Toda censura é burra

Sebastião Nery

Illia Ehrenburg era o Jorge Amado da União Soviética. Eu não admitia ir a Moscou sem vê-lo. Em 1957, viajando pela Rússia, procurei, pedi, insisti, esperei, até que marcaram um encontro com ele, na casa dele.

A foto está aqui, amarelada, depois de quase 60 anos. Somos uma meia dúzia de jovens estudantes brasileiros em torno daquele velho simpático, silencioso, numa cadeira de balanço, no canto da sala.

As paredes cobertas de quadros de pintores franceses, Picasso, Monet, Rodin, de quando ele foi embaixador da União Soviética na França.

A conversa começou obvia, sobre a vida dele, a literatura dele, sobretudo seu ultimo livro, de 1954, “Ottiepel”, “O Degelo”, um sucesso mundial, que tinha acabado de ler e que consagrou o nome do começo da abertura na União Soviética, um ano depois da morte de Stalin e de Khrushev fazer seu histórico Relatório de 1956 ao XX Congresso do Partido Comunista da União Soviética denunciando “os crimes de Stalin”.

Ilia Grigorievith Ehrenburg nasceu em Kiev, capital da Ucrânia, em 1891 e morreu em Moscou em 1967. Embaixador em Paris, voltou para Moscou quando a França foi ocupada por Hitler em 1940. Tornou-se popular com seus programas de radio durante a guerra. Eu não podia deixar de fazer a pergunta inevitável:

– E Stalin?

O intérprete ouviu, não traduziu, fechou a cara. Ele entendeu bem. Olhou para mim com uns olhos infinitamente tristes, tive a impressão de que ia chorar. Mal mexeu com a boca :

– Stalin? Hummm… Hummm…

E fez um gesto leve com a mão, como quem espanta um pássaro. Estava espantando um pesadelo. Já vi muitos olhos tristes. Nunca vi olhos tão tristes quanto os de Illia Ehrenburg.

Tentei ver Cholokov e Pasternak. Viviam no interior, exilados, proibidos. Não me deixaram vê-los. Mikhail Cholokov também nasceu na Ucrania e se tornou escritor universal com “O Don Silencioso”, painel das terras dos cossacos onde corre o Don, pano de fundo da primeira guerra mundial. Em 1965 recebeu o Premio Nobel de Literatura. Morreu em 1984.

DOUTOR JIVAGO

Pasternak, Boris Pasternack, nasceu em Moscou em 1890 e morreu em 1960. Tradutor de escritores franceses, ingleses e alemães, era considerado pelo regime comunista “um esteta anacrônico” apenas tolerado (suas traduções de Shakespeare são as melhores em língua russa).

Poeta consagrado, Pasternak em 1957 publicou escondido na Itália o romance “Doktor Jivago”, “Doutor Jivago”, proibido na União Soviética, que ganhou o mundo com estrondoso sucesso, virou filme e lhe deu o Premio Nobel de Literatura de 1958, que foi impedido de ir receber e foi expulso do poderoso e stalinista sindicato dos escritores soviéticos.

Que diferença fazia ver Ehrenburg e Cholokov e Pasternak não? As ditaduras são irracionais, estúpidas.

OMAR SHARIF

Essa semana morreu no Egito o ator Omar Sharif, Globo de Ouro e indicado para o Oscar por sua soberba interpretação no filme “Doutor Jivago”, de 1965. Enquanto os soviéticos perseguiam seu genial poeta e romancista e proibiam na União Sovietica o romance e o filme do romance, os americanos levavam a eterna história de amor do Doutor Jivago a todos os cantos do mundo, embalada pela inesquecível canção ‘Tema de Lara’.

Toda ditadura é estúpida, toda censura é burra.

PETROLÃO

Nos últimos 12 anos, os governos Lula/Dilma seguiram a filosofia do marqueteiro João Santana: não lidar com conceitos como verdade. A mentira é mais fácil de absorver. Nos primeiros 4 anos, colheu os frutos do Plano Real,uma economia sustentável com avanço social garantido pela estabilização econômica. No segundo mandato de Lula e no primeiro de Dilma, ao abandonarem os fundamentos que alicerçavam o Plano Real e não promoverem as reformas que modernizariam a economia brasileira, era questão de tempo a débâcle, que estão vivendo os brasileiros com a crise vitimando trabalhadores, classe média e importantes setores produtivos.

O ex-presidente Lula, apostando na falta de memória do povo, assume ares de oposição, ignorando que foi no seu governo que ocorreu o maior assalto ao dinheiro público na história do país. Semana passada, em Brasília, durante reunião com dirigentes do PMDB, disse que a apuração da roubalheira contamina a política e a economia:

-“A Lava Jato não pode ser a agenda do País”.

Resta perguntar: por que a operação tão bem conduzida pelo Ministério Público Federal, Polícia Federal, Receita Federal e a competência jurídica do juiz Sergio Moro teve que pautar o Brasil? Porque o PT fez da Petrobras uma sórdida gazua de fabricar dinheiro.

20 thoughts on “Toda censura é burra

  1. Ótimo artigo de Nery!
    Indubitavelmente a extinta União Soviética é o exemplo mais gritante de censura em todos os tempos, um regime que se dizia comunista que, no entanto, permitiu para somente altos dirigentes do partido gozassem de um nível de vida de qualidade, enquanto que milhões de russos sofriam de fome e frio.
    Escritores, poetas, músicos, artistas, eram banidos do país ou presos em gulag, sendo um dos maiores conhecidos e também vencedor do Prêmio Nobel de Literatura, Alexander Soljenytsin, com Agosto 1914.
    O PT decidiu por mentir, no lugar de banir ou mandar prender.
    Optou pela tática nazista, de Goebbels (uma mentira contada mil vezes se torna verdade), considerando principalmente o analfabetismo e analfabetismo funcional do povo brasileiro, que beira às raias de 80% de uma população que não entende o que lê, portanto, facilmente ludibriável e manipulável.
    Soma-se às frustrações de um povo pobre, tanto material quanto mentalmente, e teremos um contingente apreciável de gente que de muito ouvir falar que o rico é a causa de seus infortúnios, e temos no Brasil uma população que acredita no socialismo/comunismo como solução para a miséria, evidentemente não levando em conta que a riqueza prometida é somente para dirigentes do PT, pois o povo que resolva as suas mazelas, razão pela qual o abandono da escola pública nos ensinos Médio e Fundamental, Segurança, Saúde e Infraestrutura.
    Ética, moral, honestidade, probidade, para quê?!
    Existe o Bolsa Família, o emprego obtido de um político, a informalidade, o “jeitinho” para as dificuldades …
    Quantas pessoas estão precisando urgentemente de um leito neste momento e não existe vaga em qualquer hospital do Brasil?
    No entanto, dinheiro abunda para os três poderes, e Dilma viaja, demonstrando o seu menosprezo às questões do povo e País!
    Lula posa de oposição, na medida exata do quanto seu caráter se coloca contrário à verdade, à transparência, à lisura, então temos um Brasil absolutamente sem rumo, sem futuro e esperança!
    Nesse caos, nesse mar de desilusões, os petistas roubam como nunca ante se viu igual no mundo!
    E, conhecedores da ausência de honestidade e ética em QUALQUER POLÍTICO BRASILEIRO, também compraram a oposição, que colabora em dificultar o processo de impedimento de Dilma porque sem autoridade moral para exercer a presidência da República e sem qualquer plano de governo para uma emergência, pois não saberá como salvar esta nação dos graves problemas que a afetam agora e, por consequência, ao povo.
    Salvação?!
    Também não existe em termos religiosos, diante da miscelânea de credos e crenças, cujo objetivo maior é o mesmo do PT, a arrecadação dos fiéis, o maldito dinheiro, que transforma padres e pastores, missioneiros, bispos e apóstolos em meros arrecadadores de impostos, travestidos em dízimos e donativos à “evangelização”!
    Muito menos podemos esperar que surja alguém competente e se candidate a presidente da República, pois lhe faltaria apoio político, haja vista que qualquer parlamentar seria oposição a projetos sérios e responsáveis.
    Talvez estejamos no limiar da paciência, e tenhamos de recorrer a recursos raramente empregados, tais como uma legítima virada de mesa, e mudar radicalmente as regras do jogo criadas por desonestos e traidores desta Pátria, então, quem sabe, não encontraríamos a porta de saída?
    Em outras palavras, e paradoxais ao artigo de Nery:
    CENSURA aos atuais poderes constituídos, que somente apresentaram pornografia e comportamentos perniciosos, roubos e corrupção, imoralidade e desonestidade, nem que seja à base da força!!!

      • Souza,
        Também acredito que o lulismo/petismo tenha extrapolado a sua condição partidária para se transformar numa especie de culto.
        Ora, na razão direta que seu líder máximo representa males indescritíveis cometidos contra o povo e Brasil, a conclusão que chegaste procede, Souza, pois se trata mesmo de um culto demoníaco, uma seita voltada para o mal, para a desunião do povo brasileiro, para o seu inevitável enfrentamento qualquer dias desses.
        Obrigado pelo apoio.
        Um abraço.

  2. Prezado Sr. C. FISHER, ( Sr. DARCY LEITE ),
    O senhor não faz “Ácidos Comentários” em relação ao ilustre Articulista/Comentarista Sr. FRANCISCO BENDL, o senhor faz AGRESSÕES as mais abjetas.
    Não entendo como um Leitor/Comentarista antigo, desde o tempo da TRIBUNA DA IMPRENSA impressa, como o senhor, não usa a sua grande inteligência que inegavelmente tens, para DEBATER, DISCUTIR, CONTRARIAR, APROVAR, DESAPROVAR, etc, tudo dentro das Normas da Boa Educação, que se quiseres, o senhor SABE TER.

    Esperas agora uma carata de palavrões do OFENDIDO, e então ficas Feliz………. ……

    Em seu Nome, PEÇO DESCULPAS ao Veterano Colega Sr. FRANCISCO BENDL, esse lhe perdoa, e vamos ao que interessa.

    Esse bom Fórum de Comentários/Debates, dispensa coisas assim. Não tem graça nenhuma.

    • Mestre Bortolotto,
      Escrevi o comentário acima em razão de vários pedidos de colegas para que eu voltasse a escrever para a Tribuna da Internet.
      Não sou orgulhoso, vaidoso, que não me importo com o que me pedem, longe disso.
      Achei que depois da celeuma com este indivíduo que teima em se apresentar com o nome de outro, o Mediador tivesse tomado medidas para deletá-lo, pois também foi a solicitação do Dr.Béja neste sentido.
      Pelo que constatamos, o falso Fischer continua, e eu não tenho mais estômago para aturar gente desta laia e com a permissão do dono do blog, caso contrário ele já o teria sido deletado.
      Obrigado pela defesa, mas ela se torna desnecessária em face do registro das palavras gravadas deste elemento pernicioso, que muitas pessoas o leram, que me coloca em posição insustentável diante do que escreveu.
      Tentei o retorno, mas a Tribuna escolheu seus comentaristas.
      Um abraço, mestre Bortolotto.

  3. Tens razão, bandido Fischer, pedi mesmo ao Mediador a tua saída.
    Vejo que venceste.
    Tomara que a tua falsidade ideológica não contamine a Tribuna, e ela venha a se tornar uma pseuda democracia, que se confunde com agressões, calúnias, mentiras e ofensas, que são a característica do que escreves, em nome de uma liberdade de expressão e direito à palavra inexistentes, pois não defendes ideias porque não as têm, mas queres somente tumultuar.
    Vejo que o Newton fez a sua escolha.

  4. Prezado Sr. FRANCISCO BENDL,
    Por uma questão de Justiça, lembro ao ilustre COMENTARISTA que os Comentários entram automaticamente no TI onLine. Ele funciona no “Piloto Automático”, e só quando o Editor/Moderador chega e assume o Comando Pessoal, é que ele lê os Comentários e toma Providências. Por isso não dá para CONDENAR A PRIORI, nosso incansável Editor/Moderador.
    Seria bom, como vejo em outros Jornais onLine, se o Sr. CARLOS NEWTON colocasse no fim dos Comentários uma janelinha: Esse Comentário contém INSULTO, e então nós votaríamos, e assim desmoralizaríamos os INSULTADORES. Abrs.

  5. Mestre Bortolotto,
    O mediador sabe desse problema, e já teria tempo de solucioná-lo ou encontrar uma fórmula que neutralizasse a ação deplorável de indivíduos que somente querem aniquilar com a sua obra verdadeiramente extraordinária, e que merece o reconhecimento de todos nós.
    Se prefere que primeiro haja o confronto para depois deletar o comentário desairoso, não é um procedimento adequado, mas um simples paliativo, que chega um momento e não mais faz efeito, como este caso.
    Outro abraço.

  6. Prezado Sr. FRANCISCO BENDL, também meu Mestre.

    99,99% dos Leitores do TI onLine, queremos sua continuação nos Artigos e Comentários. Se o senhor SAI, “perde o TI onLine, perdemos TODOS nós, e ganha o Sr. DARCY LEITE”. Não é uma BOA SOLUÇÃO. Tem que haver outra solução.
    Pense bem. A meu ver, não tem como o Editor/Moderador DELETAR automaticamente alguém, que pode mandar Comentários de qualquer Terminal, Fixo ou Móvel.
    Nosso Pedido: Continue Escrevendo. Abrs.

    • Observa, Bortolotto, a situação constrangedora que fico no blog:
      De um lado, o mau caráter usando este espaço para ofender e, do outro, colegas me pedindo para ficar, como se eu negasse a minha participação na Tribuna, mas não desse modo, vamos e venhamos.
      Enfim, a ofensa foi retirada, mas não sei até onde o Moderador terá paciência para realizar esta tarefa de deletar os comentários deste indivíduo, e até onde aguentarei este tipo de agressão gratuita.
      Outro abraço.

  7. Nananinanão, sr. Bendl, nada de deixar o Mal vencer. Que, no caso, é o mau. Esqueça-o.Faça como fazemos nós, com aquele outro senhor que só aparece aqui para nos atacar, embora se diga amigo do sr. Newton – amigo não põe amigo em saia justa. Não se vá, sr. Bendl, ou serei obrigada a pedir ao sr. Newton seu email. Abração.

    • Querida Mara,
      O meu e-mail não é segredo, pois eu já o publiquei várias vezes:
      chicobendl@gmail.com
      Garanto que serás sempre muito bem-vinda caso queiras trocar ideias comigo particularmente.
      Obrigado pela solidariedade e um abraço forte.

    • Newton,
      O que impede a realização da cooperativa?
      Estipula e publica o que desejas, e enviaremos nossas sugestões a respeito.
      Registra os nomes dos comentaristas que imaginas estarem de acordo com tuas ideias sobre levar o blog adiante, mencionando quem gostarias para presidente ou diretor, inclusive conselhos e assim por diante, e coloca para votação, pedindo ao mesmo tempo que a pessoa eleita se comprometa com este espaço, que o mantenha elevado na sua qualidade e postagem dos temas diários.
      Acaba com estes problemas que desgastam e cansam, e cuida da tua saúde e tenhas mais tempo para ti mesmo.

  8. Amigo Bendi. a Mara argumentou muito bem. Não podemos deixar o mal vencer.
    Fique e continue nos brindando com seu caráter e sua inteligência.
    Aqui neste blog esse cara sem nome, é desprezado.
    Me lembrei de um pensamento, cujo autor não me recordo :
    ”Em vez de te queixares de terem espinhos as ROSAS ; regozija-te antes,
    por terem ROSAS os espinhos”.
    Temos aqui no blog muitas rosas, com seu perfume compensando os espinhos.
    Uma grande Seleção. Você é o Capitão.
    Não pode sair.
    Um abraço do amigo e admirador.
    Camilo

    • Caro amigo Camilo,
      O meu entra e sai da Tribuna se deve a pedidos de amigos para que eu permaneça, que me deixam constrangido e determinam pela minha volta.
      Não sou importante e muito menos uma pessoa orgulhosa, vaidosa, que não se submete a solicitações mesmo simpáticas e amistosas, ao contrário, conforme podes perceber.
      No entanto, se eu me tornei uma fonte de perseguição ou brincadeira de um indivíduo inescrupuloso e devo aceitar que poste seus comentários para que depois sejam deletados, em face das ocupações do Mediador ou problemas de ordem pessoal, que devemos aceitar, inegavelmente, então que seja elaborado de uma vez a cooperativa, e tenha gente que possa impedir que comentários deste tipo sejam registrados e, o Newton, em consequência, tenha mais tempo para si mesmo!
      Repito que tenho especial predileção pela Tribuna, o Newton sabe disso, aliás, porém não sou voluntário para ser um comentarista que receberá insultos de toda a ordem porque um imbecil e covarde assim o deseja.
      Ora, se tecnicamente não tem como evitar que maus elementos se aproveitem dessa possibilidade de seus registros não serem previamente lidos e liberados, a solução é colocar gente que possa comandar o blog, ou seja, a realização da cooperativa e seus diretores, decisão que, a meu ver, deveria estar sendo discutida há tempos.
      Obrigado pelo apoio, meu amigo mineiro.
      Um abraço caloroso.

  9. Paulo_2,
    Grato pelo apoio.
    Enviei acima um pedido para o Newton decidir pela cooperativa, e haver comentaristas que poderão controlar os comentários que não devem ser publicados porque ofensivos pessoalmente.
    Há confusão proposital a respeito de liberdade de expressão, que não significa agressão e insulto, comportamento que deve ser execrado e repudiado de pleno.
    Tomara que o Mediador faça um artigo o quanto antes e estabeleça os critérios que julga necessários para esta cooperativa, e vamos em frente!
    Um abraço, meu caro.

  10. Parabéns ao Francisco Bendl pelo excelente comentário, nunca desista, mais do que nunca o Brasil precisa de patriotas de verdade.

  11. Bendl, não deixe a arena!
    Não é por causa de um sujeito que resolve escrever besteiras, quando há tantos leitores que apreciam e consideram as suas opiniões, que você deve se afastar. Se forem todos se afastar por causa de uns poucos mal educados, estaremos nos derrotando e deixando o blog na mão deles, pior ainda, estaremos selando o fim do blog porque o Carlos perderá a motivação para o grande trabalho que vem fazendo.
    Não se importe com ofensas de pessoas que se ocultam atrás de pseudônimos porque não têm coragem de assinar seus nomes abaixo de suas opiniões, e muito menos teriam coragem de te dizer estas coisas frente a frente, mano a mano. Eles não merecem que você ligue para eles. Continue a nos brindar com suas idéias e opiniões, de peito aberto, como sempre foi. Ninguém vai pensar menos de você por não dar importância aos insultos de gente que tenta se esconder atrás do anonimato.
    Um abraço do Wilson

  12. Esta reportagem do Sr. Nery me faz lembrar do Dr. Nicolau (Engenheiro russo). Ele e a esposa fugiram da União Soviética para o Brasil em 1945. Em Cuiabá, 1982 , eu e ele trabalhávamos juntos na construção do Edifício Ametyst. Eu e ele estávamos jantando num restaurante, e eu, comecei a falar mal do Figueiredo e de nossa Ditadura Militar. O Dr. Nicolau sorriu e me falou; ” Meu jovem, você não tem a mínima ideia do que seja uma Ditadura. Numa Ditadura, você não se atreveria nem a pensar o que você acabou de me falar “

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *