Uma canção de amor, em feitio de oração

Noel e Vadico fizeram muitas parcerias

O cantor, músico e compositor carioca Noel de Medeiros Rosa (1910-1937), na letra de “Feitio de Oração”, feita com o parceiro Vadico, mostra o samba como sendo a manifestação de algo (paixão) que comove e percorre o indivíduo. Esse samba-canção foi gravado por Silvio Caldas, em 1933, pela RCA Victor.

FEITIO DE ORAÇÃO
Vadico e Noel Rosa

Quem acha vive se perdendo
Por isso agora eu vou me defendendo
Da dor tão cruel desta saudade
Que, por infelicidade,
Meu pobre peito invade

Batuque é um privilégio
Ninguém aprende samba no colégio
Sambar é chorar de alegria
É sorrir de nostalgia
Dentro da melodia

Por isso agora lá na Penha
Vou mandar minha morena
Pra cantar com satisfação
E com harmonia
Esta triste melodia
Que é meu samba em feito de oração

O samba na realidade não vem do morro
Nem lá da cidade
E quem suportar uma paixão
Sentirá que o samba então
Nasce do coração 

               (Colaboração enviada por Paulo Peres – site Poemas & Canções)

One thought on “Uma canção de amor, em feitio de oração

  1. Teria o grande Amadeus Mozart nascido novamente e aqui no Brasil? Reencarnado com o nome de Noel Rosa?
    Ambos morreram muito cedo, quando eram mais produtivos. O que teria acontecido, se tivessem vividos até os 70 anos? Nem imagino, porém foram duas perdas muito grande, para nós e para o mundo.
    Mozart e Noel, foi uma pena, que tivessem idos tão cedo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *