Vantagem de Biden sobre Trump caiu na última semana, mas ainda está em  8,7 pontos

Jornal do Commercio on Twitter: "Charge #RedesSociais #JC  #JornalDoCommercio #Recife #Miguel #TRUMP #BIDEN #DEBATE  https://t.co/ypGqgpoffY… "

Charge do Miguel (Jornal do Commercio)

Bruno Benevides
Folha

As pesquisas de opinião mais recentes sobre a eleição americana indicam que a vantagem que o candidato democrata, Joe Biden, tinha sobre seu rival republicano, o presidente Donald Trump, encolheu ao longo da última semana.

Segundo a média ponderada dos levantamentos calculada pelo site especializado FiveThirtyEight, a diferença entre os dois era de 8,7 pontos percentuais na manhã desta segunda-feira (dia 26).

PERDEU DOIS PONTOS – O democrata aparece com 51,8% das intenções de votos em todo o país, contra 43,1% do republicano. Isso significa que Biden perdeu 2 pontos de vantagem em uma semana —no dia 19, ele tinha 10,7 pontos sobre Trump, a maior diferença entre os dois durante toda a campanha.

Apesar disso, o ex-vice de Barack Obama segue como favorito na disputa. Sua vantagem sobre Trump atualmente é 3,6 pontos superior a que Hillary Clinton tinha sobre o rival há quatro anos a oito dias do pleito.

Segundo o mesmo site, o democrata tem 87% de chance de ser eleito o próximo presidente americano —há uma semana, ele tinha 88%—, contra 12% do rival.

NENHUM DOS DOIS – Há ainda 1% de chance de nenhum dos dois conquistarem a maioria no Colégio Eleitoral, nome ao dado sistema indireto que escolhe o presidente americano.

O peculiar sistema eleitoral americano é sempre um desafio para quem quer entender a disputa, já que o vencedor não é obrigatoriamente o candidato mais votado pela população. Trump, por exemplo, perdeu para Hillary em 2016 no voto popular, mas venceu em um número suficiente de estados para ser eleito presidente no Colégio Eleitoral.

Novamente segundo o FiveThirtyEight, a chance de o republicano ser reeleito mesmo se perder o voto popular atualmente é de 9% —a possibilidade do mesmo acontecer com Biden é menor que 1%.

ESTADOS PÊNDULOS – Assim, a chave para vencer a eleição é conquistar os chamados estados pêndulos, que ora votam em republicanos, ora votam em democratas.

Biden está na frente na maioria deles, mas sua vantagem também caiu. É o caso da Pensilvânia, estado que tem a maior chance de decidir a eleição. O democrata tem atualmente 5,6 pontos de vantagem sobre Trump ali —há 15 dias, a diferença era de 7,3 pontos.

O mesmo fenômeno ocorre em outros estados importantes, como o Arizona, a Flórida e a Carolina do Norte. Em todos, Biden viu sua vantagem se ampliar durante a primeira metade de outubro e, depois, começar a cair. 

###
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOG
E haja coração! E haja Rivotril! E haja Lexotan! (C.N.)

7 thoughts on “Vantagem de Biden sobre Trump caiu na última semana, mas ainda está em  8,7 pontos

  1. A mensagem do cartonista Miguel vai direto ao ponto ( notebook com a “bomba” (todo o lixo do clã Biden).

    PS-Com o material do notebook,uma imprensa e mídia séria,provocaria um tsunami na candidatura do pedófilo/corrupto/incompetente Biden.

    Mas como toda ela (com raras exceções) ,americana e mundial,está fechada radicalmente com a agenda esquerdista e pró-Nova Ordem Mundial.

  2. Não me surpreenderei se Trump sair vencedor pois pelo que acompanhei de jornalistas independentes que analisam os fatos e pesquisas de outros institutos os dois estariam empatados.

  3. SE TRUMP FOR RE-ELEITO, FICAREI COM MUITA PENA DO POVO NORTE AMERICANO. TENHO MUITOS AMIGOS NAQUELE PAÍS E SEI QUE ELES NÃO MERECEM UM CASTIGO DESSES.

  4. Quem for mais americano nos Estados Unidos ganha, e por isso vai dar Trump. Está na cara.
    Ao contrário, no Brasil, ganha sempre o que é menos brasileiro.
    Aí vem a esquerda , seguidos pelos idiotas direitistas, que a culpa é.da nossa colonização portuguesa, pelo contrário, morei 27 anos no Estácio, um bairro português até no nome, lá não vi im só português preguiçoso.
    Aqui, votam sempre no mais preguiçoso, e não dá para entender como um povo trabalhador vai sempre na onda dos intelectualoides que inventaram collor, fhc, luiz Inácio, dilma, temer e o próximo.
    A salvação será Moro que não é salvador da pátria, mas teve a dignidade de condenar luiz Inácio, juntamente.com muitos outros juízes.
    Parabéns Sérgio Moro!

  5. Para terem uma idéia do quanto a grade imprensa e mídia em geral,no Brasil,nos EUA e no mundo OMITE criminosamente a mobilização popular por onde Trump passa.

    PS-A pouco vi vídeo,com milhares de pessoas em fila para participar de comício da filha de Trump,Ivanka,em campanha para o pai.

    PS2-Vejam a multidão nos comícios de Trump.
    Acessem Twitter @danscavino

    PS3-Como aceitar a liderança (falsa) do pedófilo/corrupto Biden,com Trump recebendo apoios por onde passa.

    E a grande imprensa segue ocultando isso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *