Uma coisa é certa – a nomeação do ministro Sachsida vai tirar muitos votos de Bolsonaro

Sachsida precisou ser retirado da Câmara pelos seguranças

Roberto Nascimento

O novo ministro de Minas e Energia, Adolfo Sachsida, foi indicação direta de Paulo Guedes. Seu primeiro discurso raivoso a favor da privatização da Petrobrás e da Eletrobras, com toda certeza, é apenas uma manobra para desviar a atenção do verdadeiro foco de sua atuação para favorecer o Centrão e o megaempresário Carlos Suarez, que precisa destravar o impasse da liberação de R$ 100 bilhões do governo, para a negociata do gasoduto que cortará oito Estados do Norte, Nordeste e Centro-Oeste.

O gasoduto é uma espécie de Petrolão do governo Bolsonaro, disfarçado de obra desenvolvimentista. Ao invés de beneficiar vários empreiteiros, como no governo Lula, agora é para atender apenas um deles, que era sócio da notória OAS.

FARRA DO BOI – O almirante Bento Albuquerque foi demitido do Ministério de Minas e Energia pelo presidente Bolsonaro, porque era contra essa réplica empresarial da Farra do Boi, comandada por Carlos Suarez, chamado de “Rei do Gás”, um elemento sinistro que não quer ser reconhecido e jamais se deixa fotografar.

No capitalismo, qualquer negócio privado deve ser bancado pelos empresários com recursos próprios ou de investidores.  Na versão capitalista do Brasil, é o Estado que tem de deslocar recursos públicos para esse tipo de empreendimento particular.

O responsável por conduzir a negociata agora é o novo ministro Adolfo Sachsida, apadrinhado por Paulo Guedes e Jair Bolsonaro. O nomeado é de significância menor. Foi alçado ao posto somente para prestar serviço. O Brasil está caindo pelas tabelas e o governo decide ratear os recursos públicos em ano eleitoral.

JOGO DE CENA – A privatização da Petrobras é apenas jogo de cena, para desviar atenção do gasoduto bilionário. A nomeação de Sachsida foi um tiro no pé, porque ele é um boquirroto trapalhão que vai tirar muitos votos de Bolsonaro.

Em uma série de vídeos que circulam nas redes sociais, o pupilo de Guedes aparece falando as maiores barbaridades. Demonstra ser uma machista exacerbado e adota uma postura ideológica de extrema direita totalmente esquizofrênica, capaz de considerar até Adolf Hitler como “comunista”.

A Folha publicou fotos dele em 2014, ao ser expulso da galeria da Câmara pela Polícia Legislativa, por estar fazendo tumulto para impedir uma votação. Apesar desse passado pouco republicano, foi escolhido para ser ministro do atual governo:

LICENÇA-MATERNIDADE – Disse Sachsida no vídeo: “Eu, por exemplo, sou contra licença-maternidade de seis meses. Isso, para mim, é criminoso contra a mulher. Você dar uma licença-maternidade de seis meses para a mulher é mais ou menos como você chegar para o empresário e falar assim: ‘Não promovam essa mulher. Porque, se ela engravidar, ela vai ficar seis meses fora da empresa’. Você consegue imaginar uma empresa ficar seis meses sem seu gerente?”, afirmou, acrescentando:

“ Quando fui contra essa lei [licença-maternidade de seis meses], as pessoas me xingaram. Não é nada disso, é que eu me preocupo com as mulheres. Toda vez que você cria leis que favorecem a mulher, vai aumentar a penalidade salarial dela. Menos patrões vão promover as mulheres. Não é que eu quero, basta você olhar”.

HITLER COMUNISTA – Outra declaração nos vídeos que circulam na internet: “Será que Hitler dava mais valor ao Estado ou ao indivíduo? Será que Hitler dava mais valor à função social da propriedade ou à função privada? (…) Antes de responder, vou dar uma dica para você: o que é PT? PT é a sigla do Partido dos Trabalhadores. Da mesma maneira, o Partido Nazista era uma sigla. Você sabe qual era a sigla do Partido Nazista? Partido Nacional Socialista dos Trabalhadores Alemães. Você realmente acredita que um partido socialista dos trabalhadores é um partido de direita?”, disse Sachsida.

Como se vê, trata-se de um elemento totalmente despreparado e lunático, incapaz de saber a diferença entre a denominação de um partido e a sua sigla. E se Hitler era comunista, porque a União Soviética perdeu 8,6 milhões de soldados para evitar que ele vencesse a guerra?

13 thoughts on “Uma coisa é certa – a nomeação do ministro Sachsida vai tirar muitos votos de Bolsonaro

  1. A verdade nua e crua dói. Sachsida é claro ao defender as suas posições. A esquerda narco-socialista, incapaz de contra argumentar, apela para ataques pessoais.
    Milhares de grandes economistas consideram que a excessiva ingerência estatal nas relações trabalhistas SÃO PREJUDICIAIS aos trabalhadores, Sachsida é mais um, entre tantos.

    No caso da semelhança entre fascismo e nazismo com o socialismo, estou plenamente de acordo com o novo ministro. Conforme comprovado pela história, todas essas ideologias atuam para o coletivo, através da coerção estatal, esmagar as liberdades individuais.

  2. Capitalista; comunistas, ..
    Os países só possuem interesses.
    EUA capitalista mais UK capitalista, se uniram à URSS Comunista para vencer Hitler ( que era capitalista ou comunista????).
    Vietnã comunista, após sua vitória contra os EUA capitalista, travou um guerra contra a China comunista.

  3. Os idiotas entreguistas bolsonaretes e liberaletes apoiam as entregas das nossas estatais achando que irá acabar o aparelhamento das mesmas! Ledo engano!
    Depois de entregues nossas estatais serão administradas por globalistas que continuarão, com muito mais recursos, financiando movimentos lgbt, abortistas, negros programados, etc etc etc.

    Como são burras essa gente!

    • Prezado
      |Só é “nosso” aquilo9 que decidimos!
      Qual estatal foi criada pela deliberação nossa? Se assim fosse, seríamos nós a decidir pela venda e/ou fechamento dela.
      Na verdade, e isto foge a compreensão do povo, o estado somos nós, mas só para algumas coisinhas. O restante ficou nas mãos dos que dominam as instituições!
      Ah, e somos nós que permitimos que nossas instituições estejas assim!
      Fallavena

  4. É preciso que a sociedade tenha mecanismos acima da representação!
    Nossas representações atuais, queiramos ou não, são independentes, após as eleições!
    Quem elege, precisa ter mecanismos para retirar mandato! Mas não pode ser através do mecanismo atual.
    É possível realizar isto? Sim! Basta que haja mecanismo para tal. mas teremos de mudar a forma de cotação.

    Exemplo
    Bolsonaro foi eleito com propostas, compromissos. Não cumpri-os. Estamos tendo de aguentá-lo até o final do mandato. Quem elegeu Bolsonaro? os eleitores que nele votaram. Quem foram os enganados, traídos? parcela dos eleitores ele.

    Tudo fica mais lógico e fácil quando existem legislações corretas, completas e não o que temos hoje.

    Fallavena

    • Bom dia Fallavena, acesso a Tribuna por ler comentários lúcidos como o seu e de algumas outras pessoas.

      Da forma como as coisas estão eu acredito que não tem como mudar. Zumbis votam em deputados sem ter noção do que estão fazendo. Caciques que só querem aumentar a bancada na Câmara e no Senado e nenhum deles está preocupado com o Brasil. Não existe renovação política, o interesse é único em manter o sistema atual. Ter partido é um excelente negócio.
      Como mudar isso? Eu realmente não sei …
      – Talvez transformar o voto obrigatório em facultativo
      – Mudar a regra atual permitindo que os deputados sejam eleitos apenas com os votos individuais.
      – Não ter reeleição para poder executivo , senadores e deputado só pode ter mandato de 8 anos ou não podem mais se reeleger.
      Tem muitos pontos para ajustar … talvez o parlamentarismo fosse uma boa opção, pois caso o primeiro ministro saísse, o parlamento iria se dissolver e quem foi eleito não poderia entrar novamente.
      Tem que mudar alguma coisa, pois as regras atuais são muito claras para manter o poder e ainda temos essas brigas de picuinha de gente que defende direita, esquerda, Lula ou Bolsonaro… Pelo amor de Deus, esse congresso atual legalizou o crime com as emendas secretas e foi uma ação da maioria com mais de 300 votos. Não tem essa de Lula , Bolsonaro, Direita ou Esquerda. É tudo uma coisa só…
      Eu juro que não sei o que faço, não transferi meu título para cidade em que moro pois vi que tudo foi orquestrado para ter uma eleição entre Lula e Bolsonaro. Se eu votar em um candidato a deputado, tenho grandes chances e eleger vários ladrões pois os mais votados compartilham votos com os demais membros do partido. Na última eleição apenas 5% dos deputados foram eleitos com seus próprios votos , os demais foram do sistema de distribuição.
      Que Deus nos ajude, pois, a coisa está feia demais, não vejo luz no final do túnel…

  5. E a Wal do Açaí que era “assessora” do Tosco em seu gabinete em Brasília e nunca foi à…. Brasília!

    O probo é probo para os robôs probos!

    Vergonha alheia!

  6. Interessante esta materia do jornalixo Tucanaldo de Azevedo , agora NeoPetralha, escrevendo como o Quadrilhao do Luladrão nos tempos em que o Cachaceiro Pinguço sentava seu traseiro flácido na cadeira mais corrupta do Universo…deu o maior rombo na Petros.

    O Parteco das Trevas roubando você, ops, errei, o Partideco das Trevas “trabalhando para você”..

    O PT pintou e bordou nos fundos de pensão de estatais, e o rombo passa de R$ 44 bilhões

    Os associados dos fundos de pensão receberão uma aposentadoria menor do que esperavam em razão da gestão desastrosa desses entes, levada a efeito pelos petistas. Quinhentas mil pessoas serão diretamente prejudicadas. Mas, como é sabido, o dinheiro também sairá dos cofres públicos, uma vez que o Tesouro acabará socorrendo as estatais

    https://veja.abril.com.br/coluna/reinaldo/o-pt-pintou-e-bordou-nos-fundos-de-pensao-de-estatais-e-o-rombo-passa-de-r-44-bilhoes/

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.