VARIADAS, com Dorival Jr., Mano Menezes, César Maia, Lula, Requião, Sarney, Marco Maciel e Serra

Helio Fernandes

Muita gente surpreendida com o destino escolhido pelo ex-treinador do Santos, Dorival Júnior. Foi movido por dois fatores. Não queria que acreditassem que estaria esperando convite do São Paulo, com interino que o clube tenta convencer que é efetivo.   XXX   Ou do Flamengo, que já está quase na mesma situação do Atlético Mineiro. Mas Dorival sabe que, muito elogiado por causa da saída estrepitosa, perdeu mercado. No Flamengo enfrentaria tempestade e não receberia guarda-chuva de ninguém.   XXX   Assim, o acordo com o Atlético, grande clube e modelar organização, excelente. Por isso, assumiu no dia seguinte, sem qualquer treino ou conversa com jogadores.   XXX   O acordo: projeto para tirar o clube do rebaixamento agora, se não conseguir, dirige o time no ano que vem, na série B. Mano Menezes acabou na seleção.   XXX   César Maia, já derrotado (amplamente) para senador, está dizendo: “Não me empenhei a fundo”.   XXX   Será? Mas Lula se empenhou, desde que levou a vaia no Panamericano, orquestrada por Maia, que treinou na Cidade da Música.    XXX   Requião vem disposto a presidir o Senado, não é a primeira vez que se elege senador.   XXX   A oposição (?) do PSDB-DEM, uma parte do PMDB, apoiarão seu nome, ao contrário do que pensa José Sarney.   XXX   Depois de servir a todos os governos, principalmente os ditatoriais, Marco Maciel foi 8 anos vice de FHC, continuou portanto, agregado às multinacionais.   XXX   Queria ser vice novamente, de José Serra. O eleitor achou que ele queria abandonar a vida pública, não está votando nele para senador. Dizem: “Irá se dedicar à Academia”.   XXX

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *