Tudo o que o homem faz perecvel, ensina Thiago de Mello

O poeta amazonense Thiago de Mello, sempre ligado na natureza, versifica a sua opinio sobre o sonho da eternidade e a vida precria do homem.

O TEMPO

Thiago de Mello

A eternidade no depende de ns.
Precrios seres, manchados de limites,
incapazes de dar vida
a qualquer coisa que dure para sempre,
j nasceram soletrando o Never More.
Tudo o que o homem faz perecvel.
A comear pelo prprio homem,
rao diria predileta
do tempo, desde o instante
em que o tempo acompanhou
a expanso de uma galxia:
um pssaro invisvel,
as asas cheias de auroras,
de cujo bico escorria
o silncio do arco-ris.

(Colaborao enviada por Paulo Peres – site Poemas & Canes)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.