Tudo em famlia: ex-ministro de Dilma disputa eleio contra a ex-mulher

Candidato Edinho Silva (PT) faz caminhada para apresentao de propostas em Araraquara

Edinho abandonou o vermelho do PT para tentar se eleger

Marcelo Toledo
Folha

Um dos homens fortes da segunda gesto da ex-presidente Dilma Rousseff, Edinho Silva, ex-ministro da Comunicao Social, tenta retornar Prefeitura de Araraquara oito anos aps t-la deixado. Com campanha modesta em relao s anteriores e citando dificuldades de arrecadao, ele tem como um dos adversrios na eleio sua ex-mulher Edna Martins (PSDB).

Em uma sala na sede do PT de Araraquara, com paredes adornadas por fotos de Edinho com Lula segurando a camisa da Ferroviria, time da cidade e a imagem oficial de Dilma, o petista usava o computador para responder a usurios de uma rede social.

Entre os assuntos tratados com a participao de 800 pessoas, nada de questes nacionais, que o petista confirma serem prejudiciais sua campanha, e sim guarda municipal, melhorias no setor de gua e esgoto, dvida da prefeitura, mototaxistas e escolinhas de esportes.

SEM VERMELHO – O vermelho abriu espao na campanha para cores como azul, verde, roxo e branco. Seus adversrios, por sua vez, exploram os problemas que envolvem o PT e a Lava Jato.

Diferentemente de disputas anteriores, a equipe de Edinho enxuta: duas pessoas acompanham a interao com os internautas, numa campanha feita por cerca de dez integrantes, no total. “J tinha decidido ser candidato em novembro. Voltar para Araraquara no significa voltar para trs”, disse.

Embora lidere com folga as pesquisas, com 46% das intenes de voto segundo o Ibope, o petista disse que a atual a pior das eleies que j disputou. “O ambiente poltico do pas reflete muito aqui. Muitas vezes me sinto muito injustiado. Tenho me, tenho filhos, que frequentam espaos da cidade, muito difcil. O nvel da campanha que jogaram aqui difcil.” Edna tem 12%, seguida por Alusio Boi (PMDB) com 10%

FILHO DIVIDIDO – Edinho e Edna se conheceram na adolescncia, namoraram e ficaram casados at o incio da dcada passada. Em 2008, quando ainda estava no PT, ela foi candidata Prefeitura, apoiada por Edinho, que encerrava seu segundo mandato, mas foi derrotada por Marcelo Barbieri (PMDB), que termina sua segunda gesto.

Do casamento, nasceu um filho, hoje com 27 anos. Em quem ele votar? “Falei para ele ficar onde trabalha [Curitiba] e no votar, no tem o menor sentido. Esse constrangimento ele no ter”, disse Edinho, que afirmou manter relao de cordialidade com a ex-mulher.

Para Edna, no haver conflito familiar. “Ele bastante resolvido com a situao. Tem ttulo eleitoral de Araraquara, mas no vai votar.”

LAVA JATO – Edinho Silva foi acusado pelo empresrio Ricardo Pessoa, da empreiteira UTC, de pedir dinheiro para a campanha da ex-presidente Dilma Rousseff, em 2014, em troca de manter contratos com a Petrobras. O candidato, que foi tesoureiro na campanha, nega as irregularidades.

###
NOTA DA REDAO DO BLOG
Edinho Silva foi responsvel pela montagem do Caixa 2 na campanha da chapa Dilma/Temer, era integrante da organizao criminosa (codinome de quadrilha) e inevitavelmente ser condenado na Lava Jato. Tudo indica que ser eleito em Araraquara, mas acabar perdendo o mandato. s uma questo de tempo. (C.N.)

3 thoughts on “Tudo em famlia: ex-ministro de Dilma disputa eleio contra a ex-mulher

  1. Isto justifica a frase de Diego Mainardi:

    “Brasil no tem partido de direita, de esquerda, de nada, tem um bando de salafrrios que se renem pra roubar juntos.”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.