Traição-contradição

Desde meados de 2008, o senador Jeressatti não perde oportunidade de se posicionar contra a Petrobras. É lógico que ninguém se insurge contra a fiscalização das atividades dela. Mas é preciso coerência e credibilidade para poder combater a grande empresa do País, que tem como maior acionista o próprio Brasil.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *