Vem aí a frente de esquerda sonhada por Lula?

Frente de esquerda de Genro mais atrapalha do que ajuda

Bernardo Mello Franco
Folha

Enquanto Dilma Rousseff exaltava as virtudes da mandioca, na noite de terça-feira, um grupo encabeçado por dois ministros do governo Lula começou a articular o lançamento de uma frente de esquerda. O objetivo é contestar a aliança com o PMDB e torpedear o ajuste fiscal do ministro Joaquim Levy.

A ofensiva foi traçada em jantar no apartamento do senador Randolfe Rodrigues, do PSOL. Estavam lá os ex-ministros Tarso Genro (PT) e Roberto Amaral (PSB), o senador Lindbergh Farias (PT) e os deputados Alessandro Molon (PT) e Glauber Braga (PSB), além de dissidentes da Rede, a futura sigla de Marina Silva.

A frente sustenta que o ajuste deu errado e que é preciso empurrar o governo para a esquerda. Seus integrantes farão um manifesto contra a política econômica e buscarão o apoio de movimentos sociais com João Pedro Stédile, do MST, Guilherme Boulos, do MTST, e dirigentes de centrais sindicais, como a CUT.

RECESSÃO

“No meio de uma crise tão grave, é uma loucura jogar o país conscientemente numa recessão. É isso o que Levy e o governo estão fazendo”, diz o senador Lindbergh. “Essa política econômica é incompatível com os compromissos que a presidente assumiu na eleição”, reforça Randolfe.

“As orelhas do Levy devem ter ardido”, brinca o ex-ministro Amaral, que prefere definir a frente como “nacional-popular”. Ele nega que o grupo esteja ligado a Lula, que tem defendido uma “frente ampla” em reuniões do PT. “Podem pensar isso, mas não é a mesma coisa”, afirma.

O manifesto começou a ser redigido por Tarso e deverá ser lançado no próximo dia 6. “Vamos buscar a união das esquerdas e propor um novo pacto com base em compromissos”, afirma o petista. Ele diz que a frente não se curvará a possíveis apelos do Planalto para poupar Levy ou o PMDB. “O governo tomou suas medidas e não quer recuar. Mas nós não temos que ficar em silêncio por causa da governabilidade”, avisa.

###
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOGEsta frente de esquerda é mais um sonho de o PT e o governo empurrarem a crise com a barriga. Mas está difícil de se concretizar. O PSOL já avisou que está fora. (C.N.)

8 thoughts on “Vem aí a frente de esquerda sonhada por Lula?

  1. O ex-presidente Lula nunca foi de Esquerda… foi sempre sindicalista… Frente era coisa dos séculos passados… isso prova que a Esquerda continua usando práticas dos séculos 19 e 20… não pode dar certo…

  2. Tomara que esta frente de esquerda, vá em frente, é tudo queremos, e como queremos, a explosão desta m… de governo, será imediata. E que venha o impeachment já

  3. O senador Randolfe Rodrigues já enganou muita gente. Não se pode dizer que ele é um falastrão, pois sua estatura não permite.

  4. Existe jornalista , que por ideologia só fala besteira . Até os mosquitos sabem que o povo brasileiro esta de saco cheio destes esquerdistas de mer.. . Ainda mais com esse Tarso Genro envolvido nisto.

  5. Nada como um notório bandido para liderar uma frente de esquerda. Só falta trazer o Pizzolato para montar a comisso de frente: Genro, Batistti e Pizzolato.

  6. Frente de esquerda eh otimo. Os petistas destrataram todos que lhe tentaram abrir os olhos e agora vem com essa tolice. E ainda mais com os movimentos sociais vendidos, alias movimentos sociais do atraso e da chantagem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *