Tremenda injustiça o criativo Paulo Guedes não ter ganhado este Nobel de Economia

fora da curva : Últimas Notícias | GZH

Charge do Gilmar Fraga (Gaúcha/ZH)

Vicente Limongi Netto

Ninguém merecia tanto essa premiação quanto Paulo Guedes. O ministro brasileiro nadou muito para morrer na praia. Tudo corria nos conformes para as ambições de Guedes. Só não contava que os jurados do respeitado Nobel descobrissem o segredo que guardava a mil chaves: uma fortuna de milhões de dólares que mantinha em offshore em paraíso fiscal.

Os jurados da Academia sueca não sabem que o sonho de Guedes era destinar o vultuoso prêmio do Nobel, aos milhões de brasileiros despejados e desempregados, convencido de que seu bondoso gesto aliviaria a miséria e a fome que campeia no Brasil.

DOAR ABSORVENTES – O falante ministro também pensava (opa, foi mal) em doar parte da grana para adolescentes e mulheres que não podem comprar absorventes.

Mesmo com todo o pedregulho no caminho de Guedes, o ministro continua o orgulho dos cidadãos. É amado pelos servidores públicos, sem aumento há seis anos. e pelas milhares de pessoas que dependem do pagamento dos precatórios.

Guedes tem trânsito com políticos. Embora a maioria deles não queira vê-lo nem pintado de ouro. A população, sobretudo a de baixa renda, tem esperança que Guedes mandará diminuir os preços da gasolina, do gás de cozinha e da energia.

NO MUNDO DA LUA – Paulo Guedes também é respeitado por todos os ministros. Especialmente pelo astronauta Marcos Pontes, de cujo ministério (Ciência e Tecnologia) Guedes mandou tirar 600 milhões de reais do orçamento.

O astronauta Pontes pensou em se demitir, mas acabou ficando, constrangido. Gostaria de mandar Guedes para o espaço sideral. Só com passagem de ida.

Assim, o radiante Guedes ganhou novos amigos, os cientistas, pesquisadores, professores e alunos que dependem de bolsas de estudo.  Paulo Guedes não tem queixas da vida. Dorme e acorda bolando mais maldades para o bolso do brasileiro.  

VIVA A IMPRENSA – Triste, repugnante e lamentável que jornalistas sejam ameaçados, perseguidos e até assassinados por canalhas, corruptos e covardes que não admitem que a verdade seja revelada e publicada. Aqui, no Brasil e alhures. O saudoso jornalista Carlos Chagas ensinava: “Quem não quiser ser alvo de notícias ruins, que evitem que elas aconteçam”.  

Vivi e enfrentei, ao longo da minha extensa vida de repórter, episódios degradantes de desrespeito ao profissional. Como a torpe e burra censura prévia, instalada na saudosa “Tribuna da Imprensa”, e a língua podre e arrogante de boçais engravatados e estrelados, quando trabalhei, em O Globo, sucursal de Brasília e na TV-Brasília. Jamais recuei nem me dobrei aos arreganhos dos prepotentes.

“JUSTIÇA E PAZ” – Nesse sentido, li, emocionado, o impecável artigo “Ao jornalismo, com paixão” (Correio Brasiliense – 10/10), da jornalista e diretora de redação, Ana Dubeux, rejubilada com o Nobel da Paz que agraciou uma jornalista da Filipinas, Maria Ressa,  e, outro, da Rússia, Dmitry Muratov. 

A jornalista tem razão, o prêmio não exalta apenas o profissionalismo investigativo da dupla, “mas deixa claro a importância da mídia  para algo mais: justiça e paz”.

Prossegue Ana Dubeux, sem esconder o orgulho inquebrantável de ser jornalista: “Continuo, com olhos graúdos e compridos, a observar como o jornalismo é essencial para preservar a democracia e a liberdade de expressão”. 

6 thoughts on “Tremenda injustiça o criativo Paulo Guedes não ter ganhado este Nobel de Economia

  1. 1 – O esquerdista morre pela boca; se for comparar a situação do Brasil com os demais países que se desgraçaram com o lema esquerdista ” fique em casa, o pão de cada dia a gente vê depois”; qualquer pessoa honesta, verá que o Paulo Guedes é o melhor.

    2 – Agora pedir que uma das tetas esquerdistas, Pais nordico Sueco, que vive do socialismo (suor do trabalho do terceiro mundo) e controla mais essa malandragem esquerdista (premio nobel) dê esse premio a um direitista; NEM PENSAR.

      • Eu vou desenhar, para você entender.
        Ele não deveria fazer “ironia”, com a verdade.
        O Guedes (governo brasileiro); foi o que melhor se saiu no enfrentamento do “fique em casa”.
        É que você só se informa no jornal nacional; que deveria se chamar, jornal do Bolsonaro; eles só falam do Bolsonaro.

        Todos jornais do mundo, em algum momento, já reconheceram que o Brasil foi o País que menos sofreu por causa da quarentena do fique em casa.

  2. paulo guedes entende mesmo é de ROUBAR dinheiro de fundos de pensão e depois se abrigar no guarda-chuvas do fórum privilegiado por intermédio de outro salafrário criminoso.

    PS. Correr pra lavanderia de paraíso fiscal é só consequência natural de gângsteres.

    PS.2 Quanto aos sepulcros caiados (teleguiados) capazes de defender tais excrescências, igualmente nada mais natural.

  3. Concordo com Vicente Limongi, o Guedes se superou com essas contas secretas nas Ilhas Virgens Britânicas.
    O véu foi descoberto, a sua máscara caiu. Para os servidores Guedes cortou aumentos salariais, advogou a demissão e a privatização de todas as empresas estatais, queria acabar com o INSS e implantar o Fundo de Capitalização. De Fundo ele entende e se aproveita dos Fundos Paraisos Fiscais.
    Por isso ele defende tanto os Fundos de Investimento, mas, não os nacionais da pátria amada e sim do exterior.
    Isso é Patriotismo gente, me respondam, gostaria de saber
    E o discurso de Família, Pátria e tudo mais, para inglês ver, aliás, nas Ilhas Virgens Britânicas. A Inglaterra agradece a essa gente toda, que ganha dinheiro no Brasil e envia para lá.
    O primeiro ministro inglês, Bóris Johnson está rindo a toa. O Brexit está afundando e essa dinheirama dos brasileiros do governo Bolsonaro chegou em boa hora.
    Brasileiro é tão bonzinho!
    Mas, tem gente que acha, que essas coisas não tem nada de mais. Corrupção só existe na casa do inimigo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *