Vasco Debritto, um paulista que canta as saudades do Rio de Janeiro

Resultado de imagem para vasco debritto

Vasco de Britto canta seu amor pelo povo brasileiro

Paulo Peres

Site Poemas & Canes
O engenheiro, produtor musical, arranjador, cantor e compositor paulista Vasco Ramos de Debritto, na letra de Rio de Janeiros, revela a saudade que sente dos janeiros vividos na cidade maravilhosa. A msica foi gravada por Vasco Debritto no CD Visions, em 1999, pela Koala Records.
RIO DE JANEIROS
Vasco Debritto

Rio de Janeiro, estou pensando em ti
Ando muito triste e acabrunhado aqui
At parece que no sei, nem nunca vi
Mar azul, corpo dourado, um cu rubi

Rio de Janeiro, nem bom falar
T perdendo a ginga, a cor, o linguajar
Jogo de cintura, o brilho do olhar
T faltando espao, t faltando ar

J faz tanto tempo, o passaporte desbotou
Verde que queria mais que verde amarelou
Tenho pensado em ns dois
O sol aqui j se ps

Rio de Janeiro feito uma orao
Fiz at promessa a So Sebastio
Pra voltar depressa, abrir meu corao
Pra morena mais bonita
L da Penha, da Restinga ou do Leblon

4 thoughts on “Vasco Debritto, um paulista que canta as saudades do Rio de Janeiro

  1. O Rio de Janeiro como Minas Gerais que quem a conhece no esquece jamais. Nos tempos da VARIG quando o avio se aproximava do Galeo, tocava-se esta msica. Devia ser obrigatria para qualquer voo que chegasse ao Rio:

    Samba do avio
    Antonio Carlos Jobim

    Minha alma canta
    Vejo o Rio de Janeiro
    Estou morrendo de saudade
    Rio teu mar, praias sem fim
    Rio voc foi feito pra mim
    Cristo Redentor
    Braos abertos sobre a Guanabara
    Este samba s porque
    Rio eu gosto de voc
    A morena vai sambar
    Seu corpo todo balanar
    Rio de sol, de cu, de mar
    Dentro de mais uns minutos
    Estaremos no Galeo

  2. V, v pro Rio, e se apaixone pela primeira morena que encontrar na Restinga ou no Jo. Mas cuidado, o tempo mudou, o Rio quebrou, os bandidos ocuparam os morros, os campos, os alagados, a Lagoa e at So Conrado. Vai mesmo! Vai que eu fico por aqui perto do Boulevard San Michel, a alguns passos da Notre Dame, na Cidade Luz. Vai, carrega tua cruz!

  3. Das Gerais para a Cidade Maravilhosa

    AQUELE ABRAO

    Gilberto Gil
    1969

    O Rio de Janeiro continua lindo
    O Rio de Janeiro continua sendo
    O Rio de Janeiro, fevereiro e maro
    Al, al, Realengo – aquele abrao!
    Al, torcida do Flamengo – aquele abrao!
    Chacrinha continua balanando a pana
    E buzinando a moa e comandando a massa
    E continua dando as ordens no terreiro
    Al, al, seu Chacrinha – velho guerreiro
    Al, al, Terezinha, Rio de Janeiro
    Al, al, seu Chacrinha – velho palhao
    Al, al, Terezinha – aquele abrao!
    Al, moa da favela – aquele abrao!
    Todo mundo da Portela – aquele abrao!
    Todo ms de fevereiro – aquele passo!
    Al, Banda de Ipanema – aquele abrao!
    Meu caminho pelo mundo eu mesmo trao
    A Bahia j me deu rgua e compasso
    Quem sabe de mim sou eu – aquele abrao!
    Pra voc que me esqueceu – aquele abrao!
    Al, Rio de Janeiro – aquele abrao!
    Todo o povo brasileiro – aquele abrao!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.