Tribunal esportivo errou ao suspender Ronaldinho e prejudicou o Atlético

Tostão (O Tempo)

A suspensão de Ronaldinho Gaúcho por um jogo foi absurda. O Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) só deveria suspender um jogador que não foi punido pelo árbitro se houver uma agressão fora do lance, só vista pela televisão. O presidente do Atlético, Alexandre Kalil, tem razão em protestar. Quem sabe seja o início de mudanças profundas na Justiça Desportiva no Brasil?

As chances de o Atlético conquistar o título são, agora, pequeníssimas. Há ainda o risco de o time se abater e sofrer várias derrotas na reta final. Isso é o que não pode ocorrer. A perda do título não pode ser motivo de frustração. Conseguir a vaga na Copa Libertadores do ano que vem é também uma conquista.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *