Uma inesquecível vassourada

Resultado de imagem para renovação política charges

Charge do Santo (Charge Online)

Carlos Chagas

Além do senador Renan Calheiros e do deputado  Aníbal Gomes, estão sendo investigados pelo Supremo Tribunal Federal os senadores Valdir Raupp, Garibaldi Alves Filho, Agripino Maia e os deputados Walter Alves, Felipe Maia, Luiz Sérgio  e Jandira Feghali, acusados de receber propina com recursos  desviados da Transpetro. Também serão incluídos os ex-deputados Henrique Eduardo Alves, Cândido Vaccarezza, Jorge Bittar  e  Edson Santos, além da ex-senadora Ideli Salvatti.

Por enquanto liberada a conta-gotas, a lista de parlamentares e ex-parlamentares envolvidos com a corrupção chegará a 200, se não for um pouco mais. Deverão ser declarados inelegíveis, se condenados.

Nossos avós repetiam que “Deus escreve certo por linhas tortas”, tornando-se necessário dar-lhes razão. Porque renovação igual dificilmente acontecerá no Congresso. Para melhor ou para pior?

Fica difícil prever. Nunca será demais lembrar o Dr. Ulysses, para quem “pior do que o atual Congresso, só o próximo”.

RENOVAÇÃO? – Em termos de gente nova, até agora a safra é restrita, nos partidos. Aliás, não é obrigatória a conclusão de que candidatos mais jovens venham a candidatar-se, ano que vem. Podem muito bem sair atrás dos votos que não tiveram em 2014 os candidatos de 2018. Se não conseguiram eleger-se antes, suas chances aumentarão, em boa parte, depois? Começarão deficitários.

Imaginá-los cheios de planos e programas, além de prematuro, é um risco. No passado, antes da apresentação dos times titulares, jogavam os reservas. Uma maldade, porque entravam em campo com o sol a pino, por volta das 13 horas, já que as partidas do elenco principal começavam às 15 ou 16 horas. Seria oportunidade para a promoção dos reservas?

Com as novas regras limitando e cerceando as campanhas, proibidas as doações de pessoas jurídicas, levarão vantagem os candidatos mais ricos. Outro descompasso.

Em suma, a renovação constitui uma dúvida, mesmo significando inesquecível vassourada nas representações.

3 thoughts on “Uma inesquecível vassourada

  1. Caro Chagas, cabe ao “mais letrado” esclarecer o menos, o valor e responsabilidade do Voto, em nossa vida diária, se realmente somos Cidadãos, está deve ser nossa cruzada, de forma honesta, mostrando a Verdade da politicagem dos politiqueiros, esse é o nosso Dever, para um Brasil decente e justo para seu povo, banir a corja de canalhas, é preciso.

  2. Renovação nos partidos?
    Não há.
    As cúpulas afastaram ou não deixam entrar nenhum desconhecido. Militante sim, mas longe de qualquer influência ou destaque.
    Tanto isso é fato que aumenta o número de familiares em cargos eletivos ou executivos.
    O que se vê hoje é eleito para o legislativo querendo ir participar do executivo pois da mais possibilidades.
    Não haverá renovação nas próximas eleições, é a cultura do pragmatismo. Fora do governo não há salvação!
    Já entramos no descompasso da história.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *