Trabuco alega razões pessoais e se recusa a assumir Fazenda

Indicado por Lula, Trabuco preferiu continuar à frente do Bradesco

Vicente Nunes
Correio Braziliense

Apesar de todos os apelos da presidente Dilma Rousseff, o presidente do Bradesco, Luiz Carlos Trabuco, recusou o convite para suceder Guido Mantega no Ministério da Fazenda. Trabuco alegou razões pessoais e profissionais para declinar do convite. Ele quer continuar à frente do segundo maior banco privado do país. Trabuco vai se aposentar nos próximos anos e deve assumir a presidência do Conselho de Administração do Bradesco, hoje ocupada por Lázaro de Mello Brandão.

Foi com Brandão, por sinal, que Dilma deu início às negociações para trazer Trabuco para a Fazenda. O banqueiro disse que não se oporia caso o subordinado aceitasse o convite. A conversa entre Brandão e Dilma ocorreu na terça-feira, em Brasília. Hoje, foi a vez de a presidente conversar com Trabuco, que explicou os motivos para permanecer onde está.

AJUSTE FISCAL

Não está fácil para Dilma nomear o sucessor de Mantega, já que há um temor de que o futuro ministro da Fazenda não tenha a autonomia para adotar as medidas necessárias para tirar a economia do atoleiro. O próximo ministro terá de fazer um ajuste fiscal consistente para ajudar o Banco Central a levar a inflação para o centro da meta, de 4,5%, até o fim de 2016.

Segundo fontes do Planalto, ainda estão no páreo para a Fazenda o presidente do BC, Alexandre Tombini, que quer permanecer no cargo; Nelson Barbosa, ex-secretário executivo da Fazenda; e Joaquim Levy, ex-secretário do Tesouro Nacional durante o primeiro mandato de Lula e atual diretor da Bradesco Asset. A expectativa é de que Dilma anuncie toda a equipe econômica até o fim de semana. A ansiedade nos mercados financeiros é grande para saber qual será a política econômica a ser adotada pela petista no seu segundo mandato.

18 thoughts on “Trabuco alega razões pessoais e se recusa a assumir Fazenda

  1. Cara de pau re-presidAnta, não era ela que dizia que banqueiro no Ministério da Fazenda,tiraria a comida dos pobres? Quantos cantares de galos,são necessários, para que arrependa desta baita mentira? Acho que não arrependeria nem com bilhões de cantares de galos, visto que ela é atéia e consequentemente uma atoa também. É um absurdo, um despautério, uma safadagem, uma sacanagem, para a nossa democracia a reeleição desta senhora. Não me conformo, IMPEACHMENT JÁ.

  2. Trabuco ao entrar nesta canoa furada (desgoverno Dilma/Lula/PT et caterva),ganharia um atestado de insanidade.

    A razão e a sensatez falaram mais alto.

    Qualquer pessoa e profissional portador de moral e caráter,não participa de um governo do crime organizado ( e generalizado) como o do petismo-comunismo.

    Ponto.

    • Aluísio,

      Não é só o Bradesco que já faz o que quer.

      Todo sistema financeiro mundial é criminoso.Empresta dinheiro para países,
      governos,cidadãos,empresas,(…),a partir do nada.

      Um crime de lesa-humanidade.

      PS-Vide a dívida interna do Brasil.Paga-se de juros ao ano mais de R$ 200 bilhões.
      Não armortiza o principal e a dívida sempre por pagar.
      PS2- No final de 2014,a dívida interna chegará nos criminosos R$ 2,4 TRILHÕES.
      PS3-Em 1/1/1995,Itamar entregou para FHC,a dívida interna consolidada em 505 anos,
      em R$ 65 BILHÕES.FHC,entregou para Lula,em R$ 700 BILHÕES.Lula entregou para Dilma,em R$ 1,5 TRILHÕES.E a farsante Dilma a elevou para R$ 2,2 TRILHÕES.

      Uma verdadeira patifaria.

  3. Senhores, é rir para não chorar, eleição fraudada pelo “To fora”, e por ai vai, é uma tristeza cósmica, ver a situação da falta de caráter, dignidade, honra, moral, nos 3 podres poderes. Natureza rica, povo na merda, pobre Brasil.

  4. Enquanto se discute se vai ser o Trabuco,o Espingarda,o Atiradeira ou o Peteleco para assumir o caldeirão do Panoramix na Fazenda, a oposição mais “chinfrim” de todos os tempos,perdem o bonde da história de se comportar como…….oposição.
    Não eram banqueiros na Fazenda que tirariam casa,comida e roupa lavada dos mensaleiros bolsistas? Não eram banqueiros que elevariam os juros dos sem noção?
    Assistimos agora,uma briga de foice em quarto escuro,para colocar no comando do caldeirão da Fazenda…………um banqueiro!
    Ô raça!!!!!!

  5. Aceitar o cargo de Ministro da fazenda ?
    Nenhum que tem biografia e alguma honestidade aceitará essa missão impossível.
    Só aceita quem não tem biografia e alguma honestidade. E aí é FMI e salve-se quem puder.

  6. Inocente.
    Não sabe o tamanho do pepino que o esperava. Em algum momento fez uma reflexão sobre a possibilidade, e o seu anjo da guarda deve ter sussurrado: – “se manda, amigo, é uma tremenda fria”…
    No que tirou o bloco da rua, é de se presumir que levou o conselho ao pé da letra.
    Há controvérsias, é claro. Principalmente dos que não acreditam em anjos da guarda.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *