Uma canção eterna, criada por René Bittencourt em louvor à mulher sertaneja

René Bittencourt | Discography | Discogs

René Bittencourt criou músicas inesquecíveis

Paulo Peres
Poemas & Canções

O empresário artístico, jornalista e compositor carioca René Bittencourt Costa (1917-1979) utiliza hipérboles para fazer a “Sertaneja” feliz, nesta belíssima, romântica e bucólica letra. Essa canção foi gravada por Orlando Silva, em 1939, pela RCA Victor.

SERTANEJA  
René Bittencourt

Sertaneja se eu pudesse
se papai do céu me desse
O espaço pra voar
eu corria a natureza
acabava com a tristeza
Só pra não te ver chorar
Na ilusão desse poema
eu roubava um diadema
lá no céu pra te ofertar
e onde a fonte rumoreja
eu erguia a tua igreja
e dentro dela o teu altar

Sertaneja, por que choras quando eu canto
Sertaneja, se este canto é todo teu
Sertaneja, pra secar os teus olhinhos
vai ouvir os passarinhos
que cantam mais do que eu

A tristeza do teu pranto
é mais triste quando eu canto
a canção que te escrevi
e os teus olhos neste instante
brilham mais que a mais brilhante
das estrelas que eu já vi

Sertaneja eu vou embora
a saudade vem agora
alegria vem depois
vou subir por estas serras
construir lá n’outras terras
um ranchinho pra nós dois

3 thoughts on “Uma canção eterna, criada por René Bittencourt em louvor à mulher sertaneja

  1. Quando o conteúdo poético é incoerente ou mesmo inexpressivo, um dos truques para desviar a atenção do deletante, é o recurso das rimas e eufonias. A pseudestesia gerada por estes dois componentes eleva o ouvinte ou leitor ao êxtase, e reduz o seu discernimento para perfeber os detalhes desfavoráveis.
    Por exemplo: há muitos provérbios sem nenhum significado: as pessoas os adotam e repetem por causa da consonância entre as duas palavras-cheve da sentença. “Querer é poder”. Nada mais fútil! Quem não quer? Se apenas isso bastasse, o mundo seria baiano e a imbaúba (hospedeira do bicho-preguiça) seria a árvore dominante.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *