Um chanceler na abertura da ONU

Celso Amorim fez o discurso de abertura da sessão da ONU. O presidente do Brasil sempre dá a palavra inicial, Lula não pôde ir, por causa das eleições. E os jornalões, apressados e desinformados, logo badalaram: “É a primeira vez que um chanceler do Brasil representa o presidente”. Ha!Ha!Ha!

Em 1960, outro chanceler (Horacio Lafer, tio do também chanceler Celso Lafer) foi representar o presidente (Juscelino). Este estava no fim do mandato, Janio já havia ganho a eleição, prometia receber a faixa de JK, com discurso violento.

PS – JK mandou dizer a Janio que responderia na hora. Janio, COVARDAÇO, recebeu o cargo e faixa sem rumor. E JK lançou sua candidatura para a próxima eleição, 1965. Só que na história política e eleitoral do Brasil, não houve 1965.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *