Um criminoso menor custa R$ 8,9 mil mensais na internação

Francisco Vieira

No mês passado, em audiência em comissão especial da Câmara dos Deputados, a presidente da Fundação Casa de São Paulo, dra. Berenice Giannella, declarou sem titubear que um menor internado naquela instituição custa para o Estado a cifra mensal de R$ 8.900, valor já auditado pelo Tribunal de Contas de São Paulo e por organismos internacionais.

Quanto vale a vida do seu filho? Quanto vale a liberdade de poder sair às ruas e voltar vivo? Me refiro não só aos menores bandidos, mas aos maiores bandidos também, igualmente impunes. Esses valores são pequenos, quando se sabe o total arrecadado pelo país.

Uma reportagem sobre a audiência afirma que “Berenice dirige a fundação há sete anos de forma exemplar, e reconhecidamente luta, com os instrumentos legais que tem nas mãos, para que o processo de ressocialização do menor infrator tenha êxito ”.

Ela então deveria mostrar, em números, quantos menores mudaram de caráter pela sua “forma exemplar” de dirigir e por viverem entre bandidos. Coisas que não fizeram quanto viviam entre pessoas que trabalhavam. O resto é ideologia.

REFORMATÓRIOS?

Não importa o nome que se dê: prisão, internação, tratamento ou isolamento. É preciso tirar os bandidos das ruas para que as crianças possam brincar nelas sem o risco de serem mortas. É preciso devolver as ruas e praças às verdadeiras crianças.

Os chamados reformatórios nada reformam. Ao contrário, consolidam e ampliam as deformações com as quais tais menores entram nessas casas ditas de amparo e construção moral.

Faça-se como nos Estados Unidos e essa preocupação se acabará. Pergunte aos americanos se eles estão preocupados com o fato do assassino do John Lennon ter se tornado um psicopata atrás das grades? Ou com a mudança de caráter do terrorista da Maratona de Boston?

CRIANÇA NA RUA

Duvido que lá eles se preocupem em voltar a conviver com alguém que estupra e mata e que terá que cumprir 60 anos de cadeia, integralmente, sem direito a sexo na cela!

Estaremos enxugando gelo se outras medidas não forem tornadas efetivas. É verdade. Precisamos fechar a fonte de onde jorra a violência, que é a criança na rua, aprendendo só o que não presta. Precisamos salvar os que nascerão, porque esses que estão presos já estão condenados. precisamos tirar os menores da rua: Os que são honestos devem ser levados para a escola. Os que já se metamorfosearam bandidos devem ser levados para a cadeia.

Mas algo precisa ser feito.

10 thoughts on “Um criminoso menor custa R$ 8,9 mil mensais na internação

  1. O combater a criminalidade tem quatro pontos: primeiro, combater os criadouros
    de marginais colocando os jovens em escolas de tempo integral, são principalmente os jovens que vivem nesses bolsões de pobreza e que as são presas fáceis do tráfico e banditismo.
    Segundo, punição adequada a qualquer criminoso, independente de idade, criminoso
    não tem idade.
    Terceiro: reforma do Código Penal e do Código Processo Penal.
    Quarto: Reforma do sistema carcerário, partindo do princípio de que todo detento tem que trabalhar. Se todo brasileiro tem que trabalhar, porque o presidiário não?
    A defesa feita por este governo da idade penal têm total apoio dos chefões do tráfico e outros criminosos. Creio que se não tomar essa medidas, a tendência e piorar.

  2. Artigo de petralha, fala e fala, mas não diz nada. Em um País que fala dilmês, com tanta naturalidade, já não se estranha a linguagem rabuscada dos petralhas.

  3. Artigo contundente de Francisco Vieira quanto à influência que a criança sofre por conviver com marginais e, com o tempo, vir a se tornar um meliante, um criminoso.
    O problema é que nossos governantes não pensam desta forma.
    Em suas mentes maldosas, querem culpar o capitalismo e a sociedade como responsáveis pela violência em nome de falsos Direitos Humanos, pois uma das proteções do PT é ter a simpatia de bandidos, e poder contar com eles quando se fizer necessário!
    A comprovação do que digo pode ser resumida na total desatenção com o abandono das crianças.
    Fala-se tanto em creches, que jamais vão ser suficientes, mas o dinheiro gasto se convertido para Escolas em Tempo Integral, resolveria uma séria de problemas correlatos à vida de meninas e meninos que precisam de assistência diária, de estudos, laser, médico, psicólogo, alimentos.
    Se não há como retirar por completo o marginal das ruas, e não tem como, então que se protejam as crianças, simples.
    Que elas não sejam usadas por pais, parente ou conhecidos de modo deplorável, forçando-as a trabalhar, explorando-as, transformando-as em pequenos vendedores de drogas ou mensageiros, afora a hedionda atitude de obrigar meninas em tenra idade à prostituição.
    O PT tem sido o nosso flagelo, repito, mas se tem algum mal que podemos qualificá-lo como insuperável, como o pior de todos desde a nossa Proclamação da República, foi o aumento da violência em níveis incontroláveis, que superam índices de países em guerras!
    Se quiserem acreditar, tratava-se de uma da partes do plano petista quando assumiu a presidência, ao transferir a atenção do povo para esta violência desmedida, enquanto que o partido ocupava espaços em todos os setores onde a sociedade se fazia representar, incluindo com a diminuição da oferta de ensino nas escolas Fundamental e Média, justamente as mais necessárias, porém para crianças, que desconhecem a política, senso crítico, que começam na vida.
    Diferentemente da atenção que o PT concedeu às Universidades, hoje antro de pensamentos de esquerda, de um socialismo/comunismo utópico, que comungam desta articulação abjeta de que o mal é o capital, enquanto que o Estado governado pelo PT se transformou em patrimonialista, ou seja, as instituições, estatais, autarquias, sindicatos, escolas, pertencem ao governo, e não ao povo!
    No entanto, a cada dia é noticiado um escândalo envolvendo diretorias de sindicatos, como ontem, a respeito do Sindicato dos Comerciários do Rio, dos Mata Roma.
    O povo está acuado, a verdade é esta!
    O PT só se importa COM O SEU PESSOAL, COM A SUA MILITÂNCIA, SEUS DIRIGENTES, mas quanto ao povo, este é condenado à miséria, às atribulações, à violência e, agora, à inflação e desemprego!
    Parabéns, Francisco Vieira, pelo artigo em tela.

    • Ótimo artigo e comentários. me fixo no teu, pois, os cidadãos do bem, que não se preocupam com o próprio “umbigo”, mas, com o progresso da coletividade, em que está inserido, sofre muito, em ver nossa juventude desprotegida, para formá-la “CIDADÃ E CHEFE DE FAMÍLIA”, pelo abandono e descaso da ESCOLA, que está sucateada física e moralmente, pelo governo do PT,PMDB e penduricalhos.
      Confúcio, a 3 mil anos, pregava, Escola não é custo, e investimento, e uma NAÇÃO se faz com ESCOLA; mas…no BRASIL, a ESCOLA COMO A NOSSA, é INVESTIMENTO NO CURRAL ELEITORAL DOS CANALHAS QUE NOS DESGOVERNAM.
      A mentira da “Pátria Educadora”é a maior hipocrisia” de Dª Dilma, as pseudas escolas técnicas, é para inglês ver, pois, não há professorado capacitado na maioria dos cursos que oferece, bem como infraestrutura, o que não é de se estranhar. O analfabeto funcional, é uma preciosidade para a canalhada formar “vacas de presépio”, referendando as canalhices, pois, são “CEGOS E SURDOS” para o PROGRESSO DA NAÇÃO.
      É triste ver a que ponto chegou os 3 poderes, que estão mais podres que a podridão, e temos mais um exemplar no stf, o novo apaniguado e servidor do PT, conforme à Mídia publicou, quando indicado pela “rainha”, ao declarar: Delação não é prova, atacando o JUIZ MORO, que está lavando a imundície em que o PT & Cia, está mergulhado, com essa atitude, esse ministro, já está pagando, o cargo, que já começa a estuprar e vilipendiar a Stª Justiça.
      Caro Bendl, o DEMO está preocupado, com tantos candidatos a sua fornalha, esta sem VERBA para ampliação, já pensa em procurar as empreiteiras brasileira.
      Que DEUS em sua Misericórdia nos acuda.

  4. ” presidente da Fundação Casa de São Paulo, dra. Berenice Giannella, declarou sem t itubear que um menor internado naquela instituição custa para o Estado a cifra mensal de R$ 8.900, valor já aditado pelo Tribunal de Contas de São Paulo e por organismos internacionais.”

    R$ 8.900,00/mês. Acredito. Senão vejamos:

    Nas Universidades particulares, temos no máximo uma relação de 20 pessoas na folha de pagamento, para cada 100 alunos.
    Nas Universidades públicas, temos no mínimo 80 pessoas na folha de pagamento para cada 100 alunos.

    Outro dia, o ex-Deputado Hélio Duque, insuspeito, denunciou que o Departamento de Publicidade da Petrobrás, dirigido por 12 anos pelo sindicalista Wilson Santarosa (já demitido), tinha 1.146 funcionários contratados. Repito: 1.146 pessoas na folha de pagamento.
    Qualquer órgão público criado, tem em primeiro lugar a finalidade de acomodar os cabos eleitorais, parentes, amantes e amigos, do incompetente lá colocado pelos políticos. Só depois, se sobrar dinheiro, este órgão cuidará dos afazeres para os quais foi criado.

  5. O grande mal que nos assola é a impunidade. Não apenas de menores, ou maiores, infratores mas, também, dos crimes do “colarinho branco”, dos desvios do dinheiro público e dos operadores corruptos – políticos, governantes e lobistas.
    Temos, no caráter nacional, um traço que nos prejudica. O do coitadinho, vítima disso ou daquilo.
    É necessário mudarmos o paradigma. Dar responsabilidades, exigir direitos mas, também, deveres.
    Chega da Pátria protetora, assistencialista e bedel.

  6. Pingback: Um criminoso menor custa R$ 8,9 mil mensais na internação! | Debates Culturais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *