Um dos mineiros da profissão amaldiçoada, transmitindo reflexão ao resgate

Helio Fernandes

“Em 68 dias, vivi o CÉU e o INFERNO”. Bastaria isso para reproduzir tudo o que sofreram. O INFERNO, é a forma de mostrar o que passaram.

O CÉU, só pode ser entendido pela grandeza que demonstraram durante esse período em que o mundo se voltou para eles. Isso se manifestou também, no desprendimento que mostraram na hora de estabelecer a ordem de saída do INFERNO para voltar ao CÉU. Todos queriam ficar nos últimos lugares.

Outro dos resgatados, afirmou: “A FÉ MOVE MONTANHAS”. Não era RELIGIOSIDADE DE ÚLTIMA HORA, ali ninguém disputava nada, cumpriam apenas um episódio do destino. O mundo se emocionou, e continua se emocionando, a partir da subida do primeiro soterrado, à meia-noite e 12 minutos de ontem.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *