Um país que vai pegando no tranco…

Resultado de imagem para brasil estacionado charges

Charge do Edra (chargesdoedra.blogspot.com)

Carlos Chagas

Até algumas décadas era comum certos carros só pegarem no tranco. Parecia normal, ninguém se escandalizava diante do vexame oferecido nas ruas. O tempo passou, os automóveis se sofisticaram e poucos ainda se lembram daqueles idos.

O governo Temer, no entanto, manteve o costume. Só pega no tranco. Para livrar-se de Alexandre de Moraes, o presidente necessitou da morte de Teori Zavascki, fazendo manobra que em xadrez se chama de “roque”, trocando o rei por uma torre.

Assim foi feito com o ministro da Justiça, que virou ministro do Supremo Tribunal Federal,  abrindo vaga sabe-se lá para quem. Moreira Franco teve seu ministério rebatizado para refugiar-se no abrigo da proteção burocrática. Eliseu Padilha já subiu as escadas do cadafalso.

Enquanto isso, Michel Temer continua desmanchando direitos sociais e satisfazendo as elites em suas mínimas reivindicações. Cooptou a maioria parlamentar e aprova tudo que for do interesse do andar de cima, dando as costas para as reais necessidades populares.

Enquanto isso, até a operação Lava Jato vai perdendo combustível, com cada vez menos corruptos na cadeia, cumprindo pena em suas mansões.

O escândalo verificado no Espírito Santo ameaça estender-se por outros estados ao tempo em que o desemprego se multiplica e a população se exaspera. Breve esse calhambeque deixará de transitar, não havendo mecânico que dê jeito. De tranco em tranco, melhor voltar ao tempo das carroças.

4 thoughts on “Um país que vai pegando no tranco…

  1. Devemos ter um critério para analisar um fato.
    Sempre o fazemos por comparação , por ser uma forma mais segura.
    Themer no lugar de Dilma é uma bênção do Céu, administrativamente falando. O que não existe é mão de obra qualificada para ocupar cargos. Tudo tem que se alinhar politicamente com o Congresso.
    Aí está o problemão! A máquina está em conserto por mau uso da mesma.

  2. O problema do presidente Temer, antes de ser temeroso é mais fácil de se resolver, ele está impedido de propor nomes de políticos eticamente enlameados, mas há, principalmente no Rio de Janeiro pessoas de Notório Conhecimento jurídico com ampla experiência que poderiam serem indicados para o cargo de Ministro da Justiça, a exemplo de Leonardo da Costa, o Léo, (Também conhecido como Louco, ele é da Maré, mas estaria agindo do Morro da Serrinha, em Madureira, onde é acusado de participar dos recentes ataques na Mangueira.).
    Há também o Fernando Gomes de Freitas, o Fernandinho Guarabu (Ele seria o chefe do tráfico no Morro do Dendê, na Ilha do Governador. Assistencialista, ele promete melhorias na favela em troca da ausência de denúncias.) O Luciano Martiniano da Silva, “Pezão” do Alemão, não confundir com o Pezão do Rio de Janeiro, (Chefe do tráfico da Mangueirinha, Juramento, Nova Holanda, Mandela, Jacarezinho e Chatuba, ele é apontado como o antigo chefe do tráfico do Alemão. Ele assumiu o controle da favela após receber ordens diretas de Marcinho VP e de Fernandinho Beira-Mar para matar o antigo chefe, o Tota, em 2008.).
    Pode-se notar que esses três cidadãos talvez não possuam um curriculum tão vasto como do Edison Lobão ou do Renan Calheiros, mas tem experiência de sobra com a Justiça brasileira. Eis que em São Paulo existem uma dezena de candidatos ao cargo, alguns já cumprindo pena ao alcance do Presidente Temer.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *