Tribunais de Contas não podem ser “cupinchadas”

Milton Coelho da Graça

Os tribunais de contas necessitam de uma faxina geral.  Não podem ser indicados para um cargo perpétuo através de acertos políticos.  Houve um caso famoso no Rio de Janeiro.   A maioria dos vereadores queria se livrar do colega Maurício Azedo (foi depois presidente da ABI) porque ele não participava das tramóias.  E aí se livraram dele, escolhendo-o para o Tribunal de Contas da cidade.

Mas esse foi um caso raro.  A regra geral é escolher como um prêmio ao “coleguismo”.

Editor-chefe recente do Jornal dos Sports fui pleitear ao Secretário de Esportes da Prefeitura o patrocínio de um campeonato de esporte amador.  Ele concedeu uma pequena verba e, meses depois, voltei lá e pedi apoio para outra competição amadora.

A resposta foi de franqueza assustadora: “Olha, Milton, você até hoje não trouxe os 35% de praxe que o jornal sempre trouxe para o ex-Secretário e, depois, pra mim.”

O ex-Secretário, eleito vereador, já havia sido escolhido pelos novos colegas para o Tribunal de Contas do município. E, bom cupincha, ensinara ao sucessor como “administrar” a Secretaria de Esportes.

FAMIGLIA MONTEBELLO

Agora, Elio Gaspari, em sua excelente coluna publicada por vários jornais, conta como a filha do presidente do TC municipal do Rio, Thiers Montebello, já estava sendo nomeada para conselheira do TC do Estado do Rio – num processo super-rápido: em menos de uma semana, o governador Pezão assinou a nomeação, a Assembléia sabatinou e aprovou
a moça.  Que só ainda não está no cargo porque o Procurador da instituição está pedindo exame mais cuidadoso de todo o processo – a mãe da moça também trabalha na fiscalização.

O erro não é o excesso de camaradagem ou zelo familiar.  É o processo de escolha que devemos mudar.  E não pode ficar só nas mãos dos políticos.  A seleção tem de também passar por outros órgãos de representação da cidadania.

(artigo enviado pelo jornalista Sérgio Caldieri)

7 thoughts on “Tribunais de Contas não podem ser “cupinchadas”

  1. Sr. Milton, como Cidadão, e estando Conselheiro da Saúde, sinto vergonha, da situação de corrupção que grassa no País, sem o menor “pudor”, esses Tribunais de Contas Estaduais, creio que em sua maioria, precisam de Lava Jato MORO, com detergente P.Federal e vassoura MPF.
    E, 2006, oficiei ao TCE/RJ, denunciando os auditores, que vieram, a cidade em que sobrevivo,e mandando fechar, pois, não serviam para nada, recebi como resposta do Presidente Graciosa, que eu estava desaforado, e que meus pares, no Conselho, não estavam de acordo com a minha indignação,coloquei a resposta ao Plenário, e meu procedimento foi aprovado por unanimidade.
    Tenho mais de 60 denuncias, na questão “Saúde”, com indícios de superfaturamento e outras mazelas, e o TCE, o que faz: NADA, recomenda a Câmara de Vereadores (outra inutilidade, que só cria despesas)), o Conselho, enviou denuncias das Contas de 2013, cuja recomendação de aprovação do TCE, em dez/14, envergonha até santo de pedra, e a Câmara inútil (que também recebeu a denuncia) APROVOU, A VELOCIDADE DA LUZ agora em maio/15.
    Infelizmente, os Poderes da República, estão podres, e o Cidadão escorchado em impostos (já está próximo de entregar 6 meses de seus miserável salário, para serem roubados, hoje na casa dos bilhões, a Saúde, Educação, Segurança, Transporte no CAOS, DIREITOS DA CIDADANIA, QUE O CIDADÃO PAGA PARA NÃO TER!.
    QUEREM RESSUSCITAR A CPMF, CUJOS BILHÕES, A DITA CUJA NUNCA VIU, POIS, FOI ROUBADA TAMBÉM, MAS…
    Essa questão da politicagem, nos TC e Justiça (NAS ALTAS CORTES), é uma vergonha, enquanto isso for tolerado, o BRASIL, nunca será um PAIS SÉRIO PARA OS BRASILEIROS.
    Caro Sr. Milton, estou com RUI BARBOSA E GEN. DE GAULLE.
    O DEMO ESTÁ PREOCUPADO COM ESPAÇO E SEU FORNO, COM FILA DA CANALHADA.

    • Théo, tanto o artigo como seu comentário merecem ser reproduzidos em todos os jornais. Os Tribunais de Conta são o último “emprego” da canalha que devasta este país e que, infelizmente, tem muitos defensores, que apoiam abertamente esta aberração !!!
      Uma vez escrevi um artigo sobre essa praga chamada TC e fui criticado em um comentário.

  2. Tribunais de Contas, todos, deveriam ser fechados. Para que servem? Acompanho esses tribunais há 40 anos e NUNCA vi fazerem algo de útil. São meros cabidaços de emprego. São prêmios dados aos amigões fiéis dos governantes. Deveriam – TODOS – serem fechados. E, juntos com eles, TODOS os Tribunais Superiores existentes em Brasília. O Brasil economizaria muito dinheiro e nada de útil deixaria de ser feito. Estou errado? Provem….

  3. Sr. Théo Fernandes concordo com o Senhor, a falta de pudor é tamanha que olho para todas essas instituições e não veja nada que se possa salvar, estão podres, alias, já eram podres há muito tempo, agora estão apenas revelando suas sujeiras, sobre a inutilidade das Câmaras municipais é sabido que servem para os conchavos e engodos políticos, hoje as administrações municipais se constituem nos drenos do erário. Todo tipo de safadeza é perpetrado nesses lugares.
    Até o momento a Bahia, que foi administrada por Jaques Wagner por dois mandatos e continua sob o domínio do PT tem “escapado” das mãos da Polícia Federal, não sei até quando, o TC baiano não é tão diferente dos de outros estados, a diferença é que aqui ainda se mantém a sujeira por baixo do tapete. No setor de saúde a situação é das piores, serviços pífios hospitais com esquemas e esquemas de desvios de dinheiro, muitos já denunciados, mas nunca devidamente apurados, a segurança é só ficção, mais denuncias de corrupção e a Educação, área que ninguém enxerga, até porque a classe média não a usa e os pobres nem sabem do que reclamar, não é de hoje que as diretoras de escolas desviam o sagrado dinheiro da merenda escolar, e as outras verbas, (muitas verbas para projetos) que essas senhoras, empossadas nos cargos pelos políticos em troca de apoio político, a maioria das escolas são currais de poderosos políticos do partido que ora governa, e nas secretarias regionais as contas dessas unidades são aprovadas pela mesma fórmula do é “dando que se recebe”, o esquema é tão vantajoso, que quando uma diretora assume o cargo funcionários das próprias secretarias indicam os fornecedores certos. Numa unidade educacional a diretora foi afastada porque a coisa toda havia fugido ao controle dos corruptos da secretaria regional (DIREC), mas nada foi apurado, a unidade (ameaçada de fechamento) recebeu outra diretora que nunca fez sequer uma auditoria, e já há um ano nunca fez uma prestação de contas. As denuncias foram feitas, mas o TC se fez de surdo, seus membros são amiguinhos dos políticos que no momento dominam a Bahia, casos com esse se estendem por todo o Brasil, que nunca foi um país na expressão correta, por isso que o povo disso aqui é extremamente tolerante com a corrupção nunca souberam o que eram ser cidadãos.
    Infelizmente não vejo luz nenhuma no final do túnel, pois superfaturam as obras do túnel e este nunca saiu do papel, mas o dinheiro a União pagou à empreiteira.

  4. Meus caros, Aqui no Rio, um “ministro” tem direito a mais de 50 assessores (a Mídia publicou) em razão da Brazão, vou ser chamado novamente de “desaforado”, pois estarei em breve oficiando sobre a inutilidade do TCE, se fechar, é lucro para o “Zé Povinho”, o roubo do “cofre público” virou rotina. Quantos ficaram ricos com a miséria do povo, abençoados pelos “Órgãos chamados fiscalizadores” que com seus Técnicos, a maioria honestos em exercer com dignidade seus cargo, e vilipendiado pelos chamados ministros, indicados, pelos executivos e abençoados pelos executivos. O CIDADÃO TRABALHADOR HONESTO que tem sentimentos fraternos, NÃO PODE ESQUECER A FRASE DE LUTHER KING:…..MAIS O SILÊNCIO DOS BONS, ACRESCENTO “OMISSÃO”, E MOSTRAR AO HUMILDE CIDADÃO (Ã) O RESULTADO DA VENDA DE ALGUMA FORMA DE SEU VOTO, APESAR DE SER OBRIGATÓRIO, MAS…É A ARMA PACIFICA DE MUDANÇA.
    A cada dia que acordo, só vejo, os governantes dos 3 poderes, o impossível de apodrecer mais as Instituições governamentais.
    Já estamos batendo os costados no fundo do Oceano de lama da corrupção, e vendo o desespero, do trabalhador, em sustentar com dignidade sua família.
    Por um Brasil decente e Justo para seu povo, e que DEUS, nos socorra.

  5. Sr. Newton, é só pegar o tribunal de contas do estado de são paulo, ali´eum arsenal de corrupção.
    E omestre deles todos sabemos , ogrande amigão de mário covas foi colocado ali com aúnica intenção de “não ver nada” e jogar tudo para debaixo do tapete a grande corrupção que começava no des-governo do mário covas.
    robson marinho amigão dopeito étão bom no que faz que tem várias contas na Suiça,
    Foi pego com a mão na botija no Caso do Roubo do Metrô.
    È l[ógico que o Cappo covas e seu apadrinhado gerardo efeagacê pinockiomin nunca sabiam de nada ,pois mesmo com o lamaçal vazando pelas bordas ainda ficou um bom tempo no Tribunal de Contas.
    Amigos até a morte, ainda mais para esconder as contas e a corrupção da Quadrilha do Efeagace…..
    Veja o que diz um dos auditores do TCE..roque citadini sobre a Quadrilha ..

    http://www.valor.com.br/politica/4099384/conta-do-governo-paulista-e-aprovada-pelo-tce-em-90-minutos

  6. Senhores,

    Como A COISA É VITALÍCIA, deita-se na cama e espoja-se na lama sem ter que dá satisfações a ninguém.
    Aliás, apenas ao padrinho. Jamais um cargo TÃO IMPORTANTE para o funcionamento de todo um Estado poderia ser vitalício. Deveria ser, no máximo, por um período de 10 anos.

    Mas… É a continuação da IMORALIDADE existente nas nomeações do Supremo Tribunal Federal. Nesta fazenda, o pior exemplo vem das pessoas mais importantes, que podem fazer, dentro da lei, uma espécie de SODOMA E GOMORRA com o dinheiro público.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *