Um agradecimento a Limongi e aos demais comentaristas

Francisco Bendl

Meu caro Vicente Limongi Netto, uma das particularidades que mais me agrada neste democrático espaço é conviver com pessoas dos mais variados tipos de profissão ou mesmo aposentados, na minha atual condição. E poder trocar idéias com jornalistas, professores, advogados, militares da reserva, economistas, e tantas outros profissionais que participam do Blog da TI, enriquecem sobremaneira e as ampliam em consequência, as minhas idéias
a respeito dos temas postados para debates.

Imagino o teu conhecimento sobre política, por exemplo; a experiência do Carlos Newton, nosso incansável mediador; do Bortolotto, do Martim Fuchs, Siomara Ponga, Welinton Naveira e Silva, Paulo Solon, Edarwin Camillo, José Guilherme Schossland, José Carlos Werneck, José Antônio, Charles Carwal, Francisco Vieira, Antônio Santos Aquino, Magdala Costa, Viviane Ramos, independente de sua simpatia escancarada pelo PT, mas ela tem este direito, José Carlos Campos, Grinberg Medeiros Botelho, José Carlos de Oliveira, Roberto Nascimento, José Paulo de Resende, Christian Cardoso, Antônio Ranauro Soares, José Reis Barata, Carlo Germani, Iaco Silva, Mauro Júlio Vieira, Euler German, e tantos outros colegas que diariamente frequentam este espaço.

Eu não posso ofendê-los com bobagens. Tenho de me manter no mínimo de acordo com esses conhecimentos que vocês transmitem, com esta sinceridade e coragem de posição, com esta visão extraordinária sobre o Brasil e seu povo!

Desta forma, o pouco que ofereço e posso contribuir com este nível que vocês possuem é a minha coerência, a minha sensatez, a minha percepção do nosso país e minha indignação pelo que os governos não têm feito para conosco.

Reconheço não estar à altura da maioria no que diz respeito à inteligência, estilo de escrever, elegância, profundidade ao registrar pensamentos, razão pela qual muito me ajuda participar deste notável Blog e aprender, captar esses ensinamentos que são transmitidos a cada comentário feito, a sutileza, a ironia, inclusive quando a ausência de resposta é a forma mais contundente de se retrucar.

Obrigado, meu caro, por este apoio e compreensão. Obrigado a estas pessoas que citei acima por me aceitarem a participar deste grupo tão comprometido com o Brasil no sentido da sua evolução, progresso, críticas a políticos e seus comportamentos condenáveis, enfim, meu reconhecimento pela paciência que têm para comigo e meus rabiscos, e por pertencer à plebe ignara, eu, um sujeito ignorante que apenas traz consigo a sua coragem em externar seus sentimentos e sensibilidades.

Um efusivo abraço a todos os meus mestres!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *