Uma Cantata para saudar a alegria do povo do interior, na visão de Socorro Lira

Deixa Viver - por Socorro Lira - YouTube

Socorro Lira, uma das maiores cantoras do Nordeste

Paulo Peres
Poemas & Canções

A psicóloga, cantora e compositora paraibana Maria do Socorro Pereira, conhecida como Socorro Lira, expressa na letra de “Cantata” a saudade das terras do sertão, onde tudo se transforma em música e em poesia, seja na alegria da chuva, seja na tristeza da seca. A própria Socorro Lira gravou “Cantata” no CD Cantigas, em 2001, produção independente.

CANTATA
Socorro Lira

Chega o vento e traz a saudade
Vem soprando do coração
Vem a noite enluarada
Geme e cala o violão
Passa o tempo lá na serra
Lá nas terras do sertão
Todo tempo é primavera
Toda vida uma canção
Corre livre pelos campos
Meninada, vem, me diz
De onde vem o teu encanto
O que te faz tão feliz?
Quando a chuva vem, desperta
Verde, vida, paz e pão
Se é verão, tudo ali é seca
Seca o peito, racha o chão
Cada pedra do caminho
Do meu sonho é testemunha
Cada flor e cada espinho
Era um verso que eu compunha
Correm as águas no riacho
Vão fazendo a cantilena
É meu canto, é minha alma
É louvor que eu fiz pra ela
Rouxinol cantou pra mim
Me ensinou também cantar
Toda tarde ao pôr-do-sol
À criação vem celebrar
Tudo agora é nostalgia
Se eu chorar será de dor
Tudo é verso e poesia
É cantata do amor

4 thoughts on “Uma Cantata para saudar a alegria do povo do interior, na visão de Socorro Lira

  1. A cada dia, esse cenário edênico vai ficando apenas nas poesias bucólicas. É claro que uma desgraça chamada Superpopulação chegou pra frustrar quem sonha levar uma vida contemplativa e de perfeita ortobiose.
    Pois, na sociedade competitiva, as pessoas são submetidas a um estado de busca superexcitado: condição em que aquelas mais tranquilas acabam sendo importunadas, ou até mesmo arrastadas pelas que optaram por um biorritmo frenético. É como um condutor que dirige responsavelmente, mas fica sujeito às desgraças que o imprudente possa causar no trânsito!
    E, nesse desbaste necessário, até a próprio covid-19 inverteu a ordem: o certo seria ela eliminar, majoritariamente, os indivíduos em idade fértil para procriar.

  2. 1) Belo poema e cantata…

    2) E já que “tudo se transforma em poesia”, conforme diz o prezado Peres acima… licença

    3) Estrofe Deep State

    Antonio Carlos Rocha

    Agora quem manda
    Em nosso mundo
    É o Deep State
    Estado Profundo.

    E os presidentes
    Daqui e da matriz
    Que se cuidem, pois

    Já soou o sinal

    Agora é tudo
    Paz e Amor !
    E viva o TAO.

  3. No tempo de Henry Ford, alguns acreditavam que a charrete era a solução; Kelvin, cientista famoso, acreditava que um avião não poderia voar por ser mais pesado que o ar. Por isso só cauteloso ao futuro julgar.
    Ás vezes até o vapor na vidraça nos confunde e nos faz pensar que o mundo está para acabar:

    Vapor na Vidraça
    ==============

    Sábado, dia de andanças,
    Conversa com o vizinho,
    Churrasco, bom vinho,
    Saída com as crianças.

    Manhã cedo, banho quente, demorado…
    Vapor pra todo lado!
    Pelo vidro da janela vejo tudo cinzento,
    Folhas e ramagens balançam com o vento…

    Massa fria, temporal? Sábado engaiolado?!
    Por momentos me quedo, quase desconsolado.
    Então, faço no vidro rabiscos, e vejo, meio sem graça,
    Que o dia estava lindo – era o vapor na vidraça!

  4. Só love, só love, versus só guerra, só guerra. Os tais “representantes do povo”, meteram o povo numa enrascada tão grande, tão séria e tão assustadora por causa do tal voto, num labirinto labirinto tão sem saída, que o povo, sentindo-se amarrado por um nó górdio tão indecifrável, que chegou a um estágio físico e mental que o coloca a triz para dizer aos “seus representantes” e ao sistema podre dos me$mo$ o seguinte: enfim no Ú o tal voto que vocês nos impuseram se intitulando nossos representantes porque você$ não nos representam coisa nenhuma, até porque a pouca coisa que queremos é apenas conviver em paz, como irmãos, ter onde morar, trabalhar, estudar, ter pelo menos um pouco de diversão, entretenimento, cultura, cantar, amar, namorar, beijar na boca e, se possível, ser feliz. Jamais quisemos essa guerra tribal, primitiva, permanente e insana por dinheiro, poder, vantagens e privilégios, sem limite$, cheia de fake news, mentiras e enganações que vocês do militarismo e partidarismo, politiqueiro$, e seus tentáculos, velhaco$, nos impõem diariamente por conta dos seus golpes e eleições, que só convém a você$ que ficam com todos os bônus e nos distribuem apenas os ônus que, de tão pesados, já se tornaram insuportáveis. Situação essa que nos obriga a gritar: Basta, chega dos me$mo$, fora todo$, Democracia Direta Já, com Meritocracia, e, pelo amor de Deus, que venha logo o Novo Brasil de Verdade, Confederativo, e que nos liberte da escravidão, do calvário e do vale de lágrimas que nos foi imposto pelo sistema podre.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *