Uma mensagem de amor a uma cidade chamada Recife

O médico e poeta mineiro Ednei Freitas explica que o soneto “Marcela” surgiu quando morava em Recife. “É uma mensagem dirigida a uma cidade-mulher que me acolheu, em princípio, de forma acanhada mas, aos poucos, foi generosa, revelando a mim toda a sua beleza e aconchego. Marcela é o codinome que dei para a cidade do Recife, que se mostra aos poucos, mas depois de conquistada nos revela toda a sua graça”, diz Ednei Freitas.

MARCELA

Ednei Freitas

Marcela bela,
Sonhada estrela
Que meu sensório
Fazes vibrar

Se não te vejo
Triste, fraquejo
E passo premido
A lamentar

Se ficas comigo
À vida eu digo
Me sinto feliz

Mas se não ficas
Sou triste, explico
Eu sempre te quis

                 (Colaboração enviada por Paulo Peres – site Poemas & Canções)

One thought on “Uma mensagem de amor a uma cidade chamada Recife

  1. Nascido no Bairro de São José, o mais recifense do Bairros do Recife, venho agradecer a Paulo Peres estes momentos de beleza harmônica da Poesia brasileira, principalmente a Poesia que fala do meu Recife Amado, plenamente azul como o Poeta Carlos Pena escrevia. Dele repasso esta poesia para todos daqui e os que estão longe de Pernambuco e querem matar um pouco a saudade dessa terra doce, amada e irredenta da pernambucanidade que forjou nossa nacionalidade brasileira, que é o nosso RECIFE !

    CARLOS PENA FILHO
    CARLOS PENA FILHO – SOBRE O RECIFE
    O INÍCIO

    “No ponto onde o mar se extingue (IV)
    E as areias se levantam
    Cavaram seus alicerces
    Na surda sombra da terra
    E levantaram seus muros
    Do frio sono das pedras.
    Depois armaram seus flancos:
    Trinta bandeiras azuis plantadas no litoral.
    Hoje, serena flutua, metade roubada ao mar,
    Metade à imaginação,
    Pois é do sonho dos homens
    Que uma cidade se inventa.”

    (Guia Prático da Cidade do Recife – O Início, 1999:129)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *