Tensão democrática e enfraquecimento do governo

André Singer
Folha

É possível, embora não certo, que a partir de amanhã a democracia brasileira restabelecida nos anos 1980 passe a viver um inédito teste de estresse. A julgar pelo ruído do domingo (8/3), quando o pronunciamento presidencial foi acompanhado de protestos em diversas cidades, há quem preveja que a direita consiga colocar quantidade expressiva de gente na rua pela primeira vez desde o pré-1964.

Embora se deva notar que parte significativa dos manifestantes será, na realidade, de centro, o tom pró-impeachment das convocatórias faz parte da tentativa direitista de mobilizar massas, a qual começou em 2005. Quando eclodiu o escândalo do mensalão foram convocados comícios. A falta de apelo, na época, contribuiu para enterrar a ideia de impedir o ex-presidente Lula. Em 2007, o movimento “Cansei”, de teor semelhante, esvaziou-se em poucas semanas. Já em junho de 2013, a direita mostrou maior capacidade de mobilização, mas ainda precisou pegar carona em iniciativa da esquerda, que ocupa as praças desde a transição democrática.

Mesmo as iniciativas pós-eleitorais autônomas da direita em 2014 foram tímidas. Agora, devido ao enfraquecimento do governo e tendo obtido apoio de segmentos de centro, pode ter chegado a sua hora. Se for assim, abrir-se-á um tipo de polarização que, no passado, acabou em golpe. A uma manifestação seguirá, cedo ou tarde, uma contramanifestação, e assim por diante. Quando a sociedade, dividida, decide mobilizar-se, há uma dinâmica específica, distinta daquela que prevalece no jogo dos gabinetes.

OUTRO DESFECHO

Estou convencido, por diversas razões, que, desta feita, o desfecho não será o mesmo daquele de 1964. Mas vai depender, também, de como os atores levarem adiante o processo de luta, que a meu ver será longo. Em princípio, a presença da direita não deveria assustar, podendo até ser elemento politizador para o conjunto da sociedade. Cabe à esquerda convencer a maioria dos cidadãos de que o impeachment seria um golpe branco, sem base jurídica, como até especialistas da oposição reconhecem.

Cumpre também, isolar, dentre aqueles que se manifestarão amanhã, os setores minoritários de extrema-direita que incitam ao crime. A Constituição garante o direito de manifestação, sem restrições. Por outro lado, a Carta pune de maneira rigorosa qualquer iniciativa prática contra a democracia. O parágrafo 44 do artigo 5º qualifica de “crime inafiançável e imprescritível a ação de grupos armados, civis ou militares, contra a ordem constitucional e o Estado democrático”. Por isso, incitar à intervenção militar é fazer apologia do crime e deve ser denunciada enquanto tal.

46 thoughts on “Tensão democrática e enfraquecimento do governo

  1. amanhã, 15 DE MARÇO,

    os que formos às manifestações contra o ROUBO INSTITUCIONALIZADO,
    devemos ter redobrado CUIDADO com os ‘infiltrados’.

    nossos pertences, especialmente carteiras e celulares , poderão ser pungueados !!! !! !!! !! !!!

  2. Esse singer é mais um chapa-branca que ainda consegue algum fôlego para defender a quadrilha à qual pertence, lançando mão do que lhe resta como repetir os clichés surrados dos esquerdinhas, que é chamar de direita aqueles que só querem um país melhor para o povo e governos honestos.

  3. Análise ridícula. A questão não é direita e esquerda. O PT é esquerda? O PPS é direita? Chamar o PT de esquerda é, no mínimo, analfabetismo político ou má fé. A questão é quem é contra o PT e o governo e quem é a favor. Infelizmente, pelo fato da sociedade civil esta desarticulada e de não existir um partido social democracia no Brasil, está restando à direita ver sua voz ecoada.

  4. A grana que distribuíram aos ‘espontâneos’ manifestantes era do Youssef ? kkkk
    “Manifestantes que participaram no Rio de Janeiro de ato organizado por sindicalistas ligados ao PT foram remuneradas com R$ 50. O ato foi promovido “em defesa da Petrobras”, mas na verdade o objetivo foi demonstrar “apoio a presidente Dilma Rousseff”.

    Ao menos um homem ligado ao Sindipetro NF (Sindicato dos Petroleiros do Norte Fluminense) foi flagrado em vídeo distribuindo notas de R$ 50, sem a preocupação de ser visto. Outro, mais discreto, entregava o dinheiro e pedia que as pessoas amassassem as notas para impoedir que fossem vistas.

    Um homem de 18 anos, Matheus Silva, um desempregado que também protestava “contra a corrupção”, contou haver recebido R$ 50 para participar da manifestação. Também desempregada, Luciana e seu marido, Marco Aurélio, afirmaram ter recebido R$ 80 do sindicato para participar do ato no Rio. Luciana achava que o ato era em razão dos royalties “que estão querendo tirar do Estado do Rio”

  5. O PPS como um todo, não sei. Mas, seu líder Roberto Freire é gilete político. Cortou para o lado do Médici para ser nomeado em 1970 procurador do INCRA, enquanto mamou na URSS jurando fidelidade ao marxismo.

      • Nunca perdeu tempo com SUB de SUB. Recebeu aprovação diretamente do general Médici e de seu SUB da época J.B. Figueiredo, aquele mesmo que influiu para que o FHC recebesse com poucos anos de trabalho nos anos 70 uma aposentadoria integral na USP e passaporte para entrar e sair do país numa boa.

        • Como são nojentos os membros da Rede Goebbels de difamação petista ! O Governo militar aposentou vários professores de esquerda, entre eles o Florestan Fernandes, foram mais de 70. Esses difamadores baratos, sempre escondidos atrás do anonimato distorcem toda a realidades, como bonequinhos do II Reich. Fascistas travestidos de esquerda.

          • O Florestan Fernandes e os outros são fichinhas. Aproveite e mande a relação desses 70 para nos ajudar a expô-los, ao invés de escrever besteira.

          • Enquanto a Bolsa Alfafa não vem…kkkk..
            urante a década de 1970 e parte da de 1980, alguns críticos[quem?] acreditam que a USP tenha passado por um esvaziamento intelectual, tanto do ponto de vista da produção do conhecimento quanto do da qualidade dos recursos humanos. Durante as décadas anteriores, a universidade serviu de palco para a discussão de um novo projeto de país, reunindo diversos intelectuais de esquerda (como Florestan Fernandes, Fernando Henrique Cardoso, Octavio Ianni, Marialice Mencarini Foracchi, Luiz Pereira, Maria Sylvia de Carvalho Franco, Paula Beiguelman, José Arthur Gioanotti, Francisco Weffort, Azis Simão, Ruy Coelho, Eunice Ribeiro Durham, Ruth Cardoso, Ruy Fausto, Bóris Fausto, Paul Singer, Antonio Candido, Gioconda Mussolini entre outros) em suas várias unidades (especialmente na Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras). Com a limitação das liberdades democráticas promovida pelo regime militar brasileiro (que passava por seus anos mais rígidos), vários professores da USP são cassados (e diversos deles são obrigados a sair do país), assim como várias alunas e vários, especialmente do curso de Psicologia, envolvem-se na luta armada contra a ditadura, o que gerou afastamentos compulsórios de suas faculdades.31
            Tal situação levou a uma menor produção de conhecimento, ainda que certos avanços, especialmente do ponto de vista tecnológico (que chegou a ser financiado pelo governo) tenham sido obtidos. Promoveu-se também um aumento sistemático do número total de vagas de graduação, incentivado pelo governo do Estado. Este fato é apontado por alguns críticos como uma resposta ao movimento estudantil anterior à sua politização, quando ele mobilizava-se apenas pelas questões educacionais.31

          • Além do FHC, os 16 citados acima foram aposentados também pela ditadura com aposentadoria INTEGRAL ou não? De qualquer maneira, faltam 53. Ajude-nos a conhecê-los. Lembro que a informação sobre a nomeação do Roberto Freire para procurador do INCRA foi dada pelo Sebastião Nery, que nada tem a ver com o PT. O que não falta nesse país são GILETES POLÍTICOS e lulistas frustrados que enchiam seus carrões na zona sul do Rio em 2002 com adesivos, tentavam nos catequizar, levaram na cabeça e agora nos enchem a paciência com pseudo coerência e falso moralismo.

    • A rede Goebbels não sabe procurar na internet? São pagos para que? Os fascistas travestidos de esquerda, para roubarem em ‘nome do povo’ são assim, desmentem mentindo. Não é a toa que do início do ano para cá, 3 jornalistas chapa branca foram condenados por difamação. A corja tenta jogar lama para esconder o seu chiqueiro !

  6. A DIREITA ESTÁ É COM A ORGANIZAÇÃO CRIMINOSA PETISTA. OQUE SÃO OS MAIORES EMPREITEIROS DO PAÍS? ESQUERDA?

    SÚCIA DE BANDIDOS, CORRUPTOS E CRIMINOSOS, NÃO SÃO UM PARTIDO POLÍTICO E MUITO MENOS DE ESQUERDA. SÃO UMA ORGANIZAÇÃO CRIMINOSA.

  7. Não precisamos ler mais que algumas frases. É o velho e batido discurso totalitário da esquerda contra a direita. A esquerda detentora das virtudes e a direita das maldades. Eles são os virtuosos, só fazem o bem. A imensa população brasileira que protesta são os maus. Aturamos governos petistas incompetentes e desastrosos. São saqueadores das riquezas produzidas pelo povo, isto sim. O país está no buraco.
    Este discurso não cola mais André Singer.

  8. Esse governo petralha não é esquerda coisa nenhuma, mas sim a MAIOR quadrilha criminosa deste Brasil. Mas essa quadrilha será desmantelada! Com certeza! O que não se sabe é quanto tempo isto levará para ser concretizado. Tampouco se será de forma pacífica, ou com o uso da força.

  9. Que presença de direita, seu esquerdinha fuleiro, somos democratas, patriotas,trabalhadores de verdade, carregamos esse País nas costas, para vocês vagabundos travestidos de esquerda, viverem a nossa custa e roubar a nossa Nação

  10. Esse singer, que sempre foi adepto às ideias da quadrilha, tenta distorcer a realidade dos fatos que é uma só: o povo contra a quadrilha criminosa que o oprime há 12 anos.

  11. “A julgar pelo ruído do domingo (8/3), quando o pronunciamento presidencial foi acompanhado de protestos em diversas cidades, há quem preveja que a direita consiga colocar quantidade expressiva de gente na rua pela primeira vez desde o pré-1964.”

    Em outras palavras: QUEM É CONTRA A ROUBALHEIRA É DE DIREITA.

    E ainda se fosse, é crime a população, cansada das teorias furadas da “esquerda”, optar agora pela direita? Quer dizer que o povo só é inteligente quando escolhe os candidatos da intelectual esquerda?

    • E desde quando ser de “direita” é crime? Crime é o que os esquerdinhas acéfalos cometem diariamente, liderados por um oportunista canalha, covarde e corrupto de nome lulla de rose. No dia que esse cretino for enjaulado esse país começa a mudar.
      Para esse débilóides, criticar o desgoverno dessa jumenta e seus asseclas é ser de direita. Simplificam pq não possuem intelecto, são analfabetos funcionais e não querem perder a mamata do dinheiro público.

  12. Análise perfeita, equilibrada, lúcida de um intelectual extremamente gabaritado. Parabéns ao Newton por ter postado esse excelente artigo. Sinal de que o editor mantém o caráter pluralista do blog, apesar de ser favorável ao impedimento da Presidenta, com o qual ainda não concordo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *