que não exigem especialistas para esta finalidade, mas boa vontade e determinação.

    Afinal das contas, o brasileiro está cansado de tantos planos econômicos terem naufragado, onde certamente a economia não será a vedete nessas eleições, mas os quesitos citados acima.

    Caso a violência seja mesmo contida – não resolvida porque impossível -, mas reduzida, e a saúde pública com maiores atenções e verbas, e economia e educação serão correspondidas, e o país poderá elaborar um plano de crescimento viável.

    Logo, a falta de preparo poderá ser compensada pela eficiência e eficácia nessas áreas cruciais ao povo, e hoje abandonadas.

    • Meu caro Chicão,

      Para que o Bolsonaro combata a violência no Brasil, necessário se faz, que a economia do país cresça pelo menos uns 5% aa(esta é a opinião de um leigo no assunto de economia).Se ele conseguir, e, privilegiar O Ministério da Segurança com verbas robustas, aí pode ser que dê uma melhorada.

      Grande abraço

      Muita saúde e paz.

    • Quero ver isto sim o debate do contraponto de verdade versus todos elle$, todos figurinhas carimbadas do $istema vencido contra o qual o povo grita nas ruas desde junho de 2013 : “sem partidos, sem partidos, vocês não nos representam”.

  8. Preradíssimo.
    Com viés nacionalista, Eu,Bortoltto,Nélio, Roberto Nascimento e outros batemos nessa tecla.
    Me perdoe o conterrâneo CHICÃO.
    Bolsonaro,não representa a caserna. É um entrentreguista.haja vista seu braço direito é Paulo Guedes.Quer doa tudo as multi.
    A europa esta fazendo caminho inverso.
    Bolsonara quer ser moderno tipo FHC.

  9. Reconhço: Requiao,Gen.Heleno,R.Freire,evidente Ciro Gomes,homens preparados para assumir o planalto.

    Agora,acho engraçado as asacadilhas contra Ciro.
    Tem uns comentaristas pura gasolina.
    Tem um q.se bandiou pro G 1,onde teria visibilidade..
    Kkkkkkkkkkkk
    Voltou com rabo no meio das pernas,sem nenhum pudor usa rótulo.

  10. O maior mérito do Ciro é a proximidade com o Mangabeira Unger, um intelectual de brilho e que pensa fora da caixa, não segue a cartilha da esquerda stalinista. E o maior perigo é que, indo para o segundo turno, ele tenha que negociar justamente com o pior do lulopetismo, os mais sectários, os mesmos que isolaram, discriminaram e acabaram excluindo o Mangabeira do governo. Diante disso, o perfil ziguezague e errático do Ciro não inspira muita confiança.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *