Terceira via só é viável se os candidatos alternativos se unirem e se respeitarem

r/brasilivre - A realidade é essa

Charge reproduzida do Arquivo Google

Carlos Newton

Embora as pesquisas indiquem amplo favoritismo de Lula da Silva, a eleição de 2022 está cada vez mais indefinida. Os mais recentes levantamentos, como o Exame/Ideia divulgado nesta sexta-feira (12/11) mostra o ex-presidente Lula da Silva liderando todos os cenários eleitorais para a Presidência em 2022, com 35% na pesquisa estimulada, seguido do atual presidente Jair Bolsonaro, com 25%.

Até aí morreu o Neves, como se dizia antigamente. Não há nenhuma novidade. Todos sabem que os dois principais candidatos têm algo em torno de 30% dos votos válidos, cada um. Portanto, o que está em dúvida são os restantes 40%, que formam maioria.

E A REJEIÇÃO? – Na situação específica desta eleição, existe uma pergunta adicional que não pode faltar, mas que pouquíssimas pesquisas fazem: Quem não aceita votar em Lula ou Bolsonaro? A meu ver, esta seria a indagação fundamental nos dias de hoje.

O levantamento Exame/Ideia, infelizmente, deixou de fazer a indagação que nos mostraria o tamanho da “maioria silenciosa”, que é formada pelos eleitores que não costumam se intrometer na política, mas acabam decidindo as eleições, como dizia o ex-presidente americano Richard Nixon.

De toda maneira, a pesquisa mostra que, apesar de liderarem as pesquisas, Bolsonaro e Lula também são os que aglutinam maior nível de rejeição. Os entrevistados foram questionados para que dissessem em quem eles não votariam “de jeito nenhum”. O atual chefe do Executivo lidera com 44% no índice de rejeição, seguido por Lula com 37%. João Doria e Sérgio Moro empatam com 19%, Ciro aparece com 17% e Mandetta, apenas 11%.

POLARIZAÇÃO – Na pesquisa estimulada, no primeiro turno, e Lula teria 35%, Bolsonaro ficaria com 25%. Os números, dessa forma, indicam uma polarização, pois os demais possíveis candidatos da terceira via que foram testados obtiveram, juntos, apenas 16%. Portanto, há 24% de votos que ainda estão flutuando e que pode decidir essa eleição, porque o favorito Lula têm 35% de aceitação e 37% de rejeição. 

Com certeza, há campo para o crescimento de candidatos da terceira via, como Ciro Gomes (PDT), Sérgio Moro (Podemos) e João Doria ou Eduardo Leite, que disputam as prévias do PSDB, junto com Arthur Virgilio, que apenas marca presença, sem a menor chance.

Nesse sentido, quem parece ter razão é o líder empresarial Marcello Brito, p residente da Associação Brasileira do Agronegócio (Abag): “Precisamos ter calma, esse negócio vai afunilar”, diz ele, defensor da terceira via.

###
P.S. –
Para mim, qualquer candidato da terceira via é melhor do que Lula ou Bolsonaro. Quem tem mais chances são Ciro Gomes e Sérgio Moro. Espera-se que Ciro cesse as provocações e aceite Moro como aliado, como fazem os demais candidatos alternativos, pois o pedetista foi o único a criticar Moro, como se lá na frente não fosse precisar dos votos dele, o que foi uma tremenda infantilidade. Ciro é um excelente candidato, votei nele em 2018, mas tem tomar juízo. (C.N.)

8 thoughts on “Terceira via só é viável se os candidatos alternativos se unirem e se respeitarem

  1. Falou o especialista em pegar o bonde errado, para o qual Bolsonaro seria a ” salvação da pátria”, e depois da cagada eleitoral reconhecido pelo mesmo como “um perfeito idiota”, não obstante 28 anos só fazendo merda autoritária no congresso nacional mais honesto do mundo.

    • Ciro não esconde que sua política econômica é a de gastar hoje com o que poderá ter no futuro, como foi no governo da Dilma. Receita para o fracasso. Incrível como tem gente que ainda acredita nisto. Fora o total descontrole emocional. Ciro primeiro fala, depois pensa. Se é que pensa. Não precisamos de mais um aloprado no poder.

  2. De todos eles, CIRO é o que mais entende de política. Mas, como ninguém é perfeito, algumas vezes ele fala demais e diz o que não deve. Para a terceira via ganhar, é realmente necessário que os seus candidatos, se reúnam e apoiem o que tiver mais probabilidades de ser eleito. Isso é claro como água !

  3. 1) Votei no Ciro em 2018, a meu ver é o melhor… mas ainda é cedo, muita água vai rolar…

    2) A chegada de Moro, penso, tira o atual Presidente do segundo turno…

    3) Trovas em Terceto, torcendo pela Terceira Via:

    “Contudo… aguardemos…
    como toda boa aguardente
    assim cremos…”

  4. Muito estranho; um candidato que tem que ‘tomar juízo’, é um excelente candidato.
    Além do que, pesa contra ele o fato de ter tomado reiteradas ‘rasteiras’ do Lula.

  5. O problema do eterno candidato é que ele tem a língua maior do que a boca, neste ponto empata com o mito. Sim, concordo que a alinaça vencedora sem dúvida é a união do Moro com o Ciro, mas isto o canga Ciro não aceita, aí teremos que aturar a corrupção que vem junto com o Luladrão. Ou a total incompetência com o mito, o cara não fez nada no primeiro e fará menos ainda em um segundo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *